faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Elsevier e JCI investigam as perspectivas sobre dano zero

Laís Junqueira (1).jpg
Levantamento faz parte de projeto criado para dar apoio aos profissionais de saúde e promover melhorias em prol da segurança do paciente e a qualidade do cuidado.

A Elsevier e a Joint Commission International (JCI), uma das principais certificadoras do mundo, acabam de iniciar a pesquisa “Perspectivas sobre o Dano Zero na América Latina”, que vai ouvir formadores de opinião e especialistas de instituições de saúde sobre o tema. “O Dano Zero, ou Zero Harm, propõe uma jornada contínua de melhoria da segurança do paciente. O intuito deste levantamento é entender onde estamos e para onde vamos no contexto local, bem como entender como podemos nos apoiar e garantir uma saúde mais segura para pacientes e profissionais”, afirma Laís de Holanda Junqueira,  gerente de Qualidade, Segurança do Paciente e Inovação da Elsevier e membro do conselho científico da Sociedade Brasileira de Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente.

A pesquisa integra um projeto, que vai realizar a partir de setembro uma série de ações no setor de saúde para discutir as melhorias a serem feitas para dar suporte aos profissionais de saúde  e aprimorar da segurança do paciente e a qualidade do cuidado. A iniciativa está em plena sintonia com o Plano de Ação Global para a Segurança do Paciente 2021-2030, traçado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a entidade, uma mentalidade de Dano Zero e um quadro de referência para o planejamento e prestação de cuidados da saúde “seriam uma mudança sísmica do status quo em que vivemos com altos níveis de danos evitáveis".

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar