Empresa de Life Science aponta crescimento de 75% na venda de insumos

Eppendorf_Laboratorio.jpg

A Eppendorf, empresa alemã de biotecnologia com foco em Life Science, aponta um crescimento expressivo na comercialização de seus produtos na América Latina durante os primeiros quatro meses de operação em 2021. Em especial, na busca de produtos relacionados a diagnóstico e pesquisa de Sars-CoV-2. "A estimativa inicial era de que no primeiro quarter do ano, a curva da Covid estivesse reduzida e, infelizmente, isso não aconteceu. Os números cresceram e parece que a gravidade da doença também aumentou, provavelmente devido às novas variantes do vírus", avalia Adriana Machado, gerente de marketing da empresa.

Na América Latina, a demanda por consumíveis plásticos cresceu 100% em relação ao mesmo período do ano anterior. Outros itens da linha de instrumento de manuseio de líquidos cresceram em torno de 67%, enquanto que as microcentrífugas também tiveram aumento de mais de 100% na demanda. Estes itens são utilizados em laboratórios que trabalham com Sars-CoV-2, seja na detecção do vírus em exames de pacientes, seja na produção/estudos de vacina ou pesquisa com análises genéticas do vírus e suas atuais mutações.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar