faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Jovem empreendedor cria startup de grandes resultados na área da saúde

Gustavo Rocha2.jpg
Gustavo Rocha, jovem de 29 anos e CEO e co fundador da startup Triágil Saúde, detalha como o perfil curioso e questionador o ajudaram a fundar e gerir uma das principais startups cariocas de inteligência artificial na área da saúde

A geração dos millenials cresceu vendo a transição dos seus pais e familiares trabalharem em grandes corporações, fazendo planos de carreira e, ao mesmo tempo, com os novos empreendedores e fundadores de startups. Essa mudança na forma de enxergar as relações de trabalho deu a oportunidade de jovens desbravarem novos negócios, se arriscarem em empregos com propósito e atuarem de forma mais ativa nas soluções dos problemas da nossa sociedade.

Podemos definir essa geração como os pós Mark Zuckerberg, fundador de uma das maiores empresas (Facebook), com uma solução 100% digital. Na área da saúde, os empreendedores jovens também se destacam. Gustavo Rocha, CEO de da startup de saúde Triagil, é um deles. Jovem, ainda estudante de Engenharia de Produção na UFF, em Niterói, Gustavo logo no início da graduação percebeu que seu talento em buscar soluções seria mais bem aproveitado em empresas mais flexíveis e focadas em construir soluções. Apaixonado por educação e pela área da saúde, devido a experiências familiares, Gustavo teve a oportunidade de estudar por dois anos na Alemanha, fazendo estágio na empresa Bosch e, quando retornou ao Brasil, percebeu que poderia fazer mais.

Por influência de sua companheira que é médica, Dra Anna Elisa, sempre esteve próximo desses profissionais. Percebeu que um dos principais desafios é a quantidade de tempo dedicada a burocracias, que poderiam ser facilitadas através de tecnologia. E essa lógica não se restringe aos consultórios; ao compreender que o desafio permeava outros momentos da jornada de um paciente, viu que ali ele poderia agregar algo a mais. E um final de semana de um evento Hacking Health 2017, conheceu quem viria ser seu sócio, Fábio Madureira. Através das dinâmicas propostas pelo evento, em um único fim de semana, os dois perceberam as suas afinidades e definiram o problema que queriam resolver, que seriam sócios e que o nome da startup seria Triágil. 

“Eu já estava empreendendo sozinho na saúde, mas a parceria que criamos em tão pouco tempo me mostrou que a sinergia era muito forte e decidi focar na Triágil. Nosso objetivo era usar a tecnologia para tornar os processos mais ágeis, de menor custo e minimizando as margens de erro”, detalha Gustavo Rocha. 

O diagnóstico do grande problema que viram nos procedimentos na área da saúde foi: “os profissionais de saúde hoje gastam muito do seu tempo em tarefas administrativas. Com auxílio da tecnologia (prontuário estruturado, prescrição digital, IA para automatização de processos etc) passam a ter mais tempo de qualidade para os pacientes e familiares. E isso é apenas um fragmento do universo de possibilidades que temos à nossa frente. A inteligência artificial é uma descoberta relativamente nova e já temos soluções concretas sendo oferecidas e gerando impacto”, detalhe Gustavo..

Os resultados não demoraram para aparecer. Só neste último ano, especialmente, a Triágil despontou como uma das empresas referências em IA no mercado de saúde. E previamente, já foi aprovada e graduada em programas de empreendedorismo como Founder Institute, Startup Rio e Findeslab (por duas vezes). Gerenciada pelo jovem CEO, de apenas 29 anos, a startup de 2 sócios-fundadores foi para uma equipe com 25 membros, com resultados e clientes-parceiros.

Tem sido uma montanha-russa, mas gosto de dizer que sou feliz no que faço pois o mesmo propósito da Triágil se tornou meu propósito de vida. No meio de boas notícias, surgem desafios; no meio de resultados adversos, enxergamos oportunidades antes não vistas… e temos muitas pela frente. Com tecnologia e IA no mercado de saúde, queremos garantir melhores resultados e desfechos clínicos; evitar desperdícios, ineficiências; eliminar entraves para um cuidado mais centrado no paciente, de fato”, declara Gustavo.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar