faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como as evidências trazem segurança na prescrição médica

Medicamentos

Garantir a segurança na prescrição dos medicamentos e também na administração é uma preocupação cada vez mais crescente nas instituições de saúde. E dentro desse contexto as farmácias clínicas e os profissionais que atuam nessa área têm emergido como peças importantes na busca para melhorar a qualidade da saúde e alcançar a efetividade clínica.

Protocolos, regulamentações e ações que visam garantir a segurança nessa etapa tão crucial do tratamento estão sendo cada vez mais priorizados e implementados nos hospitais. O tema "segurança na prescrição e administração de medicamentos" tem sido muito discutido ganhado repercussão também aqui no Brasil.

A farmácia hospitalar ou farmácia clínica vem passando por mudanças significativas nos últimos anos, porém como tudo na saúde, coexistem diversas realidades no Brasil. Vemos desde farmácias extremamente modernas, prestando toda a gama de serviços, até o outro extremo, com hospitais com a ausência de farmacêutico.

Imagine um hospital com 200 pacientes internados, cada um com uma prescrição, que preveja a administração de 10 medicamentos por dia. Ou seja, são cerca de duas mil prescrições diárias, no mínimo. Supondo que o objetivo seja revisar 80% das suas prescrições diárias. Quantas pessoas dedicadas seriam necessárias? Indo mais a fundo, e a complexidade disso? Imagine olhar para cada uma dessas duas mil prescrições diárias e analisar aspectos como: dose, apresentação, concentração, via de administração, posologia, diluente, velocidade de infusão, tempo de infusão, indicação, contraindicação, duplicidade terapêutica, interação medicamento-medicamento e medicamento-alimento, possíveis alergias e por aí vai. Isso porque estamos sendo modestos com relação à quantidade de prescrições e variáveis, dependendo do número de leitos da instituição e de sua complexidade.

O desafio, porém, vai além do fato de que a maioria dos hospitais dispõe de equipes pequenas para essa função. Existe uma segunda questão importante: a atualização do conteúdo de referência e a facilidade e a agilidade com que essas informações podem ser acessadas. Um acervo de livros, por questões práticas bastante óbvias, não seria a solução mais plausível nesse ambiente crítico e que exige agilidade e precisão, ao mesmo tempo. E o argumento de que os profissionais não possuem dúvidas não se sustenta. As dúvidas clínicas, sobre a melhor terapia, sobre a forma mais adequada para administrar surgem a todo tempo, independente da especialidade e dos anos de experiência. Cabe ao profissional que está à frente do cuidado ao paciente saber se ele segue prestando os cuidados mesmo com estas dúvidas. Na prática, com muita frequência, até mesmo pela urgência, muitas das decisões são tomadas por cultura, empirismo, pré-conceitos e não com base em conhecimentos, em evidências.

Nesse sentido, os recursos de suporte à decisão são importantes aliados, sustentando a participação do farmacêutico no cuidado do paciente, de forma colaborativa com o médico e melhorando a eficiência e os resultados do uso de medicamentos. Eles auxiliam na prescrição, sugerindo doses e alertando sobre possíveis interações, tudo com o intuito de otimizar o tratamento e aumentar ainda mais a segurança do paciente.

Em suma, levando em consideração o elevado volume de prescrições que ocorrem dentro das instituições, sem o apoio efetivo da tecnologia e dos recursos de suporte à decisão medicamentosa, fica bastante difícil perseguir o objetivo de se atingir 100% de avaliação das prescrições. Quanto mais bem informados e amparados pela tecnologia estiverem os profissionais da saúde mais sucesso e segurança na prescrição, avaliação, dispensação e administração de medicamentos o ecossistema de saúde terá.

Plataforma de serviços de vacinação facilita atendimento

vacina-orlando

Com o objetivo de apresentar inovações para o mercado brasileiro de vacinas e atender às empresas que gostariam de oferecer imunização aos seus colaboradores, a Sanofi Pasteur, líder global de imunização e pioneira no serviço de vacinação em empresas no Brasil, lança a plataforma VaxinLife. O programa facilita e engaja as empresas que oferecem o benefício de vacinação contra a gripe aos seus funcionários.

