Pró-Saúde promove debate sobre a segurança do paciente

Pró-Saúde promove debate sobre a segurança do paciente

Em todo o mundo, a segurança do paciente está recebendo cada vez mais atenção, devido a importância da qualidade do atendimento, e sendo debatida por gestores, profissionais da área, além dos próprios pacientes e familiares.

Ao todo, seis metas internacionais de segurança, estabelecidas pela OMS e preconizadas pela Joint Commisssion International (JCI), são consideradas os principais atributos que atestam a qualidade de um atendimento.

As metas são: 1) Identificação Correta dos Pacientes; 2) Comunicação Efetiva; 3) Melhorar a Segurança dos Medicamentos de Alta Vigilância; 4) Cirurgia Segura; 5) Redução do risco de infecções associadas aos cuidados em saúde e 6) Prevenção de danos decorrentes de quedas.

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, presente em 23 cidades, totalizando 11 estados brasileiros, promove como principal debate, a partir dessa segunda quinzena do mês de setembro, atividades de conscientização sobre o tema.

As unidades gerenciadas pela instituição em todo o país irão realizar palestras, ações de integração, jogos, exposições, entre outras atividades. As ações também são alusivas ao 17 de setembro, data instituída pela OMS como o Dia Mundial da Segurança do Paciente, e demonstram a importância de um serviço assistencial eficiente.

“Trabalhar este tema, trazer verdadeiramente a cultura de segurança para dentro das instituições é o desafio mais difícil. É fundamental todos entenderem que precisam estar compromissados com a segurança do paciente. Não é uma responsabilidade só do médico ou do enfermeiro, ela vai do porteiro ao diretor do hospital. Todos devem estar preocupados e devem conhecer os riscos que a atividade envolve”, ressalta Fernando Paragó, diretor médico corporativo da Pró-Saúde.

Inserir o paciente e familiares na percepção de um ambiente hospitalar seguro, envolve desde uma correta identificação, limpeza do local, explicação clara e correta de um tratamento clínico aos usuários do serviço, bem como a atenção no atendimento e prevenção de acidentes.

Essa conscientização sobre o próprio atendimento favorece o empoderamento do paciente e contribui para um tratamento que pode ressaltar qualidades e serviços, reduzindo os erros e exigindo aplicações ainda mais corretas e ampliar, inclusive, os níveis de satisfação.

Além das atividades, cada uma das metas será alvo de ações específicas que tornem ainda mais acessível a compressão do assunto, sua importância no ambiente hospitalar e os benefícios de uma gestão consciente do seu papel no cuidado, atendimento de qualidade e, principalmente, segurança.

Instituto Ética Saúde e CGU fazem apresentação conjunta em Encontro Anual da APEC

APEC_set19 (6)

Todos os demais países ficaram impressionados com as conquistas feitas pelo Brasil no combate à corrupção, que tem servido de benchmark para futuras ações

Os esforços feitos no Brasil para unir os diferentes atores em uma iniciativa inovadora, em termos globais, para combate à corrupção na saúde, tornando-a mais sustentável, foram tema de uma apresentação conjunta entre o Instituto Ética Saúde e a Controladoria Geral da União (CGU), no Fórum Anual de Ética Empresarial para Pequenas e Médias Empresas da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico – APEC, que acontece em Santiago, no Chile.

O assessor de Relações Institucionais do IES, Carlos Eduardo Gouvêa, e o auditor Federal de Finanças e Controle da CGU, Alexandre Krügner Constantino, fizeram duas apresentações, para representantes dos 21 países-membros da APEC - que promove o livre comércio e a cooperação econômica em toda a região da Ásia-Pacífico – além de países convidados.

Esta participação é mais um reconhecimento internacional de que o Brasil, através do Instituto Ética Saúde, tem conseguido apresentar modelos inovadores de colaboração de atores diversos para fortalecer as melhores práticas de negócios éticos. “IES e CGU estarem juntos neste importante evento comprova o compromisso da iniciativa privada e do governo em unirem seus esforços em torno de ambientes mais íntegros, promovendo ações conjuntas”, destacou Gouvêa.

O Brasil tem servido de benchmark para futuras ações. “Todos os demais países ficaram impressionados com as conquistas feitas pelo nosso país”, concluiu o assessor de Relações Institucionais do IES, que foi convidado a se apresentar no evento pelo segundo ano consecutivo.

B. Braun desenvolve portfólio completo à paciente colorretal

sistemas-de-saude

Adotando um novo posicionamento, a B. Braun Brasil, por meio da divisão Aesculap, em parceria com OPM (Out Patient Market) e Hospital Care (HC), participa, pela primeira vez, da 68° edição do Congresso Brasileiro de Coloproctologia, realizado entre os dias 18 a 21 de setembro em Fortaleza, Ceará.

No evento, a empresa apresentou a comunidade médica soluções focadas na trajetória clínica do paciente submetido à cirurgia colorretal, com produtos e serviços focados no pré e pós-operatórios e cirurgia. “A Cirurgia Colorretal tem sido uma das especialidades com maior índice de desenvolvimento. Todos os dias são aprimoradas novas conduções clínicas, procedimentos e diagnósticos. Por isso, com esse novo posicionamento nós pretendemos ampliar o reconhecimento da marca neste segmento capitalizando nosso vasto portfólio”, esclarece Igor Perigo, gerente de produto da divisão Aesculap.

“Controlar a desnutrição de pacientes no ambiente hospitalar tem se tornado um desafio cada vez mais comum para a equipe médica. Principalmente, em casos que acometem idosos e pacientes com diagnósticos graves. A melhora do quadro clínico e a manutenção da saúde desses pacientes são as principais preocupações da B. Braun.

Pacientes em fase final da trajetória clínica também exigem da equipe médica esforço no controle da dor e, se necessário, nos cuidados com as feridas.

Buscando proporcionar mais qualidade de vida ao paciente submetido à cirurgia de construção de estoma, OPM levará para o evento o “Celebrar”, programa de atendimento gratuito e personalizado à pessoa que vive com um estoma da B. Braun. Em operação desde 2018, a iniciativa é aliada do cirurgião, pois complementa o apoio necessário ao paciente e seus familiares no momento mais delicado, o pós-cirúrgico e a adaptação à vida com um estoma.

Os atendimentos são realizados por enfermeiras estomaterapeutas e acontecem na alta hospitalar ou na residência do paciente. Os pacientes são orientados sobre a vida com um estoma, os produtos necessários para o autocuidado e como ter acesso aos produtos via Sistema Único de Saúde (SUS), Saúde Suplementar e outros meios. Após a visita da enfermeira, ele é acompanhado pelo call center pelo período de seis meses, por meio de quatro ligações de monitoramento.

“O Programa Celebrar dá a confiança que o paciente precisa para retomar sua vida, agora com um estoma. A parceria com o cirurgião é fundamental para que essa confiança surja desde o primeiro momento, sem margens para ressentimentos ou crenças limitantes. Com a segurança de mais de 40 anos de expertise mundial em produtos para estomias, a B. Braun se coloca à disposição de toda comunidade médica para compartilhar o cuidado deste paciente com excelência”, ressalta Camila Marques, gerente de produtos responsável pelo programa.

O call center também funciona como um canal direto para o suporte no dia a dia. O paciente ou familiar podem acessá-lo para dúvidas sobre cuidados, informações de produtos ou outros assuntos pertinentes.

Transformação Digital na Saúde: as pessoas são o início

segurança-do-paciente-dados-empreender-saúde-tecnologia-empreendedorismo

A cada dia uma nova tecnologia é lançada ou aplicada à área de saúde. Assim como os demais setores que vivenciam a transformação digital em suas atividades, essa área de serviços prevê um futuro breve com maior participação da inteligência tecnológica em seus processos – do atendimento, internação, diagnósticos até o acompanhamento remoto da evolução do paciente.

Ciente dessa realidade, qualquer organização do setor precisa analisar sua posição atual diante da transformação digital já em curso. Este é, afinal, o primeiro passo para, tanto hospitais quanto laboratórios, clínicas e planos de saúde se reinventarem para a prestação de um serviço de qualidade, em sintonia com a tecnologia moderna.

Maturidade digital

É possível, como parte desse processo, medir o nível de maturidade digital das empresas a partir da aplicação de um índice – o ICTd, desenvolvido pelo centro de inovação CESAR. Após a aplicação de testes que avaliam diferentes aspectos, a empresa recebe o resultado e uma análise diagnóstica com recomendações necessárias para que possa acelerar a transformação de seu negócio para a era digital. E a preparação dos profissionais desse novo cenário são certamente um ponto de atenção quando se fala em serviços de saúde.

Nesse sentido, o índice constitui uma ferramenta valiosa para guiar decisões e investimentos na direção mais acertada, inclusive na área de treinamento e capacitação de funcionários e prestadores de serviço, dos quais depende a qualidade do atendimento prestado aos pacientes.

Questão humana

A questão humana envolvida na prestação de serviços, tanto em relação aos profissionais de saúde quanto aos pacientes, é especialmente delicada na área médica e merece dedicação especial. “Mudanças culturais precisarão ocorrer. A tecnologia é a parte fácil. A cultura é a parte desafiadora”, afirma Michael Phillips, diretor clínico na Intermountain, sistema de assistência médica e maior fornecedor de serviços de saúde na região oeste dos Estados Unidos.

Experiência do paciente

Com o crescimento dos recursos tecnológicos, surge a capacidade de personalizar a experiência de assistência médica e a jornada do paciente. A Forbes indica que “os locais de assistência médica poderão criar uma experiência completamente personalizada para cada cliente. As clínicas poderão usar os dados para ver quais médicos um paciente prefere, se eles gostam de ser vistos pessoalmente ou remotamente, seu histórico de saúde e quaisquer possíveis problemas de saúde. Isso significa que, em vez de ter que navegar por uma teia complicada de representantes de saúde, as informações de um paciente serão facilmente acessíveis para que possam ser feitas as opções de tratamento corretas, cuidados preventivos e recomendações”.

Com o ICTd, mapa informativo e analítico, das áreas do negócio e do ambiente onde ele está inserido, a travessia para a era digital pode ser mais segura e eficiente. O centro de inovação CESAR acredita que a Transformação Digital acontece nas pessoas, nos mercados e nas organizações. A jornada é árdua, porém, inevitável para quem deseja liderar a transformação nas empresas e se manter em posição de destaque no mercado.

Médicos fora da UTI financeira

ao-final-de-2013-santa-casa-sp-devia-r-354-milhoes-a-bancos.jpg
dinheiro - ShutterStock

Startup conquista um cliente por dia prestando serviços financeiros para profissionais da saúde

Primeira empresa voltada a prestar serviços financeiros, especialmente a profissionais de saúde, a Doc Concierge foi criada para reunir todos os serviços necessários para uma ótima gestão financeira, tanto de pessoa física, no caso de profissionais liberais da área da saúde, quanto de suas empresas, no caso de clínicas e consultórios. E descobriu uma grande demanda reprimida do setor, tanto que, em pouco tempo de atuação, conquista em média, 30 clientes por mês.

A população médica no Brasil é de 452.801 profissionais, segundo os dados do estudo Demografia Médica 2018, o que demonstra o potencial de mercado. “Cerca de 85% dos profissionais que nos procuram não fazem a menor ideia de quanto gastam por mês”, estima Erico Melhado, sócio-diretor.

Mercado carente

A criação da empresa Doc Concierge ocorreu a partir da experiência pessoal do presidente da empresa, Alexandre Melhado, ex-executivo do mercado financeiro, a partir do aconselhamento que passou a fazer à filha Amanda, quando ela era residente de medicina. Sem jeito para gerir suas finanças, era frequente que ela esquecesse de pagar contas, pagasse sempre multas, concentrasse a totalidade dos investimentos em uma única aplicação e não declarasse o imposto de renda corretamente.

O aconselhamento de Alexandre, dado à jovem médica, despertou o interesse de seus colegas, que passaram a pedir orientações também. A partir disso, surgiu a ideia de formar uma empresa para acolher o médico em suas necessidades de gestão financeira. “Pesquisamos o mercado, trouxemos ideias de experiências de outros países e desenvolvemos o conceito de nosso serviço: solução completa de serviços financeiros, conduzindo o cliente pela mão para facilitar ao máximo a vida dele”, afirma Alexandre.

Do diagnóstico ao tratamento

Para profissionais pessoa física, a Doc Concierge oferece pacotes que auxiliam no controle e planejamento financeiro pessoal, assessoria de investimentos, gestão de seguros e assistência jurídica. “Realizamos tanto o ‘diagnóstico’ do cliente, como também acompanhamos seu ‘tratamento’ e a evolução de suas finanças corporativas, aconselhando sempre que necessário”, diz Erico Melhado, sócio diretor.

A startup elabora um planejamento financeiro de cinco anos, levando em consideração os objetivos do cliente e faz o acompanhamento mensal para garantir que ele fique cada vez mais próximo dos seus sonhos - um trabalho completo de educação financeira em pacotes de serviço sob medida para cada profissional.

São diferentes abordagens colocadas à disposição dos profissionais. No caso de empresas, há desde o cálculo dos investimentos até a formação de preços, estabelecendo metas para que o profissional saiba quantos pacientes precisa atender ou quantos procedimentos precisa realizar por mês para não ficar no vermelho, realização de controles de fluxo de caixa, demonstrativo de resultados, controle de atendimentos. Tudo para que ele se organize financeiramente.

“O profissional da saúde tem pouco tempo livre, trabalha muito e, na maioria dos casos, tem pouco conhecimento de finanças, tema que não faz parte da grade curricular das universidades para a categoria”, complementa Erico Melhado.

Clube de Investimentos

O clube de investimentos da Doc Concierge, que aplica 70% do patrimônio em renda variável, é outro diferencial oferecido pela empresa e surgiu da visão de que muitos profissionais da saúde queriam diversificar suas aplicações, mas não conseguiam acompanhar o mercado diariamente.

“Nós fazemos a gestão desses recursos, analisamos as melhores opções de investimentos, traçamos estratégias macroeconômicas para entender o cenário nacional e global e, por fim, buscamos por empresas com boa rentabilidade, boa gestão e principalmente que estão fora do radar dos formadores de preço que tumultuam o mercado financeiro. Como resultado, no ano de 2019 até agosto, estamos com mais que o dobro da rentabilidade do Ibovespa (31,03%), que subiu 15,1% no período”, afirma Igor Cruvinel, sócio responsável pela área de assessoria de investimentos.

Com apenas nove meses de operação, o clube atingiu a capacidade máxima de cotistas e a Doc Concierge já está abrindo o segundo. Hoje a empresa tem sob sua assessoria mais de R$ 110 milhões e cresce mês a mês.

ABIMED contrata Fernando Silveira como Presidente-Executivo

Fernando001

Com o objetivo de fortalecer sua atuação estratégica, a ABIMED (Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde) contratou o executivo Fernando Silveira Filho para assumir a presidência-executiva da entidade. Na nova composição da equipe, Carlos Goulart passará a atuar como Relações Institucionais e Governamentais, com a incumbência de reforçar o relacionamento institucional da associação.

Fernando Silveira Filho é Bacharel em Administração, com pós-graduação em Marketing, MBA em Gestão Empresarial e Mestrado em Gestão Organizacional. Atua há mais de 25 anos como principal executivo de empresas no Brasil e no exterior, tendo mais recentemente ocupado a posição de Country Manager da Isdin Produtos Farmacêuticos Ltda.

Carlos Goulart, que ocupou a presidência-executiva da ABIMED desde 2010, é engenheiro eletrônico e foi Country Manager da Siemens Healthcare para o Brasil. Durante sua gestão, teve participação importante na ampliação dos relacionamentos institucionais da associação e na revisão de processos internos, entre eles, a formatação da nova governança corporativa.

Sobre a ABIMED

A ABIMED representa 215 empresas de tecnologia avançada na área de equipamentos, produtos e suprimentos médico-hospitalares. As empresas associadas da entidade respondem por 65% do faturamento do segmento médico-hospitalar no país. O setor de produtos para saúde tem participação de 0,6% no PIB brasileiro, conta com mais de 13 mil empresas e gera em torno de 140 mil empregos.

Criada em 1996, a ABIMED coopera com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e com autoridades da Saúde, fomentando a implementação de políticas e regulamentações que proporcionem à população acesso rápido a novas tecnologias e a inovações, em um ambiente ético de negócios. A ABIMED também é sócia-fundadora do Instituto Coalizão Saúde e membro do Conselho Consultivo do Instituto Ética Saúde.

HIS 2019: conheça os ganhadores do Prêmio Referências da Saúde

HIS 2019: conheça os ganhadores do Prêmio Referências da Saúde

Na noite de quarta-feira, 18, aconteceu a premiação Referências da Saúde durante o HIS. Os grandes vencedores do prêmio, que há 10 anos reconhece cases de inovação desenvolvidos por instituições brasileiras, é parte da programação do Healthcare Innovation Show 2019, evento de tecnologia em saúde da Informa Markets, que acontece até quinta-feira (19).

Os campeões foram selecionados entre mais de 102 projetos nas categorias Gestão Administrativo-financeira, Gestão de Pessoas, Governança Corporativa, Tecnologia da Informação e Qualidade Assistencial. Os principais diferenciais dos cases foram o uso de avanços disruptivos em tecnologia e a gestão voltada para melhorias no negócio e na segurança do paciente.

