faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

AME Bauru completa 11 anos com foco na capacitação e no cuidado integral do paciente

AME Bauru 11 anos.jpg

No dia 28 de janeiro o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Bauru comemora o seu 11º aniversário. E a unidade estadual de saúde que desde o início de suas atividades é administrada pela Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) celebra a data com programação especial e destaca o sucesso de um projeto de apoio matricial implantado pouco antes do início da pandemia, no início do ano de 2020, que propõe a realização de encontros, muitos deles por videoconferência, com troca de saberes e experiências entre os colaboradores do AME Bauru e os profissionais das equipes de atenção primária dos 18 municípios pertencentes à microrregião do Departamento Regional de Saúde (DRS-VI) de Bauru. Já no segundo semestre de 2020 vieram os primeiros resultados: 233 profissionais capacitados na rede primária de saúde em 6 encontros virtuais de matriciamento em nefrologia e em outros 14 encontros presenciais com equipes multiprofissionais.

O cuidado integral e a continuidade da assistência ganham destaque nesta iniciativa de Apoio Matricial, o que em grande parte se deve à aproximação dos profissionais de unidades básicas saúde e de serviços de atenção primária dos municípios com os médicos e equipes multidisciplinares de todas as 38 especialidades atendidas pelo AME Bauru. A médica Aline Roucort Pressoto, dermatologista e integrante do projeto, aponta que as melhorias nos processos de trabalho e fluxos de encaminhamento dos pacientes dentro da rede tende a acontecer com mais agilidade e com a priorização dos casos mais críticos. “Nesse período de apoio matricial viabilizamos acesso a 74 usuários que tiveram seus casos matriciados devido ao grau de prioridade”, detalha.

Já a enfermeira responsável pelo setor de Apoio Matricial do AME Bauru, Lígia Nogueira, explica que com a capacitação técnico-pedagógica e o compartilhamento de saberes ocorre um estímulo para novas práticas de saúde entre as equipes. “Por meio dessa metodologia de trabalho buscamos ampliação da capacidade de atuação de todos os envolvidos, para promover a integralidade e resolutividade e garantir mais qualidade na assistência prestada”, salienta.

Em meio à pandemia, os encontros presenciais ocorreram com as medidas sanitárias e distanciamento social, mas mesmo com as dificuldades relacionadas à falta de recursos tecnológicos em alguns municípios, o matriciamento também foi realizado de forma virtual em alguns casos. “Percebemos muita vantagem com a possibilidade de encontros virtuais porque otimizam tempo e facilitam a aproximação entre profissionais”, explica Ligia Nogueira. A tendência é de que as próximas reuniões continuem com um modelo híbrido.

Conceito de matriciamento

O Apoio Matricial é uma estratégia que propõe um novo arranjo organizacional para gestão dos processos de trabalho, visa ampliar as ações em saúde a partir da articulação, do compartilhamento de saberes e de novas práticas de saúde entre as equipes envolvidas.

Números do projeto de matriciamento do AME Bauru de julho a dezembro de 2020

- 233 profissionais capacitados

- 6 encontros virtuais de matriciamento em nefrologia  e outros 14 encontros presenciais com equipes multiprofissionais

- 54 médicos matriciados da rede básica

- 74 usuários que tiveram seus casos matriciados devido ao grau de prioridade

- capacitação técnico-pedagógica para 84 profissionais (83% dos municípios da área de abrangência)

Programação de Aniversário de 11 anos

A comissão de eventos do AME Bauru preparou uma programação exclusiva para pacientes e acompanhantes e outra específica para os profissionais da unidade. Todas as atividades foram preparadas com os protocolos de segurança de combate ao Coronavírus, incluindo a limitação de funcionários e o reprise em horários alternativos.

Durante o mês de janeiro os usuários que passarem por atendimento vão receber pequenas palestras nas salas de espera abordando temas diversos, como “apresentação de ações de destaque do ano de 2020 (Ambulatório de Diabetes, Projeto Terapêutico Singular, Apoio Matricial e número de consultas médicas e não médicas (consultas, exames e cirurgias)”, “Cuidados com o corpo e com a mente durante a pandemia”, com Thiago Vianna, educador físico, no dia 26/01. No dia 28/01 tem a palestra “Cuidados preventivos para a COVID-19”, com o enfermeiro Jeferson Strapasson, e no dia 29/01, a psicóloga do AME Bauru realiza a palestra “Saúde emocional na pandemia”.

Já os profissionais do AME Bauru podem interagir e fazer poses para fotos em um divertido painel com a frase “Eu amo fazer parte desta história” que está afixado na entrada de funcionários durante o mês de janeiro. Eles também vão participar da 3ª FeirRAME (Feira dos funcionários empreendedores do AME Bauru) que acontece no dia de aniversário da unidade, 28/01. No dia 29/01 haverá confraternização e foto simbólica na entrada do ambulatório.

Modelo inovador
Os Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) surgiram na estrutura da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP) como uma nova proposta de atendimento dentro do serviço de saúde pública, oferecendo consulta especializada, exames de apoio e diagnóstico e pequenas e médias cirurgias dentro da mesma unidade. O idealizador desse projeto foi o médico sanitarista Luiz Roberto Barradas Barata (1953-2010), também responsável por consolidar as Organizações Sociais de Saúde (OSS), a exemplo da Famesp, no Estado de São Paulo, fortalecendo o Sistema Único de Saúde (SUS).

AME em Números
O Ambulatório Médico de Especialidades Bauru “Dr. Jair Marcelino Filho” (AME) atende 12 mil pacientes por mês e já realizou 2,6 milhões de atendimentos, entre consultas, cirurgias ambulatoriais e exames de apoio e diagnóstico. São mais de 1 milhão de consultas somando áreas médicas e não médicas, como enfermagem, farmácia, serviço social, fonoaudiologia, nutrição e psicologia; mais de 35 mil cirurgias ambulatoriais; e, mais de 1,5 milhão de exames para diagnóstico. Para a diretora administrativa da Unidade, Roberta Fiuza Ramos, além dos números e da assistência de qualidade que trouxe impactos positivos para a saúde de Bauru e região, o AME é hoje uma grande família. “Nesses 11 anos os profissionais têm procurado entender cada vez mais as necessidades da região e dos usuários, qualificando a assistência, contando sempre com o suporte de novas tecnologias, e humanizando os atendimentos, com carinho e atenção no exercício das suas atividades”, ressalta. 

A unidade oferece, atualmente, 38 especialidades médicas e a sua atuação abrange populações de 18 municípios da microrregião compreendida pelo Departamento Regional de Saúde (DRS) de Bauru. Entre as especialidades ofertadas para a rede, destaca-se a chamada “linha de cuidado” para diabetes, oferecendo consultas multidisciplinares e atendimento contínuo para estas patologias.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar