faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Após 20 anos de sua primeira cirurgia por vídeo, Hospital de Amor celebra mais de 10 mil cirurgias e reúne pioneiros da técnica no Brasil

Após 20 anos de sua primeira cirurgia por vídeo, Hospital de Amor celebra mais de 10 mil cirurgias e reúne pioneiros da técnica no Brasil

1999 marcou o início de uma revolução médica no Hospital de Amor de Barretos, referência mundial no tratamento de câncer, com a realização de sua primeira cirurgia minimamente invasiva por vídeo, a laparoscopia. Para celebrar a data e as mais de 10 mil cirurgias minimamente invasivas realizadas, a entidade reunirá nos próximos dias 29 e 30, durante simpósio, os cirurgiões pioneiros da técnica no Brasil, responsáveis pelas primeiras cirurgias no Hospital e membros do Instituto de Treinamento em Cirurgias Minimamente Invasivas (IRCAD).

De acordo com o médico coloproctologista, Dr. Marcos Denadai, que integrou a equipe médica dos primeiros procedimentos cirúrgicos por vídeo, o Hospital de Amor é também pioneiro em realizar as cirurgias através do SUS. “Apenas na especialidade do Digestivo Baixo foram realizadas cerca de 6 mil cirurgias, um número muito expressivo em relação à realidade do Brasil”, disse.

A primeira cirurgia minimamente invasiva no Hospital de Amor foi realizada para tratamento de câncer de reto. Hoje, todas as especialidades que atuam nos tumores do abdomên - Digestivo Alto e Baixo, Urologia , Ginecologia, e também cirurgia Pediátrica se beneficiam da técnica que além de garantir menor trauma cirúrgico, proporciona menos sangramento intraoperatório, menor dor pós-operatória, recuperação pós-cirúrgica mais rápida e retorno mais cedo do paciente às atividades habituais e ao trabalho, além de menores cicatrizes. A técnica também reduz a taxa de infecções e a ocorrência de aderências pós-operatórias.

Responsável por coordenar a equipe médica da primeira cirurgia no Hospital, o diretor científico do IRCAD, Dr. Armando Melani, também prestigiará o simpósio, juntamente com o coordenador científico Dr.  Luis Gustavo Romagnolo, fundador do Instituto – Dr. Jacques Marescaux, entre outros cirurgiões pioneiros por realizar a técnica no Brasil .

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar