faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Secretaria lança programa para zerar fila de cirurgias eletivas em Bauru

TAG: Hospital
Objetivo do projeto, que tem como base o Hospital Estadual de Bauru, é agilizar as cirurgias não-urgentes

A Secretaria de Estado da Saúde lança nesta quinta-feira, 21, um programa de atendimento para agilizar as cirurgias não-urgentes na região de Bauru. A iniciativa prevê que o cidadão que tiver indicação deste tipo de operação poderá procurar uma unidade básica de saúde, que, após consulta com médico, marcará a data de uma consulta com especialista e cirurgia, ambas no Hospital Estadual de Bauru. O objetivo é zerar a fila de cirurgias eletivas, na região de Bauru, nos próximos dois meses. O hospital já tem reservado setor para realizar as cirurgias não-urgentes. O tempo de espera das operações será de, no máximo, 40 dias. As cirurgias urgentes continuarão sendo realizadas normalmente, assim como as cirurgias não-urgentes já marcadas.
A Direção Regional de Saúde de Bauru, da Secretaria, já orientou os 38 municípios da região para cadastrar a população que precisa destas cirurgias. Com o sistema informatizado, os pacientes são encaminhados ao hospital estadual e os especialistas avaliarão a necessidade da intervenção cirúrgica.
De acordo com Affonso Viviani Junior, diretor regional de Bauru, este novo sistema facilitará o acesso do doente ao atendimento especializado e ajudará na realização das cirurgias. As operações não-urgentes, como pedra na vesícula, varizes, retirada das amídalas e bexiga caída, podem ser programadas.
Cerca de 30 profissionais de saúde irão trabalhar no projeto. As especialidades serão cirurgia geral, ginecologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, vascular e urologia.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar