faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Stryker anuncia nova fábrica de Impressoras 3D

shutterstock_196793492
Kevin Lobo, CEO da Stryker conta sobre nova fábrica da instituição, em Cork, na Irlanda, e mais detalhes sobre novos equipamentos para a produção de impressoras 3D e os produtos usados na tecnologia

Durante o último evento de ortopedia da American Academy of Orthopaedic Surgeons, em Orlando, o CEO da Stryker contou ao portal americano MD+DI mais algumas informações sobre a fabricação das impressoras 3-D, que há algum tempo vem fazendo sua entrada na tecnologia médica e conta sobre o sucesso do novo portfólio da empresa.

“As instalações já estão acontecendo em Cork, terceira maior cidade da Irlanda”, contou Lobo, “máquinas como essa são um tanto distintas e queremos produzir um centro de excelência.”

A Kalamazoo, companhia norte-americana de instrumentos médicos já vem inovando com produtos impressos já faz um tempo, mas a Stryker planeja lançar produtos mais aperfeiçoados como a primeira placa de base tibial, impressa há poucos anos atrás.

“Nós lançamos os produtos com muita cautela”, explicou Kevin Lobo “Foi o nosso primeiro produto (a placa de base tibial) e não vale a pena promover algo até que se prove o seu valor para a medicina”. “Agora esse dispositivo é utilizado como implante por cirurgiões para implantar joelhos sem o uso do cimento ósseo”.

“Os nossos joelhos, fabricados sem esse cimento ósseo, tem uma porcentagem de venda de 10% em relação aos joelhos com outros materiais, um número alto para o mercado. Outras companhias indicam um número de 4% ou 5%”, declarou. “Os índices da Stryker são maiores porque lançamos produtos que permitem a fixação óssea porque são feitos de titânio poroso”.

“Quando você tem que tirar um implante para por outro, há um grande vazio que você precisa preencher”, disse Lobo na entrevista.  “Já tivemos produtos menos competitivos e agora nossos cones e mangas são todos impressos em 3-D. Essa geometria precisa que criamos com a impressão 3-D, jamais pudera ser feita com uma produção tradicional”.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar