faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Com proposta inovadora, Instituto Lilás será lançado em outubro no Rio de Janeiro

Com proposta inovadora, Instituto Lilás será lançado em outubro no Rio de Janeiro

• Sem finalidade lucrativa, o Instituto Lilás será dedicado à disseminação de conhecimento, conteúdo e também atuará com pesquisas na área da dermatologia oncológica, sendo pioneiro no Brasil;

• Idealizado pela dermatologista com mais de 30 anos de experiência e membro da da Academia Americana de Dermatologia, Dra. Simone Stringhini, e em parceria com a empresa de tecnologia Vydence, o Instituto busca suprir essa lacuna de cuidados com a pele do paciente oncológico, que muda de aspecto;

• Inaugurado no Rio de Janeiro, o Instituto Lilás prevê futuras parcerias com clínicas, hospitais e universidades para viabilizar mais pesquisas na área

Esse mês é mundialmente dedicado a campanhas de Outubro Rosa em alerta ao câncer de mama e 19 é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama. Por este motivo, este dia foi a data escolhida para o lançamento do Instituto Lilás, no Rio de Janeiro. O mais novo Instituto será pioneiro: se dedicará à área de Oncodermatologia estética, com foco na disseminação de conteúdo e também em pesquisas na área da dermatologia oncológica, incluindo a estética.

O projeto foi idealizado pela dermatologista com mais de 30 anos de experiência, Dra. Simone Stringhini; a doutora é Membro efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) desde 1994; membro efetiva da Academia Americana de Dermatologia (AAD) desde 2010; membro efetiva da IMCAS Academy (Aesthetics Surgery & Cosmetic Dermatology- European) desde 2018; referência em Diagnóstico e Tratamentos Dermatológicos Estéticos há 20 anos - foi uma das primeiras a fazer a aplicação de peeling no País, por exemplo; e conta com a parceria da empresa de tecnologia Vydence, para tentar suprir a lacuna de cuidados específicos com a pele do paciente oncológico, que muda de aspecto após os tratamentos e necessita de cuidados especiais.

"Espero usar todo meu conhecimento e anos de prática em dermatologia estética para ajudar no tratamento da pele do paciente oncológico", conta a Dra. Simone Stringhini, que vê o seu projeto pessoal ganhar vida com a missão de resgatar a autoestima, o autocuidado e a vontade de viver das pacientes.

O Instituto, que não tem finalidade lucrativa, irá se dedicar a pesquisas, produção e disseminação de conhecimento sobre tratamentos desenvolvidos e personalizados unindo dermatologia e oncologia, por meio de inovação e equipe multidisciplinar, promovendo a redescoberta da beleza e da saúde da pele com carinho, dedicação e excelência.

A parceria com a empresa Vydence, de tecnologia em aparelhos médicos para estética, com quem a dermatologista trabalha a mais de 15 anos, é muito importante pois viabilizará o desenvolvimento de protocolos e parâmetros de tratamento por meio de testes dos estudos desenvolvidos, que serão realizados com os equipamentos da empresa. Além disso, o Instituto Lilás vai contar com uma câmera 3D para documentar os resultados dos protocolos, com a qual é possível visualizar com precisão as camadas da pele e, dessa forma, observar a evolução dos tratamentos. Para os testes das pesquisas, foi feito um mapeamento amostral dos pacientes oncológicos, localizados no Rio de Janeiro, que poderão ser recrutados para participar, se assim desejarem e se estiveram aptos clinicamente.

Além disso, com essa parceria, o Instituto poderá oferecer cursos para médicos para troca de experiências e análise de resultados, auxiliando nas pesquisas constantes em novas tecnologias para a área da saúde e estética.

Para a idealizadora, o intuito é que o Instituto sirva de referência no Brasil como um pool de inovação, ciência, pesquisa e desenvolvimento em oncodermatologia estética, sendo pioneira neste conceito e ajudando a difundir informações e orientações sobre beleza e autocuidado para pacientes de todo o País. Além disso, segundo a dermatologista, o Instituto busca contribuir com a visão holística no tratamento do paciente com câncer unindo a Dermatologia e a Oncologia e tendo em vista que o cuidado da pele impacta a qualidade de vida das pessoas.

Para o futuro, é esperado que o Instituto una-se a clínicas, hospitais e faculdades para ampliar pesquisas e descobertas na área de dermatologia para pacientes oncológicos.