faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Govtech detecta os gastos com saúde das 100 maiores cidades brasileiras

blog-saude-business (2).jpg
Levantamento realizado entre 2019 e 2020 revela a importância da tecnologia na tomada de decisões com os gastos públicos. São Paulo apresentou aumento de 20,2% no gasto per capita com saúde

Com o intuito de mostrar a necessidade de investimento em tecnologia voltado para a gestão pública, a Gove, plataforma de inteligência que aumenta a eficiência das finanças municipais, mapeou os gastos com saúde dos 100 maiores municípios brasileiros nos anos de 2019 e 2020 e os comparou. No levantamento, apenas três cidades tiveram diminuição no gasto per capita em saúde, enquanto em 92 obtiveram um aumento, algo esperado em um ano de pandemia, e cinco municípios não reportaram os dados até a data do levantamento. 

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), São Paulo, maior cidade brasileira, teve em 2020 um gasto per capita de R$ 1.042,83. Isso representa 20,2% a mais do que em 2019. Ainda, dentre os 100 maiores municípios do país por número de habitantes, Guarujá, São Bernardo do Campo, Santo André, Suzano, Santos e Mogi das Cruzes foram as cidades do estado de São Paulo que mais aumentaram suas despesas per capita com saúde. Em comparação com 2019 as variações percentuais destas cidades foram 30,7%, 27,6%, 25,7%, 19,5%, 19,1% e 19,1%, respectivamente. A média de variação entre as cidades brasileiras mapeadas foi de 16,5%

A administração pública municipal gera uma imensa quantidade de dados a cada minuto do dia. No entanto, gestores públicos pouco utilizam destas informações para a tomada de decisão. Segundo a Gove, somente na secretaria de finanças, as prefeituras chegam a ter, na média, cinco sistemas que coletam e armazenam dados financeiros de maneira pouco acessível, impedindo a utilização desta informação para decisões que otimizam o orçamento municipal. “Nosso objetivo sempre foi buscar soluções para as cidades que demonstram ineficiência pública relacionadas a finanças. O ano de 2020 nos mostrou o quanto é necessário o investimento em tecnologia para que as adversidades sejam superadas. Por isso, queremos auxiliar os gestores municipais a tomarem decisões com base em dados e evidências”, comenta Rodolfo Fiori, cofundador da Gove.

Em ano de pandemia, até o presente momento, os municípios estão tomando decisões para evitar um colapso com a saúde e economia, sobretudo, poderiam estar melhores com as inovações para auxiliá-los nas tomadas de decisões ultra rápidas. "Recentemente na cidade Rio Negrinho (SC)  tivemos três ações implementadas (receitas) e um impacto garantido em mais de R$ 910 mil, assim o município conseguiu revisar a alocação das despesas e otimizar o uso dos recursos vinculados da Saúde”, finaliza Ricardo Ramos, também cofundador da Gove.

 

GASTOS PER CAPITA COM SAÚDE DOS 100 MAIORES MUNICÍPIOS DO BRASIL 

Colocação por tamanho de população

UF

Município

Capital

Nº população estimada em 2020

Gastos com saúde per capita em 2020

Variação percentual dos gastos per capita em saúde 2019-2020

1

SP

São Paulo

Sim

12.325.232

R$ 1.042,83

20,2%

2

RJ

Rio de Janeiro

Sim

6.747.815

R$ 630,30

-2,7%

3

BA

Salvador

Sim

2.886.698

R$ 635,05

22,2%

4

CE

Fortaleza

Sim

2.686.612

R$ 958,16

17,2%

5

MG

Belo Horizonte

Sim

2.521.564

R$ 1.463,70

5,7%

6

AM

Manaus

Sim

2.219.580

R$ 503,11

28,8%

7

PR

Curitiba

Sim

1.948.626

R$ 1.030,94

8,8%

8

PE

Recife

Sim

1.653.461

R$ 936,57

34,5%

9

GO

Goiânia

Sim

1.536.097

R$ 988,86

20,1%

10

PA

Belém

Sim

1.499.641

R$ 680,83

11,4%

11

RS

Porto Alegre

Sim

1.488.252

R$ 1.180,80

24,3%

12

SP

Guarulhos

Não

1.392.121

R$ 797,93

4,1%

13

SP

Campinas

Não

1.213.792

R$ 1.171,29

9,7%

14

MA

São Luís

Sim

1.108.975

R$ 819,87

2,5%

15

RJ

São Gonçalo

Não

1.091.737

R$ 475,46

34,7%

16

AL

Maceió

Sim

1.025.360

Município não reportou

-

17

RJ

Duque de Caxias

Não

924.624

R$ 969,57

41,2%

18

MS

Campo Grande

Sim

906.092

R$ 1.450,90

6,0%

19

RN

Natal

Sim

890.480

R$ 836,78

12,1%

20

PI

Teresina

Sim

868.075

R$ 1.677,84

31,5%

21

SP

São Bernardo do Campo

Não

844.483

R$ 1.594,45

27,6%

22

RJ

Nova Iguaçu

Não

823.302

R$ 663,09

23,4%

23

PB

João Pessoa

Sim

817.511

R$ 921,55

10,1%

24

SP

São José dos Campos

Não

729.737

R$ 1.048,84

11,9%

25

SP

Santo André

Não

721.368

R$ 935,06

25,7%

26

SP

Ribeirão Preto

Não

711.825

R$ 936,63

4,8%

27

PE

Jaboatão dos Guararapes

Não

706.867

R$ 461,69

12,7%

28

SP

Osasco

Não

699.944

R$ 1.041,90

12,3%

29

MG

Uberlândia

Não

699.097

R$ 1.156,37

27,0%

30

SP

Sorocaba

Não

687.357

R$ 896,80

11,4%

31

MG

Contagem

Não

668.949

R$ 873,16

19,1%

32

SE

Aracaju

Sim

664.908

R$ 757,26

22,3%

33

BA

Feira de Santana

Não

619.609

R$ 738,02

25,2%

34

MT

Cuiabá

Sim

618.124

R$ 1.597,09

30,8%

35

SC

Joinville

Não

597.658

R$ 1.285,94

17,9%

36

GO

Aparecida de Goiânia

Não

590.146

R$ 838,61

21,8%

37

PR

Londrina

Não

575.377

R$ 1.242,60

10,3%

38

MG

Juiz de Fora

Não

573.285

R$ 1.089,81

14,4%

39

RO

Porto Velho

Sim

539.354

R$ 706,62

18,0%

40

PA

Ananindeua

Não

535.547

R$ 593,50

28,7%

41

ES

Serra

Não

527.240

R$ 555,12

12,2%

42

RS

Caxias do Sul

Não

517.451

R$ 1.109,62

13,6%

43

RJ

Niterói

Não

515.317

R$ 1.307,34

42,3%

44

RJ

Belford Roxo

Não

513.118

R$ 499,23

52,3%

45

AP

Macapá

Sim

512.902

R$ 438,80

45,1%

46

RJ

Campos dos Goytacazes

Não

511.168

Município não reportou

-

47

SC

Florianópolis

Sim

508.826

R$ 705,89

3,4%

48

ES

Vila Velha

Não

501.325

R$ 369,87

15,8%

49

SP

Mauá

Não

477.552

R$ 709,70

12,7%

50

RJ

São João de Meriti

Não

472.906

Município não reportou

-

51

SP

São José do Rio Preto

Não

464.983

R$ 931,51

7,2%

52

SP

Mogi das Cruzes

Não

450.785

R$ 814,38

19,1%

53

MG

Betim

Não

444.784

R$ 1.320,79

24,2%

54

SP

Santos

Não

433.656

R$ 1.603,88

19,1%

55

PR

Maringá

Não

430.157

R$ 1.074,67

3,8%

56

SP

Diadema

Não

426.757

R$ 926,35

3,6%

57

SP

Jundiaí

Não

423.006

Município não reportou

-

58

RR

Boa Vista

Sim

419.652

R$ 522,58

-4,2%

59

MG

Montes Claros

Não

413.487

R$ 1.083,10

26,3%

60

AC

Rio Branco

Sim

413.418

R$ 319,46

5,7%

61

PB

Campina Grande

Não

411.807

R$ 985,42

26,7%

62

SP

Piracicaba

Não

407.252

R$ 1.056,92

5,5%

63

SP

Carapicuíba

Não

403.183

Município não reportou

-

64

PE

Olinda

Não

393.115

R$ 396,70

6,7%

65

GO

Anápolis

Não

391.772

R$ 1.016,27

19,8%

66

ES

Cariacica

Não

383.917

R$ 291,38

18,7%

67

SP

Bauru

Não

379.297

R$ 626,64

4,2%

68

SP

Itaquaquecetuba

Não

375.011

R$ 382,90

14,2%

69

SP

São Vicente

Não

368.355

R$ 671,17

14,7%

70

ES

Vitória

Sim

365.855

R$ 756,80

2,3%

71

PE

Caruaru

Não

365.278

R$ 551,20

3,2%

72

CE

Caucaia

Não

365.212

R$ 590,67

23,4%

73

SC

Blumenau

Não

361.855

R$ 1.239,58

17,3%

74

SP

Franca

Não

355.901

R$ 631,43

-0,4%

75

PR

Ponta Grossa

Não

355.336

R$ 497,40

3,0%

76

PE

Petrolina

Não

354.317

R$ 448,98

11,4%

77

RS

Canoas

Não

348.208

R$ 1.516,03

12,0%

78

RS

Pelotas

Não

343.132

R$ 826,63

16,1%

79

BA

Vitória da Conquista

Não

341.128

R$ 735,12

4,8%

80

MG

Ribeirão das Neves

Não

338.197

R$ 510,60

22,4%

81

MG

Uberaba

Não

337.092

R$ 986,05

23,2%

82

PE

Paulista

Não

334.376

R$ 305,02

21,8%

83

PR

Cascavel

Não

332.333

R$ 850,60

15,1%

84

SP

Praia Grande

Não

330.845

R$ 1.018,49

7,3%

85

PR

São José dos Pinhais

Não

329.058

R$ 818,59

6,3%

86

SP

Guarujá

Não

322.750

R$ 1.280,38

30,7%

87

SP

Taubaté

Não

317.915

R$ 935,78

17,9%

88

SP

Limeira

Não

308.482

R$ 836,77

18,9%

89

RJ

Petrópolis

Não

306.678

R$ 1.377,91

14,1%

90

PA

Santarém

Não

306.480

R$ 650,65

30,8%

91

TO

Palmas

Sim

306.296

R$ 841,52

16,9%

92

BA

Camaçari

Não

304.302

R$ 1.024,98

29,1%

93

RN

Mossoró

Não

300.618

R$ 920,25

31,2%

94

SP

Suzano

Não

300.559

R$ 742,10

19,5%

95

SP

Taboão da Serra

Não

293.652

R$ 770,29

12,7%

96

MT

Várzea Grande

Não

287.526

R$ 616,00

3,3%

97

SP

Sumaré

Não

286.211

R$ 607,21

12,2%

98

RS

Santa Maria

Não

283.677

R$ 470,87

9,6%

99

RS

Gravataí

Não

283.620

R$ 798,67

6,2%

100

PA

Marabá

Não

283.542

R$ 750,36

9,2%

 

***Maceió, Campos dos Goytacazes, São João de Meriti, Jundiaí e Carapicuíba, até a data do mapeamento, não tinham reportado os dados. 

 

Sobre a Gove

Com sua Plataforma de Inteligência lançada em 2018, a Gove é uma govtech que trabalha para transformar o jeito que gestores públicos municipais tomam suas decisões diárias e, também, aumentar a eficiência das finanças públicas. A empresa existe para que gestores públicos municipais tomem 100% de suas decisões utilizando dados, evidências e tecnologia. A Plataforma Gove facilita o dia a dia dos gestores das finanças públicas nas cidades brasileiras através da automação de análises estratégicas necessárias para gestão financeira municipal e, também, identifica e apoia na correção de ineficiências nas receitas e despesas municipais. 

Em 2018, por meio do cofundador Rodolfo Fiori, a Gove recebeu na cidade de Guadalajara (México) o prêmio de uma das 35 iniciativas mais inovadoras da América Latina. O prêmio foi concedido por uma das universidades mais respeitadas do mundo, o MIT – Massachusetts Institute of Technology. No começo de 2020 foi uma das 5 organizações brasileiras selecionadas no mapa das 100 melhores GovTechs da Ibero-América e no segundo semestre do mesmo ano, recebeu um aporte de R$ 8 milhões da Astella Investimentos, o maior já recebido por uma govtech brasileira O mapa foi realizado pela Public Tech, instituição espanhola ligada à IE Business School. Desde sua fundação, a organização foi selecionada e apoiada  pelo programa de aceleração Estação Hack, primeiro centro de inovação do Facebook em parceria com a Artemísia, e também pelo programa de aceleração Google for Startups, do Google Brasil, sendo a primeira GovTech a integrar o programa.

 

Sobre porta-vozes

Rodolfo Fiori 
Eleito um dos 35 jovens mais inovadores da América Latina segundo MIT Tech Review, Rodolfo FIori é cofundador da Gove. Especialista em Gestão Pública pelo Centro de Liderança Pública e Mestre em Desenvolvimento Econômico pela London School of Economics. 

Ricardo Ramos
Cofundador da Gove, Ricardo Ramos possui MBA internacional pelo INSEAD (Singapura/França) e especialização em gestão pública pelo Centro de Liderança Pública com módulo internacional na Blavatnik School of Government, University of Oxford.


Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar