faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

SP anuncia R$ 30 milhões para reduzir diagnóstico tardio de HIV

sp-anuncia-r-30-milhoes-para-reduzir-diagnostico-tardio-de-hiv.jpg
- Shutterstock
Programa quer ainda acabar com transmissão vertical – de mãe pra filho – e aprimorar assistência e ações de prevenção

A Secretaria da Saúde de São Paulo lançou na quarta-feira (2) uma iniciativa de reforço da rede de combate à aids no estado. O objetivo é reduzir o diagnóstico tardio e mortalidade pela doença, aumentando a população testada e buscando eliminar a transmissão vertical, ou seja, de mãe para filho, além de qualificar ações de prevenção.

Serão investidos cerca de R$ 30 milhões ao ano - R$ 20 milhões vão para os municípios fortalecerem a rede ambulatorial e R$ 10 milhões para a realização de campanhas. Implantada ao longo do segundo semestre deste ano, a rede vai se estruturar a partir de três frentes: qualificar o atendimento realizado pela rede básica, os Serviços de Atenção Especializada em HIV/Aids e reorganizar a atenção hospitalar.

A meta é envolver a atenção básica dos 645 municípios, os 200 Serviços de Atenção Especialidade e a rede hospitalar para prevenção, o diagnóstico precoce e a assistência integral ao paciente com HIV/Aids, segundo o secretário de Saúde de São Paulo, David Uip. Segundo o último levantamento do Programa Estadual DST/Aids, em 2012 São Paulo registrou 2.767 óbitos pela doença, média aproximada de 7,6 mortes por dia.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar