faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Wolters Kluwer Health apresenta no HIS formas de prevenir erros, economizando recursos

CLINICA.png

A 7ª edição do Healthcare Innovation Show (HIS) começou no dia 21 de setembro, e estende-se até hoje (23). O evento está sendo realizado em formato 100% online, em uma plataforma fácil e intuitiva.

No último dia de evento, os espectadores puderam acompanhar a transmissão da apresentação Prevenindo erros, economizando recursos e aumentando a satisfação clínica realizada pelo Vice-Presidente Internacional da empresa Wolters Kluwer Health e responsável pela ferramenta Medi-Span, Christian Cella.

A Wolters Kluwer Health provê tecnologia clínica confiável e soluções baseadas em evidências que conduzem à tomada de melhores decisões e resultados na área de saúde. Além disso, a empresa é especializada em efetividade clínica, aprendizagem, pesquisa e segurança, ajudando hospitais e equipes clínicas, por todo o Brasil e pelo mundo, a tomar as melhores decisões clínicas e aumentar a qualidade do cuidado por meio de produtos como UpToDate, Lexicomp e Medi-Span Clinical. 

O VP da Wolters Kluwer iniciou a apresentação mostrando para os espectadores que os  eventos adversos são um dos maiores desafios para o sistema sanitário no mundo todo e estima-se que quase 43 milhões acontecem anualmente. Esse fato tem um impacto elevado na qualidade dos cuidados ao paciente e no custo.

Atualmente no Brasil, a estimativa é de 9 milhões de custos estimados associados a eventos adversos causados somente por medicamentos e 53% são preveníveis, ou seja, há muito espaço para melhorar e reduzir o custo.

Nos Estados Unidos, o impacto de erros de medicação preveníveis (erros de dose, interação entre medicamentos ou alergias e a própria medicação errada) custou 7.000 vidas por ano no país. Christian chegou a realizar a comparação dos números com a queda de uma avião jumbo e equivale a 400 vidas perdidas a cada 2-3 semanas. 

“Os eventos adversos por erro de medicamentos representam um grande custo para o sistema sanitário e aumentam a taxa de pessoas que tomam medicações. A boa notícia é que podemos reduzir e hoje temos ferramentas que podem ajudar os profissionais da saúde na redução desses eventos”, afirmou Cella.

A unidade de efetividade clínica da empresa providencia no mundo todo um portfólio com soluções que tem o objetivo de melhorar o cuidado do paciente e reduzir custos. Pelo provimento dessas soluções baseadas em evidências científicas, erros podem ser evitados e vidas podem ser salvas.

A empresa atua no Brasil há mais de 10 anos e atualmente, mais de 500 hospitais utilizam a solução UpToDate, criada pela Healthtech que tem como objetivo realizar um suporte à decisão clínica. Os médicos e demais profissionais da área de saúde podem reduzir riscos relacionados às prescrições por meio da revisão dos medicamentos prescritos para os pacientes.

Visando melhorar o fluxo de trabalho, a empresa também implementou no Brasil a ferramenta Medi-Span que integra dentro do Workflow as análises das interações medicamentosas. Além disso, a solução acrescenta mais informações do paciente e alerta para o profissional, no momento da prescrição, se há algum risco associado.

O Medi-Span é integrado ao prontuário por uma base de dados que recebe atualizações mensais de conteúdos.  “Hoje, mais de 100 hospitais ao redor do mundo utilizam Medi-Span para a obtenção do HIMSS EMRAM 6 e acreditações superiores. Além disso, há mais de 50 integrações em PEP no mundo e o tempo médio de implementação é de 3 meses”, disse o vice-presidente da Healthtech.

Por fim, os espectadores puderam acompanhar um pequeno relato de um dos representantes do Hospital Dona Helena que afirmou que “com a integração do Medi-Span Clinical ao PEP, será possível reforçar a cultura de segurança ao paciente, com a redução de eventos adversos relacionados a medicamentos e agregar conhecimento à prática médica e da equipe multidisciplinar de maneira ágil".

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar