faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

ePharma estimula voluntariado na Amazônia

empresa-sorrindo-medico-pensamento-procura_1134-1393
A ePharma, está estimulando seus colaboradores a participarem de trabalho voluntário nas jornadas organizadas pela ONG Expedicionários da Saúde (EDS), que presta atendimento clínico, cirúrgico e odontológico à população indígena da Amazônia brasileira.

A ePharma, empresa líder no mercado de assistência de benefícios farmacêuticos e de soluções para gestão de programas de saúde, está estimulando seus colaboradores a participarem de trabalho voluntário nas jornadas organizadas pela ONG Expedicionários da Saúde (EDS), que presta atendimento clínico, cirúrgico e odontológico à população indígena da Amazônia brasileira.

Desde 2014, a ePharma contribui financeiramente para a realização dessa expedição. Em 2017, a companhia decidiu ampliar sua participação com a colaboração de duas farmacêuticas, que acompanharam os EDS. Em julho, mais dois profissionais deverão participar da 39ª. edição dessa jornada. “O nosso papel é facilitar o acesso das pessoas à saúde. Participar dessa expedição já consagrada é uma maneira de contribuir com os povos indígenas levando a saúde até eles, ou seja, provendo acesso, já que não basta a saúde estar disponível, ela precisa ser acessível", afirma Marcos Inocencio, diretor Corporativo da ePharma.

A primeira expedição com a participação de colaboradores da ePharma foi realizada entre os dias 19 de março e 1º de abril deste ano. As farmacêuticas Bruna De Vivo e Giuliana Taquemoto trabalharam no atendimento aos indígenas na dispensação de medicamentos para as cirurgias e pacientes.

Durante oito dias, foram realizadas 364 cirurgias, 2.963 consultas e 5.455 exames e procedimentos. Os 60 voluntários trabalharam no complexo hospitalar instalado na Comunidade de Yauaretê às margens do Rio Waupés, Alto Rio Negro-AM. Um dos desafios das farmacêuticas da ePharma foi enfrentar as diferenças culturais e, em alguns casos, foi preciso a ajuda de intérprete para orientar o uso do medicamento prescrito pelos médicos. Em outros, utilizar desenhos também ajudou. “Tivemos que nos adaptar à linguagem deles”, revela Bruna.

A participação das duas farmacêuticas estimulou outros colegas da ePharma. “Trazer esse espírito voluntário para dentro da empresa contribui positivamente com o ambiente de trabalho por conta do sentimento de orgulho e ainda fortalece a importância de colaborar com a vida do próximo”, aponta Inocencio.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar