faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Santa Luzia é o único laboratório clínico de Santa Catarina com certificado internacional de qualidade do Colégio Americano de Patologistas

santa luzia

Laboratório conquista certificado de eficiência de gestão e acurácia dos diagnósticos e está entre os 10 centros de atendimentos que possuem esta acreditação no Brasil

O Laboratório Santa Luzia, integrado à Dasa – líder brasileira em medicina diagnóstica e maior empresa da América Latina –, acaba de receber o certificado internacional do Colégio Americano de Patologia (CAP). A acreditação atesta a conformidade dos processos laboratoriais, avaliados pelos padrões mundialmente reconhecidos, o que garante a qualidade dos resultados de exames. O Santa Luzia está entre os 10 centros de atendimento brasileiros que possuem a certificação e é o único laboratório clínico do Estado de Santa Catarina.

Para conquistar o selo de acreditação CAP, o laboratório participa de um programa internacional de avaliação de proficiência para cada um dos exames oferecidos, além de ser periodicamente auditado por médicos patologistas, em geral não brasileiros. A auditoria tem um foco educativo e avalia a qualidade dos processos técnicos, gestão de documentos e registros, equipamentos e insumos, gestão da qualidade e de pessoas, sistema de informações laboratoriais e segurança do paciente.

Segundo a diretora médica do Laboratório Santa Luzia, Annelise Correa Wengerkievicz Lopes, a acreditação contribui muito para o atendimento ao paciente no dia a dia. “Além de comprovar a qualidade das análises, o certificado mostra a eficiência de gestão que conquistamos em todos os setores. O esforço é diário para que o atendimento ao paciente seja eficaz e padronizado”, diz.

Com este certificado, o Laboratório Santa Luzia é acreditado pela décima vez. Em 1999, foi o primeiro laboratório do Brasil a conquistar, simultaneamente, três dos principais selos de qualidade, entre eles o selo da CAP.

Sobre o Laboratório Santa Luzia

O Laboratório Santa Luzia, centro diagnóstico que integra a Dasa, atua na área de medicina diagnóstica e preventiva em Santa Catarina há mais de 40 anos. Referência entre os mais avançados laboratórios de patologia clínica do Brasil. Oferece mais de 1,6 mil exames, cerca de 20 tipos de vacinas e uma estrutura completa com mais de 30 unidades de atendimento (incluindo clínicas e hospitais) distribuídas pela Grande Florianópolis. Em 2017, a Dasa, maior empresa de medicina diagnóstica da América Latina, passou a fazer parte da sociedade do laboratório, junto com a família Zunino, que permanece à frente da empresa. Para mais informações acesse o site.

Empresas que investem no bem-estar dos funcionários

tres-maneiras-de-melhorar-a-saude-dos-funcionarios-com-analytics.jpg
bem estar - shutterstock

Atrair, motivar e reter talentos é o que as empresas mais buscam. Do outro lado, funcionários procuram por ambientes de trabalho que se sintam à vontade, estimulados, que proporcione qualidade de vida e que sejam criativos e dinâmicos.

De acordo com o estudo Tendências Globais de Capital Humano de 2018, realizado pela Deloitte, com 11 mil entrevistados, 86% dos funcionários esperam trabalhar em horários flexíveis, 67% querem um escritório com design que propicie bem-estar, 63% dos entrevistados gostariam de ter acesso a snacks saudáveis, enquanto 60% das pessoas adorariam um programa de suporte mental.

Já entre as empresas, 61% das entrevistadas afirmam que programas de bem-estar oferecidos melhoram a produtividade e os resultados financeiros da marca. 60% acreditam que eles ajudam a reter funcionários e 43% que ajudam a reforçar a missão e visão. 92% dos executivos entrevistados apontaram a atenção com o bem-estar como uma questão importante para as atividades profissionais no futuro.

De modo geral, as pessoas esperam que as empresas sejam cada vez mais responsáveis, não só como consumidoras, mas também como colaboradoras.

De olho nesse cenário, empresas brasileiras estão investindo cada vez mais em ações voltadas para melhoria da qualidade de vida dos próprios funcionários. Conheça algumas delas:

Liv Up, startup de alimentação saudável - Além de incentivar os consumidores a terem uma vida mais saudável, também permite uma qualidade de vida maior aos funcionários. Disponibiliza as próprias refeições e snacks para os colaboradores e conta com ações voltadas para o bem-estar e entretenimento deles. Como o "Living Up on the roof", projeto que incentiva atividades físicas com aulas abertas de acordo com o interesse dos colaboradores e parceiros que querem divulgar modalidades esportivas. Também conta com o "Livupalloza", focado em integração e entretenimento do time, realizando eventos para que os funcionários possam ser eles mesmos e mostrarem seus talentos aos demais, seja com canto, dança, teatro, pintura, performances, etc.

Com a cultura de integrar seus colaboradores e gerar conexão entre eles, a Solides, HR Tech especializada em Gestão e recrutamento de pessoas, é um outro exemplo de empresa que oferece ações internas pensando no bem-estar do time. Uma delas são os talks, reunião mensal com todos os funcionários para apresentar curiosidades, palestras e especialistas para gerar interação entre os funcionários de todas as áreas. A startup também conta com uma banda formada por integrantes que trabalham na empresa e que, sem combinarem, começam a tocar os instrumentos que ficam na sede da Solides, geralmente durante o almoço e no fim do expediente. E, como o DNA da marca é integrar seus colaboradores, dar as boas vindas de forma inusitada aos novos contratados é uma ação que não podia ficar de fora. Toda vez que um funcionário é contratado, a equipe de RH da empresa recebe de braços abertos o novo "Solidiano" que chega na casa. O departamento promove reunião e apresentação geral, além de um quiz que todos os funcionários respondem para tentarem adivinhar quem são os recém-chegados e se aproximarem dos novos integrantes do time. O churrasco, feito na nova churrasqueira da equipe, é também um dos benefícios que os quase 150 funcionários que a Solides possui. Os colaboradores podem aproveitar muita comida e cerveja boa, caso as metas sejam atingidas, uma vez no mês.

Com 150 funcionários, a fintech Geru, primeira e maior plataforma de empréstimo online do Brasil, está em seu quarto escritório desde a fundação (2015), em um prédio descolado e moderno, o que dá cara e estilo para a startup localizada na região de Pinheiros, em São Paulo. Os colaboradores se reúnem em grupos em comum para assistir a séries da Netflix na sala de descompressão da empresa, que é um local de relaxamento e descontração. No espaço, também tem locais para colocar bikes, além de videogame, biblioteca, mesa de jogos e jogos de tabuleiro. O ambiente é 'fun' com sofás e uma cozinha integrada, além disso é levemente decorado, onde são feitas festas comemorativas ao longo do ano.

Com uma cultura que considera colaboradores e funcionários tão importantes quanto os seus próprios clientes, o Supermercado Now, maior plataforma de supermercado online, oferece diversos benefícios para quem se dedica a fazer a startup funcionar. Os 48 funcionários da empresa tem R$ 60 reais em créditos mensais para as suas próprias compras, além de isenção de frete e cupom de desconto adicional na primeira compra. No dia a dia de trabalho, também há a liberdade para home office, de acordo com as necessidades e acordo com o gestor, e folga no dia do aniversário. Por último, todos eles também têm acesso a alguns alimentos (frutas e bolos principalmente) disponibilizados pela própria empresa.

Já o Promobit, social commerce que apresenta as melhores ofertas da internet, conta com a área de endomarketing, responsável por pensar e realizar atividades que proporcionam bem-estar aos colaboradores. Atualmente existe um processo de onboarding, onde os novos contratados conhecem a empresa, processos e os novos colegas. Também são realizadas atividades para promover maior entrosamento entre os funcionários: eventos para comemorar aniversários, festas temáticas e atividades por grupo de interesse. Esses grupos, aliás, são um dos maiores diferenciais da startup. Divididos por: filmes, fitness, games, gourmet e futebol, os interessados podem entrar e participar das discussões e atividades. Cada colaborador recebe uma verba a ser gasta em eventos desses grupos, então, eles se juntam para assistir filmes, levam videogames ou boardgames e pedem pizza, saem para comer em restaurantes diferentes, e até mesmo se juntam para fazer trilhas, andar de kart ou fazer escalada. As pessoas podem participar de quantos grupos tiverem vontade e as atividades são um sucesso na empresa. Além disso, os colaboradores são presenteados quando completam 1 ano de trabalho, e existe a opção de fazer Home Office 2 vezes por semana.

Na Samba Tech, empresa que ajuda pessoas e empresas a se comunicarem melhor por meio dos vídeos, os investimentos no bem-estar dos funcionários incluem horário flexível, massagem, festas de integração, o chamado "churrasquinta", que acontece sempre na última quinta-feira do mês, "jogatina" - campeonato de torneios em uma noite de jogos. O maior diferencial entretanto é uma iniciativa que criou um comitê de cultura e diversidade com o objetivo de discutir um tema atual, e cada vez mais importante dentro de empresas, a inclusão. O comitê age para instruir e educar as pessoas sobre a importância de ter diversidade dentro da empresa, e também sugere formas de atrair colaboradores mais diversos para todas as áreas.

A.C.Camargo Cancer Center apresenta nova torre na Aclimação

ac-camargo

Anuncia unidades Itaim e Tatuapé e ampliação em Santo André.

Com investimento de R$ 360 milhões, rede de unidades ambulatoriais reorganiza os serviços no modelo cancer center para melhorar acesso, conforto e comodidade do paciente. Complexo hospitalar na Liberdade passa a concentrar alta complexidade.

O A.C.Camargo Cancer Center apresenta nesta quarta-feira, 28, a nova unidade Pires da Mota, na Aclimação, e anuncia seu programa de expansão de unidades ambulatoriais em rede na região metropolitana para proporcionar melhor acesso, comodidade e conforto aos pacientes que se deslocam para o atendimento médico e multiprofissional especializado, além de diagnóstico, infusão de medicamentos (quimioterapia), cirurgias ambulatoriais, reabilitação e radioterapia em ambiente ambulatorial. Ainda em 2019 e nos próximos anos, outras três novas unidades serão inauguradas nos bairros da Aclimação, Itaim e Tatuapé. Em funcionamento há dez anos, a unidade Santo André, que atende sobre tudo a região do ABC, passará por modernização e ampliação das instalações e dos serviços.

Ao todo serão oito unidades, sendo quatro em operação e quatro novas unidades: Pires da Mota, Castro Alves, Itaim e Tatuapé. Juntas, adicionam à estrutura existente 161 consultórios, 67 salas de infusão,43 salas de exames diagnósticos e 18 salas cirúrgicas de pequena e média complexidade, além de dois complexos de radioterapia com equipamentos de última geração. Desde 2017 estão sendo investidos R$ 360 milhões na estratégia de reorganização da rede e expansão das novas unidades ambulatoriais.

“Na prática, com essa ampliação da rede buscamos proporcionar maior acesso e capilaridade aos serviços, melhorando acentuadamente a experiência do paciente. Além disso, duplicaremos nossa capacidade de atendimento ambulatorial trazendo maior integração e agilidade às diversas etapas do tratamento oncológico, que exige uma sequência de visitas dos pacientes”, afirma Marcos Cunha, Superintendente Executivo de Negócios.

O complexo hospitalar da rua Prof. Antonio Prudente, que já ampliou sua ala de transplantes hematológicos, também receberá investimentos para ampliação e modernização de leitos, pronto atendimento e infraestrutura de suporte. As áreas ambulatoriais  serão transferidas para a rede e nela ampliadas e melhor adaptadas.

A nova Unidade Pires da Mota já oferece a integração da jornada de tratamento do paciente, com maior eficiência dos processos e melhoria da qualidade dos serviços, iniciando com os Centros de Referência em Tumores Cutâneos, Ginecológicos e de Mama. Os demais Centros de Referência dos Tumores de Cabeça e Pescoço, Aparelho Digestivo Alto, Colorretais, Urológicos, Hematológicos, de Tórax, Pediátricos e do Sistema Nervoso Central, que atualmente recebem seus pacientes em áreas do complexo hospitalar,  também serão transferidos para a rede de unidades ambulatoriais a partir da inauguração das novas unidades.

As práticas do modelo, como o Tumor Board (fóruns multidisciplinares de discussão de casos) e as enfermeiras navegadoras vêm se consolidando nos últimos anos para todos os centros de referência da rede. A nova estrutura será implementada de forma a descentralizar os diferentes tipos de cuidado. A ideia é que os atendimentos de menor complexidade e volume sejam distribuídos paulatinamente para as unidades avançadas e que a assistência mais complexa e de emergência fique concentrada na Unidade Central. Este modelo não apenas dá mais agilidade e dinamiza a logística do serviço, como pulveriza o cuidado oncológico e facilita o acesso a quem não vive no centro.

Modelo cancer center

Há seis décadas o modelo cancer center, desenvolvido pelo National Cancer Institute, dos Estados Unidos, vem sendo implantado como instituições de referência internacional, com 71 instituições naquele país e mais de uma centena espalhados pelo Canadá, Europa e Ásia. “Os resultados já publicados demonstram melhor efetividade no desfecho dos casos, melhoria significativa das curvas de sobrevida de pacientes, padronização de conduta terapêutica embasada em ciência e redução do desperdício dos recursos. Atualmente é o modelo de maior sucesso para diagnosticar e tratar a doença, melhor qualidade e custo-efetividade do tratamento oncológico. Estimamos que com a prática do modelo e o acompanhamento dos indicadores nos próximos ciclos, outras instituições no Brasil poderão também avançar em sua adoção, e o A.C.Camargo promoverá esse movimento”, afirma Vivien Rosso, Superintendente Geral do A.C.Camargo Cancer Center.

Com o tratamento integrado por protocolos e processos racionalizados, é oferecido o tratamento adequado e seguro para cada caso e etapa, da forma mais eficiente, humanizada e conveniente para cada paciente. Os maiores especialistas em suas áreas de atuação e o corpo assistencial dedicam seu conhecimento a esta Instituição, que é referência internacional há mais de seis décadas no diagnóstico, tratamento, ensino e pesquisa do câncer. “A medida que novos conhecimentos e tecnologias surgem, as pesquisas clínicas são oferecidas, novos tratamentos são implantados para permitir o avanço do tratamento e melhores resultados clínicos aos pacientes”, complementa Vivien.

Unidade Pires da Mota: arquitetura funcional e adaptada ao modelo

A unidade Pires da Mota foi desenhada a partir do conceito healing spaces, em tradução livre “espaços que curam”. Isso significa que ela foi pensada para humanizar o atendimento desde a recepção até os leitos, os consultórios, as salas de espera e a recepção. A arquitetura valoriza a iluminação natural garantindo o bem-estar dos pacientes. Com investimento de aproximadamente R$ 120 milhões, a unidade oferece serviços integrados aos prestados no complexo hospitalar, localizado à Rua Antônio Prudente, que conta com infraestrutura para atender cirurgias de alta complexidade, leitos hospitalares e dedicados aos transplantes de órgão e medula óssea, pronto atendimento e radioterapia.

As novas instalações oferecem a mais avançada tecnologia, com destaque para:

 Centro de Diagnósticos com serviço da coleta de análises clínicas e equipamentos de última geração para ressonância magnética, tomografia, mamografia, densitometria, ecocardiografia, ultrassonografia, dermatoscopia, entre outros;

 70 consultórios para acomodar os pacientes nas especialidades de cirurgia oncológica, oncologia clínica e radioterapia, além de especialistas multidisciplinares que atuam na assistência integrada do paciente, como cardiologistas, endocrinologistas, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas e outros;

 Serviço de Anatomia Patológica integrado a todas as etapas do cuidado, permitindo a entrega de resultados críticos no menor tempo possível;

 Centro de infusão com 25estações de aplicação privativas;

 Centro Cirúrgico Ambulatorial com nove salas voltadas às cirurgias em pacientes de baixo risco anestésico e cirúrgico, que é maioria dos casos diagnosticados precocemente (estádios I e II), com 18 leitos para recuperação;

 Espaços de convivência para os pacientes e familiares e sessões de orientação e reabilitação psicossocial.

Programa de Expansão: saiba mais sobre as outras três novas unidades

A unidade Castro Alves Assistencial, na Aclimação – que além de serviços ambulatoriais vai abrigar o novo Banco de Sangue com capacidade ampliada e maior conforto aos doadores – tem previsão de iniciar suas atividades em novembro desse ano. Esta unidade atenderá também os pacientes ambulatoriais da rede SUS, reiterando a função social da instituição e sua parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Já a unidade Itaim, na av. Brig. Luís Antônio, tem a previsão de iniciar os atendimentos de consultas em dezembro desse ano. A unidade Tatuapé, que ficará próxima à av. Radial Leste, será construída a partir de planta especialmente concebida para seu funcionamento e tem previsão de estar pronta para receber os pacientes da região no final de 2022.Por fim, a unidade Santo André, que passará por modernização e ampliação dos serviços integrados, inicia suas obras no mês de outubro e tem previsão de ser  reaberta em julho de 2020.

Centro de Referência: o paciente no centro do cuidado

O A.C.Camargo vem trabalhando na consolidação e expansão de sua atuação no modelo Cancer Center por meio da implantação dos Centros de Referência (CR), grupos multidisciplinares que entregam um diagnóstico mais preciso e um tratamento personalizado para a necessidade de cada paciente. Inovação no modelo de tratamento do câncer no Brasil, o Centro de Referência é adotado nos principais cancer centers em todo o mundo.

O conceito proposto pelo CR é o de que um grupo multiprofissional de especialistas – cirurgiões oncológicos, oncologistas clínicos, radioterapeutas, patologistas, enfermeiros, nutricionistas, pesquisadores, entre outros profissionais - estejam integrados no atendimento ao paciente, decidindo em conjunto o que cada um fará nas diferentes fases do tratamento. Isso permite a otimização de consultas e exames, garantindo menor tempo possível e menos visitas à unidade médica.

Outro destaque fica por conta dos enfermeiros navegadores que acompanham e orientam o paciente durante toda a jornada de cuidados, facilitando o fluxo de informações na transição entre os vários profissionais envolvidos no processo de atendimento.

A adoção de protocolos clínicos que asseguram a excelência e padronizam o tratamento por evidência científica em todas as etapas é outro grande benefício da organização em centros de referência. Além disso, os casos mais complexos e sem protocolos disponíveis são encaminhados para fóruns multidisciplinares de discussão, os tumor boards, que ainda permitem o acesso a novos tratamentos por meios dos clinical trials, que testam os avanços da oncologia.

Centro de Referência de Tumores da Mama: projeto pioneiro - O novo modelo teve início com a implementação do CR de Mama, em 2017, que reúne 17 especialidades como: cirurgia, anestesia, oncologia clínica, radioterapia, anatomia patológica, radiologia, fisioterapia, psicologia, nutrição, entre outras. De lá para cá, a Instituição já observa grandes avanços: redução de mais de 20% no tempo entre a primeira consulta e o início do tratamento, além do aumento da satisfação do paciente.

Sobre o A.C.Camargo Cancer Center

Referência internacional em oncologia, o A.C.Camargo Cancer Center é um dos mais importantes centros especializados e integrados de diagnóstico, tratamento, ensino e pesquisa do câncer. A instituição provê assistência integrada, de alta complexidade, humanizada e centrada nas necessidades e segurança dos pacientes, em todas as etapas, desde o diagnóstico até a reabilitação. No A.C.Camargo, médicos e cientistas atuam em conjunto no desenvolvimento de pesquisas que serão aplicadas no futuro da oncologia, resultando nas melhores alternativas terapêuticas e, consequentemente, no aumento dos índices de cura e de sobrevida do paciente. Possui o mais importante centro privado de Pesquisa sobre o Câncer do país, o CIPE. No Ensino, é a principal Instituição formadora de especialistas, residentes, mestres e doutores em oncologia do país, aptos a compartilhar o conhecimento e atuar no combate ao câncer em benefício de toda a sociedade.

InterSystems Global Summit 2019 antecipa tendências de tecnologia e gestão

internet-das-coisas

Entre 22 e 25 de setembro, a InterSystems promove o Global Summit 2019, em Boston (Massachusetts, EUA), quando apresenta uma programação repleta de tendências e soluções para desenvolvedores, CEOs, CIOs e CTOs e gestores de empresas de vários segmentos da economia. A novidade deste ano é o Executive Track, um espaço para troca de experiências entre profissionais mais ligados à implantação e engenharia dos sistemas.

Segundo Alexandre Tunes, country manager da InterSystems Brasil, “o principal objetivo desse encontro anual é promover o networking e proporcionar aos participantes soluções para os desafios de negócios e tecnológicos que vão impulsionar os negócios”. Em todos os dias, o Global Summit 2019 terá apresentações de especialistas da indústria e executivos da InterSystems em mais de 50 sessões exclusivas, com experiências práticas e oportunidade de treinamento individual.

Os desenvolvedores da comunidade InterSystems estarão disponíveis para apresentar os recursos atuais e futuros das soluções da empresa para auxiliar os interessados em criar projetos para transformação digital baseados em analytics, machine learning, implantação em nuvem, interoperabilidade e escalabilidade para corporações, instituições financeiras e o setor da saúde.

Saúde – O encontro terá ainda a Healthcare Leadership Conference, principal evento da InterSystems para que executivos da área de saúde explorem o papel da tecnologia da informação em um setor em rápida mudança. A conferência aproveitará estudos de caso, discussões em mesas-redondas e apresentações sobre “High Value Health and Health IT” – o valor da tecnologia para a saúde. A conferência é apresentada a executivos sêniores de instituições de serviços de saúde, fontes pagadoras, representantes de governo e saúde pública e instituições de pesquisa.

Programação completa do Global Summit 2019 no link.

Sobre a InterSystems

A InterSystems é o mecanismo por trás das aplicações mais importantes do mundo. Em saúde, finanças, governo e outros setores em que vidas e meios de subsistência estão em jogo, a InterSystems é o poder por trás do que importa™. Fundada em 1978, a InterSystems é uma empresa privada com sede em Cambridge, Massachusetts (EUA), com escritórios em todo o mundo, e seus softwares são usados diariamente por milhões de pessoas em mais de 100 países. Para mais informações, visite a InterSystems.

Market Access na área farmacêutica

Karina Brito1

O custo da demora na contratação de profissionais sêniores ou de alta gerência para uma empresa é alto. Não se fala muito sobre isso, porque parece um “valor intangível” e não existem estudos específicos com parâmetros científicos publicados.

No caso de um profissional de Market Access para indústria farmacêutica e de biotecnologia, uma forma não científica de se fazer essa análise de custo seria a comparação com o tempo que um determinado produto vai levar para ser incorporado em listas de fontes pagadoras de saúde. E aí a conta fica mais fácil. Uma planilha que é visualizada todos os dias nas empresas, às vezes mais de uma vez por dia, é a de P&L. O potencial de mercado mais a curva de crescimento desse produto em determinados mercados é outro parâmetro que sempre está sempre muito bem estabelecida. Atrasou seis meses porque ainda não iniciamos o processo de contratação do profissional responsável? Quanto isso representa no P&L?

Óbvio que o atraso na inclusão desse profissional no quadro de colaboradores não é o único fator que influencia no atingimento dos resultados esperados ou não, mas cada vez mais as empresas estão conscientes  de que profissionais com esse tipo de experiência e capacidade de execução são imprescindíveis.

Essa posição está segmentada basicamente em dois tipos de profissionais: o planejador / estrategista e o executor. Em empresas de menor porte, geralmente, uma única pessoa tem que exercer as duas funções. Nisso tem a vantagem da agilidade de se corrigir a estratégia mais rapidamente quando se percebe no momento da execução que não era factível com a realidade. Esse profissional, no entanto, tem que ter espírito empreendedor e ser apaixonado por execução tanto quanto o é pela estratégia.

Em empresas de maior porte vamos encontrar os dois tipos, e aí o que precisa estar sempre alinhada é a comunicação entre o estrategista e o executor. Nesse caso, a característica fundamental do executivo estrategista é saber ouvir o time e compreender os ajustes que precisam ser feitos na estratégia. No executor, o essencial é ter aquele nível de ousadia para expressar de forma clara o que funciona e o que não funciona na estratégia, contribuindo com o planejamento e correção do plano, se necessário.

Trabalhei por anos nessa função, às vezes com equipe e às vezes sem. Algumas ocasiões com equipe espalhada por outros países tendo que liderar por influência. Atualmente assessoro os corpos diretivos e recursos humanos das empresas de saúde a encontrar os profissionais dessa e outras áreas que podem ter influência direta nos seus resultados financeiros.

Sobre a autora

Karina Brito é sócia da Signium, empresa global de estratégia de recursos humanos.

Nova terapia para o câncer de próstata avançado chega ao Rio de Janeiro

shutterstock_547345264_cancer de colon

Tratamento desenvolvido na Alemanha apresenta eficácia, melhorando a qualidade de vida e o aumento de sobrevida de pacientes

Importante evolução no tratamento para pacientes com câncer de próstata avançado, o PSMA-LUTÉCIO-177 já está disponível na Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras. Primeira clínica desta especialidade no Brasil, fundada em 1954, é também a pioneira na realização desta terapia no Estado do Rio de Janeiro. “Infelizmente, o câncer de próstata é uma doença muito prevalente. O PSMA-Lutécio-177 é a mais nova ferramenta disponível para o oncologista/urologista. Fomos os primeiros a realizar a terapia com Radio-223, também indicada para o câncer de próstata, mas apenas em casos com acometimento estritamente ósseo. O PSMA-Lutécio-177 surge para tratar os pacientes que apresentam doença disseminada em outros órgãos”, explica Dr. Marcos Villela Pedras Polonia, Diretor Comercial-Administrativo da Villela Pedras.

Estimativas apontam que entre 10% a 20% dos casos de câncer de próstata progridem para doença metastática resistente à castração (mCPRC). A Dra. Sumara Gouveia, médica nuclear da Villela Pedras, avalia que 90% desses casos apresentam metástases ósseas associada a dor, fratura patológica e diminuição da qualidade de vida. “Várias terapias, como supressão androgênica de primeira e segunda linha, quimioterapia, radioterapia e imunoterapia são utilizadas para o tratamento de câncer de próstata. Porém, há poucas opções para os pacientes que não respondem ao tratamento quimioterápico e que apresentam níveis de PSA sérico evolutivamente mais elevados. Para tais pacientes, que já passaram pelas terapias convencionais sem progresso, há a possibilidade de recorrer ao tratamento com o PSMA Lutécio-177, desenvolvido na Alemanha”, afirma a médica da Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras.

O tratamento com o PSMA Lutécio-177 é programado para ser realizado, no mínimo, em quatro sessões, com intervalos de seis a oito semanas entre as doses. “Essa opção terapêutica tem baixa toxicidade, com melhora clínica e, também, na qualidade de vida, o que acarreta em redução das complicações, eventos clínicos e custos decorrentes da doença oncológica metastática. O tratamento aumenta, ainda, a sobrevida do paciente”, afirma a Dra. Flavia Paiva, também especialista em Medicina Nuclear na Villela Pedras.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que o câncer de próstata é o segundo mais frequente entre os homens, sendo que 75% dos casos acometem indivíduos a partir dos 65 anos de idade. Para 2018, a projeção era de que fossem registrados 68 mil novos casos no Brasil.

“Estamos bastante esperançosos em poder ajudar o paciente que já passou por diversos outros tratamentos prévios. Os trabalhos têm sido cada vez mais promissores. Um percentual significativo destes pacientes tem apresentado excelente resposta após o tratamento”, afirma o Dr. Marcos Villela Pedras.  “Enviamos nossos médicos para Áustria e Alemanha para acompanharem este tratamento ‘in loco’ com as pessoas que desenvolveram este tratamento. Estamos aptos a oferecer o que há de mais moderno e seguro”, completa o diretor da Villela Pedras.

Sobre a Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras

Pioneira em medicina nuclear no Brasil, a Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras foi fundada em 1954 pelo Dr. José Augusto Villela Pedras (in memoriam). Há 65 anos, investe em equipamentos de última geração, além do constante aperfeiçoamento e treinamento de sua equipe. Todos os médicos de seu corpo clínico possuem título de especialista em Medicina Nuclear.

Atualmente, a Clínica de Medicina Nuclear Villela Pedras possui três unidades localizadas no Leblon e no Centro da capital, além de uma unidade em Petrópolis. Todas as instalações são modernas e confortáveis, com foco no atendimento humanizado. Os procedimentos realizados auxiliam, principalmente, as áreas de Oncologia, Cardiologia, Neurologia, Urologia e Endocrinologia, dentre outras especialidades, tanto como exames complementares como terapia com materiais radionuclídeos.

PareBem marca presença no Healthcare Innovation Show 2019

parebem

Além de patrocinar evento, empresa irá apresentar novidades em soluções para a gestão de estacionamentos voltadas para a saúde

A PareBem Estacionamentos, uma das maiores gestoras de estacionamentos do Brasil, é patrocinadora do 5º HIS - Healthcare Innovation Show. O evento, que acontece nos dias 18 e 19 de setembro, no São Paulo Expo, reúne executivos, gestores, médicos, pesquisadores e profissionais de toda a América Latina.

No estande da empresa serão apresentadas as principais novidades em soluções para a gestão de estacionamentos no setor da saúde. "Sabemos que é no estacionamento que, muitas vezes, se constroem a primeira e a última impressão do cliente. Por isso, nosso objetivo é contribuir com o aperfeiçoamento dos serviços nesse ambiente, utilizando a tecnologia como principal aliada. Oferecemos um serviço qualificado que atenda às necessidades e impacte positivamente os clientes em sua experiência", conta Marcelo Nunes, CEO da companhia.

Atenta às novidades do mercado, a PareBem investe no que existe de mais avançado em tecnologia para o setor, contemplando soluções que vão muito além de gestão de vagas: inteligência na criação e gestão de processos, integração de base de dados, serviços acessórios e automação das operações resultando em melhor experiência do usuário.

A empresa, por exemplo, é a única gestora de estacionamentos do Brasil a possuir um CCO (Centro de Controle Operacional). Por meio desse ambiente é possível o gerenciamento remoto das mais diversas atividades do estacionamento, gerando ganho de eficiência e extrema qualidade na prestação dos serviços. Para demonstrar sua expertise no setor, o Diretor Comercial da PareBem, Anderson Kolberg falará sobre as novidades voltadas para a saúde durante o discurso Estacionamentos – O usuário, a experiência e a tecnologia, que acontece no dia 19/09.

Atendimento melhor e mais conforto começa pelo estacionamento

A PareBem entende que, por ser o acesso dos pacientes, familiares, médicos e demais profissionais de saúde que atuam nos hospitais, o estacionamento deve oferecer mais do que apenas o espaço das vagas, funcionando como um hub de serviços que geram mais conforto aos usuários. Quando bem administrado, o estacionamento impacta positivamente o negócio e melhora a percepção dos clientes que, no caso das unidades de saúde, muitas vezes chegam em situações críticas ou com necessidades especiais, demandando atendimento qualificado e atento, mesmo diante de grandes movimentos nos processos de recepção e devolução dos veículos.

Nesse contexto, a gestão das vagas exige maneiras de reduzir o tempo de espera à medida que há necessidade de aumentar constantemente a eficiência operacional. Para isso, a empresa dedica esforços e investimentos para automatização dos processos, com indicadores de performance em tempo real, e treinamento especial para as equipes que atuam nas unidades de saúde.

Sobre a Pare Bem

Fundada em 1983, a Pare Bem é detentora de uma das maiores plataformas de estacionamentos do Brasil, sendo responsável pela gestão de mais de 92 mil vagas em 35 cidades do País. Em 2015, recebeu investimentos do Pátria Investimentos, empresa global de gestão de ativos alternativos e pioneira na indústria de Private Equity no Brasil. Através de investimento massivo em tecnologia e na melhoria de processos de gestão tem se destacando pela eficiência. A empresa emprega atualmente mais de 2.000 colaboradores e opera em shoppings, aeroportos, edifícios comerciais, vias públicas, entre outros. Visite o site.

Modelo de saúde do futuro terá DNA das autogestões, afirma presidente da UNIDAS

Modelo de saúde do futuro terá DNA das autogestões, afirma presidente da UNIDAS
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Atenção Primária à Saúde, maior participação dos beneficiários na gestão do plano e medicina integrada devem fazer parte do futuro do setor; tema será discutido no 22º Congresso Internacional UNIDAS

Nos últimos cinco anos, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), três milhões de pessoas deixaram de ter planos de saúde. Os motivos passam pela crise econômica brasileira, que levou milhões de brasileiros ao desemprego. Olhar para esse futuro e buscar alternativas sustentáveis é tarefa prioritária para o segmento da saúde suplementar.

O futuro da medicina está sendo moldado com as novas tecnologias que irão ampliar as possibilidades de cura, facilitar diagnósticos, aumentar a expectativa e qualidade de vida e mudar para sempre o setor. Mas não é só isso. Segundo o presidente da UNIDAS (União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde), Anderson Mendes, algumas das características da autogestão, modelo em que a própria empresa ou instituição administra plano de saúde de seus beneficiários, também farão parte do modelo de saúde do futuro.

"A expectativa é que o setor trabalhe cada vez mais com medicina integrada, investindo não só em diagnóstico e tratamento, mas enxergando o paciente como um todo, incluindo fatores físicos, orgânicos, psicológicos e sociais, para, assim, trabalhar com foco em programas de Promoção da Saúde e de Atenção Primária à Saúde, característica da autogestão, que foi pioneira na implantação e gestão desses programas na década de 90", explica Mendes.

Com base nesse modelo, as empresas e instituições que fazem a contratação dos planos de saúde, também estão discutindo a saúde do funcionário. "A tendência é que esse modelo do futuro seja mais interligado, com maior participação tanto da fonte pagadora, quanto do beneficiário, outra característica da autogestão", explica o presidente da UNIDAS.

O futuro das autogestões no foco das discussões

Mesmo mantendo o seu DNA, que fará parte do futuro do setor, as autogestões também precisam se adaptar às novas tecnologias e às novas formas de relacionamento. E esse será um dos temas do 22º Congresso Internacional UNIDAS, que irá discutir a autogestão do futuro com o professor Cláudio Queiroz, mestre e graduado em administração, pós-graduado em Recursos Humanos IAG Master e Marketing. O evento, que esse ano tem como tema central a importância das autogestões na transformação do setor da saúde do Brasil, acontece entre os dias 23 e 25 de outubro, em Atibaia (SP).

Dentre outros tópicos, em sua palestra, o professor ressalta a importância de investimentos para potencializar a construção de uma organização diferenciada, que atenda às necessidades e anseios dos públicos de interesse.

Para Queiroz, é necessário atuar de forma estratégica, a fim de se antecipar aos acontecimentos. "É o papel das instituições se preparar e preparar suas equipes para o futuro. Os desafios estão sempre alinhados com a forma como as equipes atuam no dia a dia, romper padrões estabelecidos que não mais atendem as nossas necessidades", completa o professor.

Humanização é tema entre ações do CHN

politicas-publicas-para-formacao-de-cuidadores.jpg
- Divulgação

Atividades realizadas pelo hospital visam mudar o paradigma do atendimento hospitalar

No setor de saúde, humanizar o cuidado do paciente significa abordar, além dos sintomas e das patologias, uma visão integral do ser humano. Trata-se de uma proposta de atendimento personalizado, que busca entender as necessidades do paciente e fortalecer a relação entre ele e os profissionais da área.

Com essa filosofia, cada vez mais debatida, e os benefícios observados das chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICs), o Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) realizou, recentemente, três ações com o objetivo de promover a humanização dos pacientes e de suas famílias. 

A primeira, que floresceu na Unidade de Oncologia e Transplante do CHN, se trata de uma obra da artista plástica Magali Campos, que reproduz uma Árvore da Vida – uma cerejeira –, construída com tronco de descarte, galhos e flores permanentes. Nela, pacientes e familiares penduram bilhetes emocionantes em que relatam seus sentimentos de esperança, superação e gratidão pela vida. Com 2,40 metros de altura, o monumento já é um dos locais favoritos para selfies em horários de visita.

A diretora-geral do CHN, dra. Ilza Boeira Fellows, destaca que a iniciativa visa humanizar o ambiente hospitalar por meio de um elemento lúdico. “A Árvore da Vida é uma representação presente em várias culturas e religiões pelo mundo. É um símbolo de imortalidade e de crescimento humano. Utilizamos esse ícone para fazer uma analogia: o tronco e as raízes da árvore são nossos profissionais comprometidos e nossa atuação na cidade; nossos pacientes seriam os galhos e as flores, que se renovam com nossos cuidados”, explicou.  

Além dessa ação, o hospital também realizou um chá de integração para os acompanhantes dos pacientes que receberam transplantes de medula óssea e uma sessão de cinema, na qual os 12 presentes tiveram um momento de descontração ao assistirem a um filme de comédia. A equipe também preparou uma mesa especial de lanches adequados às limitações de saúde dos pacientes.

Ana Cristina Dantas, gerente de Relações Públicas e eventos do CHN, também revela a importância de tais ações para os pacientes transplantados. “São pessoas que enfrentaram graves quadros de saúde e, na maioria dos casos, passam meses internadas no hospital até a ‘pega medular’. Por isso, não é incomum que estejam, inclusive, com a saúde emocional debilitada. Dessa forma, trazer regularmente atividades que possam divertir os pacientes e promover a socialização entre eles e seus acompanhantes é fundamental para a recuperação deles. O termo ‘humanização’ é bem preciso nesse sentido, pois leva em conta a empatia pelo ser humano para gerir o cuidado hospitalar.”

SaveLivez conquista parceiros e investidores com programa InovAtiva de impacto

SaveLivez

A startup foi destaque da edição 2018.2 e agora sonha em poder ajudar a tornar o Brasil em referência mundial na resolução da falta e desperdício de sangue

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil são feitas cerca de 3,4 milhões de doações de sangue por ano. Contudo, 3,5 milhões de pessoas realizam transfusões de sangue anualmente. Além disso, o sangue tem componentes que possuem validade de apenas alguns dias e é muito difícil prever a demanda e a oferta de doadores.

Para resolver este problema, Rafael Yassushi Oki criou a SaveLivez, que aplica Data Science e Supply Chain para ajudar os bancos de sangue e hospitais a diminuírem a falta e o desperdício de sangue durante todo o processo (da doação à transfusão sanguínea).

Com o sonho de poder ajudar a tornar o Brasil referência mundial na resolução da falta e desperdício de sangue, a startup se inscreveu no programa InovAtiva Brasil e InovAtiva de Impacto em 2018, onde foi destaque nas categorias Saúde e Negócios de Impacto Sócio Ambiental.

Durante o evento, a startup apresentou sua solução para investidores e grandes agentes do ecossistema, despertando o interesse da Eretz.bio (incubadora de startups do Hospital Albert Einstein), que convidou a empresa para o processo de incubação nela. Como resultado, posteriormente o Hospital Albert Einstein também se tornou um dos seus investidores.

De acordo com o empreendedor, um dos principais benefícios do InovAtiva foi o networking gerado ao longo de toda a aceleração. “Tivemos a oportunidade de obter feedbacks e iniciar relacionamento com pessoas muito incríveis em diversas áreas do  conhecimento, como empresários renomados, investidores e mentores. Além disso, por meio de um evento proporcionado pelo InovAtiva, conhecemos nossos investidores anjos na Banca de Investimentos da GVangels, MIT Alumni Angels e DOMO Invest”, comenta Oki, CEO e Fundador da SaveLivez.

Atualmente parte da solução atende 65 bancos de sangue no Brasil inteiro e conta com mais de 27 mil doadores cadastrados. Ao todo, foram feitas 1300 doações por meio da plataforma, que ajudaram a salvar mais de cinco mil vidas.

Sobre o InovAtiva de Impacto

O InovAtiva de Impacto é uma vertente diferenciada do Programa InovAtiva Brasil, voltada para o tema impacto social e ambiental. Mais de 1000 startups se inscreveram no programa e mais de 80 startups participaram do InovAtiva de Impacto desde 2016. A edição atual do programa selecionou 36 startups com potencial para geração ou que tenham em sua constituição o impacto social ou ambiental como foco. As startups selecionadas estão fazendo cursos, recebendo mentoria especializada e, destas, 20 se apresentarão para uma banca de investidores e representantes de aceleradoras e de outras instituições ligadas ao tema.

Sobre a SaveLivez

A SaveLivez é uma startup que tem o propósito de ajudar a salvar vidas. Ela utiliza Data Science para prever demanda e oferta de doação de sangue, otimizar os processos e melhorar a comunicação. Com isso, gera economia ao sistema de saúde e evita a falta e desperdício de sangue em bancos de sangue e a demora nos atendimentos na fila de pacientes do SUS.