faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Brasil tem aumento significativo de pessoas com câncer em 2020

Brasil tem aumento significativo de pessoas com câncer em 2020

Pesquisa aponta que 625 mil novos casos irão surgir ainda este ano; Medicina Nuclear é aliada no diagnóstico precoce

O câncer é um conjunto com mais de 100 doenças que têm como característica o desenvolvimento tumultuado das células, que aos poucos se instalam nos tecidos e órgãos, segundo explicação do INCA. Por serem rápidas, as células se dividem, formam tumores e de um jeito invasivo podem se direcionar para diferentes regiões do corpo. A ociosidade, alimentação inadequada e o consumo de tabaco e álcool são os principais causadores da doença.

Um estudo recente realizado pelo INCA revela que o Brasil terá 625 mil novos casos ainda este ano, aumentando 4,1% em comparação com o ano anterior. A obesidade é o principal fator para que 11 dos 19 tipos mais frequentes na população brasileira se desenvolva. A estimativa mostra que depois do câncer de pele não melanoma (177 mil casos novos), os mais incidentes serão os de mama e de próstata (66 mil cada), cólon e reto (41 mil), pulmão (30 mil) e estômago (21 mil). Separados por sexo, os tipos mais frequentes nos homens, excluindo-se pele não melanoma, serão próstata (29,2%), cólon e reto (9,1%), pulmão (7,9%), estômago (5,9%) e cavidade oral (5,0%). Nas mulheres, também, sem contar o não melanoma, os mais incidentes serão os de mama (29,7%), cólon e reto (9,2%), colo do útero (7,4%), pulmão (5,6%) e tireóide (5,4%).

Medicina Nuclear é aliada no diagnóstico precoce

Para auxiliar a população a identificar a doença existe a Medicina Nuclear, especialidade médica com mais de 60 anos e que atende cerca de 2 milhões de pessoas anualmente no Brasil. A Medicina Nuclear analisa a anatomia e funcionamento dos órgãos, atuando na detecção do câncer, uma vez que identifica a localização exata do tumor. O diagnóstico preciso aumenta a assertividade na escolha do tratamento e permite determinar o melhor procedimento, seja quimioterapia, radioterapia ou cirurgia.

“Os exames realizados através de Medicina Nuclear oferecem inúmeras vantagens, por se tratar de uma especialidade que utiliza baixíssima quantidade de material radiofármaco é possível detectar em tempo real o funcionamento de todos os órgãos do paciente, permitindo diagnósticos rápidos e tratamentos para cada tipo de doença.” Explica o médico nuclear e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear, George Barberio Coura Filho – responsável clínico da DIMEN SP – referência no país, com mais de 38 ano de atuação.