A plataforma VaxinLife pode ser acessada no site e oferece os serviços completos para as empresas que desejam promover campanhas de vacinação. Desde a proposta, passando pelos avisos, convocação, imunização, relatórios sobre números de participantes e acompanhamento pós-aplicação. O diferencial está no atendimento personalizado, com todos os detalhes da campanha contra a gripe de maneira customizada de acordo com o perfil de cada companhia. “A Sanofi Pasteur, mais uma vez, inova em seus produtos e serviços para atender a demanda das grandes corporações brasileiras e apresentar sua expertise em vacinação e melhores práticas para o mercado, para que mais pessoas sejam protegidas gerando melhor qualidade de vida aos colaboradores dos nossos clientes”, explica Guillaume Pierart, Diretor de Marketing da Sanofi Pasteur, que destaca o pioneirismo da empresa de mais de 20 anos em serviços de vacinação.

Outro serviço diferenciado é o monitoramento, feito por meio de um aplicativo digital que pode ser acessado pelas enfermeiras responsáveis e pelas empresas, possibilitando o alinhamento e acompanhamento da campanha em tempo real. O sistema digital de gerenciamento permite que as empresas participantes realizem desde o processo de adesão de seus colaboradores à campanha, até a extração dos relatórios de resultados finais.

A Sanofi Pasteur oferece esse serviço em abrangência nacional, vacinando, em média, 820 mil pessoas por ano. “Em 2018 atingimos quase 3.500 cidades de todo o Brasil, resultando na imunização de funcionários de duas mil companhias, em 23 mil pontos de vacinação”, detalha Pierart.

Para certificar-se do padrão de qualidade dos serviços oferecidos, a empresa conta com a parceria de mais de 260 clínicas no país, que fornecem todo o apoio nas reponsabilidades técnicas e legais do processo às empresas. “Nossos parceiros são auditados pela área de qualidade da Sanofi Pasteur, o que ajuda a garantir que todo o território nacional seja atendido da mesma forma, mantendo os padrões e exigências da companhia, referência no mercado de vacinas”, conclui.

Além do beneficio para saúde, segundo simulações, as campanhas de vacinação dos funcionários contra gripe trazem retornos sobre investimento atrativos variando de acordo com o setor de atuação. No site da plataforma as empresas interessadas podem fazer uma simulação de retorno financeiro da campanha de imunização.

Hospital Santa Mônica anuncia novo Diretor Clínico

carlos zacharias

O Hospital Santa Mônica (SP) referência no tratamento em Saúde Mental infantojuvenil e adulto (transtornos mentais e dependência química), anuncia a contratação do Psiquiatra Carlos Eduardo Kerbeg Zacharias, para a Diretoria Clínica.

Formado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Faculdade de Medicina de Sorocaba – Centro de Ciências Médicas e Biológicas/CCMB da PUC/SP), com título de especialista em Psiquiatra pela Associação Brasileira de psiquiatria (ABP)/ Associação Médica Brasileira (AMB)/ Conselho Federal de Medicina (CFM) e Bacharel em Direito pela Universidade de Sorocaba (UNISO).

Com mais de 30 anos de experiência na área médica como psiquiatra em hospitais públicos e privados; atuou de 1990 até novembro de 2018, como Supervisor do Serviço de Psiquiatria do Conjunto Hospitalar de Sorocaba/CHS (hospitais clínicos da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo); Psiquiatra da Secretaria da Saúde do Município de Sorocaba e foi membro da Câmara Técnica de Psiquiatria do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Associado atual da ABP, Presidente do Centro de Estudos Psiquiátricos Vera Cruz (CEPVC); em 2006 foi um dos relatores das “Diretrizes para Um Bom Atendimento Psiquiátrico no Brasil” (documento elaborado pela Associação Brasileira de Psiquiátrica/ABP e referendado pelo Conselho Federal de Medicina); participa da Comissão de Emergências Psiquiátricas e da Comissão de Defesa Profissional da ABP.

Dentre os desafios à frente da Diretoria Clínica, estão o aperfeiçoamento dos processos e procedimentos médico-hospitalares, dos indicadores de performance e o estabelecimento de planos estratégicos para o aprimoramento constante com foco no tratamento dos pacientes que procuram o Hospital Santa Mônica. Tem a missão de promover constantemente a melhoraria do atendimento objetivando manter a excelência no tratamento dos doentes, inclusive com a progressão e manutenção da certificação ONA já obtida pelo Hospital, além de procurar obter níveis de certificação cada vez mais elevados.

O doutor Carlos Eduardo Zacharias, novo diretor clínico do Hospital Santa Mônica, salienta que "Há anos estamos lutando para desestigmatizar as Doenças Mentais e seus tratamentos, visando a recuperação da Saúde Mental das pessoas adoentadas e diminuir o preconceito contra a internação psiquiátrica, que ao contrário do que que dizem, é um direito garantido a todo cidadão brasileiro pela “Lei Federal 10.216, de 6 de abril de 2001 que dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.”

Hospital Alemão Oswaldo Cruz investe em rastreabilidade

Hospital Alemão Oswaldo Cruz - datamatrix 2

A adoção de um código de barras padrão global criado exclusivamente para a área da saúde foi a aposta do Hospital Alemão Oswaldo Cruz para garantir a segurança do paciente em todo o processo de internação. O GS1 Datamatrix, simbologia bidimensional, permite a codificação de grande quantidade de informações em um espaço muito compacto, usado desde 2008 pela instituição na parte logística, ganhou espaço também na unidade de internação, no preparo e administração de medicamentos.

O processo teve início em 2016 e agora atinge 100% dos processos de controle de medicamentos. “O uso do código de barras nos permite controlar a dose unitária do remédio, seja comprimido ou ampola”, explica Alessandra Pineda do Amaral Gurgel, gerente de Assistência Farmacêutica do hospital. Segundo ela, o mecanismo garante ministrar o medicamento correto ao paciente certo no horário determinado. A iniciativa levou o Hospital Alemão Oswaldo Cruz a receber o Prêmio Automação 2018, na categoria Saúde - Inovação na Segurança do paciente, concedido pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.

Outra vantagem da adoção da ferramenta, diz Alessandra, é o fato de permitir a dupla checagem, uma vez que todo o processo é eletrônico, desde a prescrição, a dispensação, o preparo à administração dos medicamentos. “Com isso, tivemos ganhos assistenciais e operacionais”, garante ela, ao destacar que 86% do volume de atendimento de pacientes internados estão disponíveis nos dispensários eletrônicos, o que permite rastrear todos os atendimentos com acesso restrito e seguro pela equipe responsável.

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz conseguiu também reduzir em 77% o índice de urgência nas medicações nas unidades de internação, uma vez que não necessita mais de deslocamentos para fazer a aplicação. “O medicamento hoje fica disponível de maneira segura para atendimento imediato ao paciente”, conta Alessandra. Além disso, a administração e a checagem no sistema é realizada em tempo real à beira do leito do paciente, sem que haja nenhum tipo de atraso de registro.

MV desembarca no Oriente Médio a convite de governo israelense

MV em Israel 2

Pela atuação na América Latina, liderança no Brasil e inovação promovida no contexto da Saúde, a MV foi convidada pelo governo israelense para uma visita ao chamado Vale do Silício do Oriente Médio. Israel, mais especificamente a capital Tel Aviv, conhecida por ser polo de inovação e concentrar uma das maiores quantidades de startups do mundo, recebe nesta semana uma comitiva da MV. O presidente da empresa Paulo Magnus, junto ao diretor corporativo de Sistemas Ubirajara Maia, ao diretor de Inovação Emerson Zarour e ao Chief Science Officer (CSO) Franco Motta, estão no País para intercâmbio de conhecimentos e formalização de parcerias com o objetivo de trazer ao Brasil mais disrupção no contexto da Saúde.

Na agenda dos executivos, já houve reunião com a Autoridade de Inovação de Israel, entidade pública independente e imparcial responsável pela política de inovação do País, e visita a eHealth Ventures e Mindset Ventures. A primeira, uma incubadora de tecnologias em Saúde Digital do governo formada por um consórcio de organizações de Saúde e investidores de todo o mundo; a segunda, uma empresa internacional de capital de risco que apoia o crescimento e o desenvolvimento de empresas inovadoras. “Estamos tendo a oportunidade de realizar importantes negócios para impulsionar ainda mais nossas tecnologias. Com acordos junto às instituições locais, pretendemos acelerar o uso da telemedicina e de dispositivos de captação de sinais vitais, ampliando o uso da inteligência artificial em nossas soluções de diagnóstico e prontuário, além de fortalecer o conhecimento científico das nossas aplicações clínicas”, comenta Paulo Magnus. Segundo a diretora de Desenvolvimento de Negócios do governo de Israel, Tamires Poleti, “pela importância e liderança da MV na área de inovação, há aqui muito espaço junto a empresas disruptivas”.

A presença da comitiva da MV em Israel ainda tem como foco a participação no MEDinISRAEL Conference and Exhibition, um dos maiores eventos de medical devices e Healthcare IT. Promovido pelo The Israel Export Institute em cooperação com o Ministério da Economia e Indústria, Ministério da Saúde e Ministério das Relações Exteriores, o evento reúne pensadores de todos os setores da alta tecnologia com formadores de políticas de Saúde que estão contribuindo com a reinvenção do futuro da Medicina e estilos de vida mais saudáveis. “Por meio da tecnologia, estamos focados em melhorias para tratamentos e cuidados da saúde. Por isso, buscamos por automação, telemedicina, inteligência artificial e uso de equipamentos médicos com aplicativos. Já testemunhamos excelentes práticas de Medicina, Saúde e Assistência em diversas empresas que visitamos. Como queremos levar sempre aos nossos clientes soluções seguras e capazes de gerar resultados melhores a cada dia, também estamos atentos no que diz respeito a proteção de dados sensíveis da comunidade cibernética israelense referência no mundo”, diz o diretor de Inovação da MV, Emerson Zarour. Israel é um país com forte expertise em cibersegurança. Há centenas de empresas e centros de pesquisa e desenvolvimento dedicados à segurança digital. O governo, inclusive, reserva parte do PIB para inovação e gigantes de tecnologia do mundo, como Microsoft e Google, já adquiriram empresas do ramo no País.

Essa primeira expedição da MV em Israel encerra no dia 30/03. Entre os últimos compromissos na agenda dos executivos brasileiros está a visita ao Sheba-Academic Medical Center Hospital, que é referência no Oriente Médio em Medicina avançada.

STERIS inaugura showroom no Brasil com US$ 1 milhão em equipamentos

slider1

A inglesa STERIS, líder global em esterilização, descontaminação, equipamentos de salas cirúrgicas e consumíveis, abre as portas do seu primeiro showroom em São Paulo com uma estrutura de 160 m² e US$ 1 milhão em investimentos em equipamentos e produtos de ponta do setor.

O showroom, localizado no bairro de Moema, vai apresentar seus mais modernos equipamentos que trabalham no combate à contaminação e ajudam a evitar infecções no ambiente hospitalar.

A empresa oferece também sistemas de suporte para procedimentos cirúrgicos, produtos, serviços e tecnologias para cuidados com a saúde.

Com o espaço, a empresa original de Ohio, nos Estados Unidos, pretende atrair novos investimentos e aumentar sua presença no mercado brasileiro e latino-americano.

“Esta chegada ao Brasil é muito e importante e além disso, a STERIS continua crescendo em toda a América Latina com perspectivas de novos investimentos para solidificar sua presença direta em importantes mercados. Ainda neste ano, teremos outros lançamentos para toda região alavancando ainda mais nossos resultados e nossa preocupação em ofertar ao mercado tecnologia de ponta e inovadora”, afirma Leonardo Cunha, vice-presidente e gerente-geral da STERIS Corporation na América Latina.

Showroom oferece test drive

O showroom terá espaço de treinamentos especializados para instituições e profissionais de saúde que buscam investir em educação continuada e melhoria de processos.

De acordo com Caroline Garone, gerente de produtos da STERIS, a educação continuada é uma tendência de investimento cada vez maior no setor da saúde.

“As instituições da saúde estão cada vez mais preocupadas em promover a educação continuada em saúde – aprimorando a formação, a atualização profissional e as melhores práticas dentro das instituições. Investimentos deste tipo também visam a melhoria da gestão hospitalar, a melhoria da qualidade da assistência e otimização de recursos”, afirma Garone.

O showroom também será um espaço de test drive onde os visitantes poderão assistir ao vivo como alguns equipamentos funcionam no centro cirúrgico, como o melhor posicionamento de pacientes nas mesas de cirurgias, utilização de sistemas integrados e inteligentes de iluminação, por exemplo.

Assim como presenciar um modelo de bloco cirúrgico que utiliza mesas e monitores integrados, para a comunicação entre as equipes em diferentes espaços de um hospital.

“Com o nosso sistema de integração é possível realizar transmissão ao vivo dos treinamentos para qualquer lugar do mundo. Serão realizados também treinamentos técnico-comerciais internos para equipe de vendas e distribuidores de toda América Latina”, explica Garone.

Fleury na vanguarda

Centro de Infusao_Unid. Morumbi 3

Na última sexta fomos conhecer o novo serviço do Grupo Fleury: seu Centro de Infusão. Inaugurado na Unidade Morumbi, a atividade está fora do que tradicionalmente se considera Medicina Diagnóstica, entrando em parte do tratamento, um movimento ousado de mercado com foco na integralidade do cuidado do paciente, bem como sua experiência.

Fomos recebidos por Jeane Tsutsui, diretora executiva de Negócios e Luis Eduardo Coelho Andrade, assessor médico em Imunologia e Reumatologia. Iniciamos a visita conhecendo as instalações do local, e logo seguimos para uma conversa sobre a iniciativa.

Além do extremo cuidado com a qualidade e segurança do serviço, duas propostas chamam a atenção: a entrega de um laudo com todas as informações pertinentes ao procedimento para o médico do paciente e a consideração do perfil do paciente. “Ao contrário de uma clínica, na qual o médico do paciente tem pouca supervisão sobre aquilo que acontece, no Fleury o paciente tem suporte de médicos especialistas na área, e seu médico recebe um laudo com a descrição dos cuidados da infusão, além de estar sempre em contato com a equipe. Isso dá muita tranquilidade para o profissional.”, diz Luis Eduardo. “Pensamos em todos os detalhes. Muitas vezes é um paciente que é produtivo e irá receber a medicação por um longo período de tempo” conta Jeane, se referindo à infraestrutura disponível em termos de conforto para o seu descanso ou acesso para trabalhar no local, com tablets, internet e tomadas. Tudo para minimizar o impacto do procedimento em sua vida.

Segundo ela, o Fleury encara a experiência do usuário como o atendimento real das suas necessidades, e não uma perfumaria. Pode ser que o paciente esteja passando por um momento de fragilidade ou ansiedade, e o fator humano aliado à tecnologia desempenham um papel fundamental para que ele se engaje, conheça melhor a sua saúde, e cuide dela. São um conjunto de serviços que fazem sentido para o seu momento particular, em todos os seus aspectos.

O Centro da Unidade Morumbi conta com uma farmácia e copa dedicada, e uma UTI para as reações adversas. A proposta é direcionar os casos mais complexos para a unidade em questão, e que os mais comuns possam ser distribuídos de forma capilar na rede, aproveitando as salas já preparadas de Prova de Função.

“Temos uma visão clara dos desafios do setor de saúde. Vimos uma oportunidade de oferecer serviços que são ambulatoriais para que os pacientes possam ter soluções cada vez mais completas em um mesmo local.” conta a executiva, lembrando que a área de imunologia está em evolução, em termos de novos medicamentos e possibilidades. “O paciente já nos conhece, temos o que chamamos de legitimidade de marca. Ano passado lançamos o Centro de Alergia e Imunologia, voltado para o diagnóstico, e agora ele se estende para o tratamento. É um contínuo: olhar o indivíduo de forma integrada. Uma consequência.”

Luis enfatiza que o Fleury está na vanguarda há algum tempo, não só pelas áreas de pesquisa e desenvolvimento mas também nos negócios. “Pouca gente sabe, mas o Fleury foi o primeiro laboratório que digitalizou o laudo, o primeiro do mundo a ter exames disponíveis pela internet. Há alguns anos, o Fleury decidiu fazer ECG, e foi um frisson entre os cardiologistas. Mas depois eles entenderam que o papel deles era o diagnóstico e não o exame em si. Foi uma ruptura de paradigma, e a partir daí, veio o ultrassom, raio-x, tomografia, ressonância, e hoje exames de diagnóstico por imagem estão amplamente presentes nos laboratórios.”, ele conta. Jeane completa dizendo que a proposta é, ainda, diferente de muitos países, nos quais laboratórios fazem somente Medicina Laboratorial.

A estratégia do Grupo é a de one-stop shop, onde o paciente realiza tudo que precisa em um mesmo local. Para eles, o diferencial é a empatia e acolhimento que os colaboradores têm com os pacientes. Inovação não apenas nos testes, mas nos serviços em geral, como por exemplo nos centros médicos integrados de especialidades, ou o avanço para tratamentos ambulatoriais.

Jeane conclui dizendo que há uma inquietação dos players na busca por soluções. “Hoje a saúde passa por desafios em termos de custo e adequação em sua utilização. Neste nosso posicionamento, nós já atuamos em medicina diagnóstica e podemos legitimamente estender o serviço para os pacientes. Claro, haverá aqueles que precisam de um ambiente hospitalar de maior complexidade. Queremos atuar de forma ampliada para dar soluções aos nossos pacientes.”, e quando perguntada sobre se ela acredita que outros laboratórios seguirão a tendência, ela diz, “No final todo mundo tem o mesmo objetivo. Eu acho que não existe um modelo único, existe uma combinação de modelos que façam sentido para o sistema de saúde”.

Congresso apresenta inovações tecnológicas em exames de imagem para cardiologia

Interventional cardiology. Male surgeon doctor at operation
Interventional cardiology. Male surgeon doctor at operation

O Departamento de Imagem Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DIC) realiza de 11 a 13 de abril o maior evento de discussão de imagem cardiovascular do país.  O DIC reúne cardiologistas, clínicos, radiologistas, ultrassonografistas, intervencionistas, pediatras que atuam com diagnóstico em cardiologia por meio de imagem.

No congresso em São Paulo serão abordadas as inovações, indicações e novos protocolos para o uso do ecocardiograma (ultrassom do coração), tomografia (angiotomografia), ressonância magnética e da medicina nuclear (cintilografia, PET) tendo como base as diretrizes internacionais e o que há de mais inovador nas discussões ao redor do mundo.

Em mais de 60 case sessions, conferências e mesas redondas, profissionais brasileiros e 11 estrangeiros, considerados os grandes inovadores em suas áreas, discutirão casos reais e cenários clínicos. O presidente do Congresso 2019, Dr. Rodrigo Bellio de Mattos Barretto, também chefe da Seção de Ecocardiografia do Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo acredita que “teremos uma programação diferente, com muita discussão de casos, permitindo uma análise crítica dos métodos de imagem nos mais diversos cenários clínicos”.

Anote na agenda:

9o Congresso do Departamento de Imagem Cardiovascular (DIC)

11 a 13 de abril

Centro de Convenções Frei Caneca – Bela Vista – São Paulo/SP

Grupo Pardini é pioneiro na disponibilização de resultados de exames via Whatsapp

Whatsapp, Messenger, Telegram and other phone chat Apps on iPhone screen
London, UK - July 19, 2018: The buttons of Whatsapp, Messenger, Telegram, Pinterest Twitter, Facetime and other chat apps on the screen of an iPhone.

O Grupo Pardini já atende à demanda de 10% de seus clientes de lojas (B-2-C) por meio do WhatsApp. Além disso, laboratórios, clínicas e hospitais parceiros do Lab-to-Lab (B-2-B), em todo o país, também utilizam o aplicativo por meio do Customer Service. Cada um deles tem um telefone de WhatsApp exclusivo. Só no mês de janeiro quase 25 mil clientes do Grupo Pardini foram atendidos pelo aplicativo com a iniciativa pioneira.

O sistema oferece acesso a sete serviços dos laboratórios da Grupo Pardini: Agendamento de exames e consultas; Informações de exames e outros serviços; Resultado de exames; Vacinas; Orçamentos; Endereço e horários de funcionamento; e Elogios, reclamações e sugestões. O acesso aos resultados de exames por meio do aplicativo é a ação que tem recebido a maior demanda, principalmente por apresentar facilidade e se adequar ao cotidiano dos clientes.

O serviço de atendimento foi implementado no fim de 2014 e, desde então, passou por diversas melhorias até alcançar o modelo atual. Como benefício aos clientes, a Gerente de Relacionamento com o Cliente do Grupo Pardini, Tathiana Rohlfs, destaca interatividade, agilidade, confiabilidade e disponibilidade. 

“O cliente pode escolher em qual canal quer ser atendido. O WhastApp é o meio de mais fácil acesso e mais utilizado atualmente. O Hermes Pardini foi pioneiro na utilização do WhatsApp Business, que oferece uma API para automatização de conversas e o cliente poderá entrar em contato com a empresa a qualquer momento, sem restrição de horário. Estamos desenvolvendo as melhorias com foco nas necessidades do cliente e melhorar a experiência do cliente no atendimento”, destaca.

Segurança garantida

O diretor de TI do Grupo Pardini, João Alvarenga, enfatiza que além da nova experiência digital disponível para todos os clientes, todas as mensagens enviadas possuem seu próprio código de segurança confirmando que as mensagens são criptografadas de ponta a ponta. Além disso, no WhatsApp aparece para o cliente o ícone verde ao lado do nome da empresa, que garante que é uma conta verificada, oficial do Grupo Pardini, ajudando na efetividade e segurança na transmissão das informações.

“Ofertando mais um canal de relacionamento marcamos presença onde as pessoas mais passam o seu tempo, e mais uma vez o Grupo Pardini se posiciona como pioneiro e inovador, afirma João Alvarenga.

Home Doctor inaugura sua 9ª unidade em Recife

HOME-DOCTOR-ESCOLHIDAS-4128-web

A Home Doctor implantou na cidade de Recife mais uma unidade de negócios para oferecer os serviços de internação e atendimento domiciliar. A empresa, que iniciou os atendimentos em outubro de 2018, realiza a inauguração oficial no dia 28 de março.

Segundo pesquisa divulgada pelo NEAD (Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar), a atenção domiciliar registrou crescimento superior a 40% no Brasil, na região Nordeste o aumento foi de 132% no último ano. O Home Care ou Atenção Domiciliar é um serviço que traz vantagens em oferecer um cuidado humanizado e personalizado, no qual cada paciente conta com um tratamento diferenciado de acordo com as suas necessidades e indicações clínicas, com diversos profissionais de saúde e equipamentos médicos em sua própria casa. “A ampliação significativa de nossa atuação em termos geográficos demonstra nitidamente que a Atenção Domiciliar está sendo reconhecida como uma solução altamente eficaz para a área da saúde”, afirma Dr. Cláudio Flauzino, diretor da Home Doctor.

Além do paciente estar em casa e próximo de sua família, com este tipo de atendimento, tem chances de uma recuperação mais rápida, diminuindo riscos de complicações clínicas, infecções e internações desnecessárias.

Com sede própria e infraestrutura completa, a unidade abrangerá cidades como Abreu e Lima, Cabo, Camaragibe, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Recife, São Lourenço da Mata e Várzea. Com a abertura de mais uma Unidade, a Home Doctor – que tem mais de 25 anos de mercado, avança em seu plano de crescimento e consolida sua liderança no mercado de Atenção Domiciliar e Soluções em Gestão de Saúde.