"O que mais nos chamou a atenção na edição deste ano da premiação foi a qualidade dos cases. Porém, notamos que as organizações de saúde ainda têm um desafio de metrificar os resultados", comentou Vitor Asseituno, diretor para o mercado de saúde da Informa Markets e um dos criadores do HIS. "O prêmio Referências da Saúde tem um aspecto positivo, que é mostrar os talentos tanto das empresas como dos criadores dos cases. É importante que o mercado conheça quem está fazendo projetos bons e com resultados", reforçou Asseituno.

Confira abaixo os premiados. Posteriormente, os cases serão apresentados em detalhes em um e-book especial, distribuído pela Informa Markets.

Tecnologia da Informação

Organização: Hospital Israelita Albert Einstein

Case: Predição de Internação para Pacientes da Unidade de Pronto Atendimento

O hospital desenvolveu um sistema que une análise de dados e machine learning para predição de fluxo de pacientes na Unidade de Pronto Atendimento. Com isso, conseguiu otimizar a alocação de especialistas e tornar mais ágil o atendimento.

Qualidade Assistencial

Organização: Hospital Sírio-Libanês

Case: Violeta - plataforma de validação clínica de pesquisa em inteligência artificial

O projeto partiu da aplicação da metodologia design thinking para desenvolver uma plataforma de pesquisa clínica, baseada em inteligência artificial, para validação de softwares clínicos como dispositivos médicos. Após o desenvolvimento da solução, que contou com a participação de médicos, desenvolvedores e cientistas de dados, as equipes obtiveram um

meio eficiente e rápido de filtrar mais de 4 milhões de relatórios de radiologia, oferecendo um melhor tratamento ao paciente.

Gestão de Pessoas

Organização: Americas Health

Case: Seleção Sem Fronteiras

Implantação da cultura paperless e o uso de tecnologia e inovação otimizaram os processos de gestão de recursos humanos na entidade. O case também se destacou por fornecer acompanhamento qualitativo e quantitativo dos candidatos a ingressar na organização.

Gestão Administrativo-financeira

Organização: Unimed Petrópolis

Case: Plano de Ação de Curtíssimo Prazo

Em aproximadamente três anos, a gestão da cooperativa conseguiu otimizar os recursos financeiros. Diagnóstico dos problemas, elaboração de estratégias e acompanhamento contínuo permitiram que as finanças saíssem do vermelho, além de ampliação das aplicações financeiras de aproximados R$ 5 milhões, em 2016, para R$ 24 milhões em julho de 2019.

Governança Corporativa

Organização: Unimed Cuiabá

Case: Movimento Integridade - Governança Corporativa e Compliance na Unimed Cuiabá

A organização desenvolveu seu planejamento estratégico blindado por governança e métricas de compliance. Os resultados garantiram a profissionalização da gestão, bem como práticas seguras para a operação da instituição.

Premiações continuam no segundo dia de HIS

As premiações continuam hoje (19) no HIS. Às 18h30 os visitantes do evento se reúnem na arena central para conferir as 3 empresas ganhadoras do Prêmio de Patrocinadores. Os escolhidos serão avaliados por Melhor Experiência no Stand; Maior Comunidade Presente; e Solução Mais Inovadora.

A programação completa do segundo dia do evento pode ser conferida no APP HIS19.

CM Tecnologia participa do Healthcare Innovation Show 2019

fernando-soares

Um dos maiores eventos de saúde da América Latina terá tecnologias de startups, compartilhamento de conteúdo e oportunidades de negócios

Durante os dias 18 e 19 de setembro, em São Paulo, a CM Tecnologia, health tech mineira especialista em integração entre sistemas de saúde, marcará presença no Healthcare Innovation Show (HIS) 2019. Hoje, o evento é um dos principais no ramo de tecnologia em saúde da América Latina.

Na ocasião, os 3 mil participantes esperados poderão conhecer mais de perto as soluções da startup, presentes em mais de 1255 unidades de hospitais, laboratórios e clínicas em todo o país. A empresa também apresentará ao público seu mais novo produto: um conector ágil que permite integrações entre sistemas médicos com mais velocidade e segurança — tudo sem muito custo. Até o momento, estima-se que mais de 6,8 milhões de transações já foram realizadas nacionalmente com os softwares da CM, entre atividades como marcações online e acesso a laudos via internet.

"Acreditamos bastante no potencial da ocasião para network e novos negócios. Para tal, contaremos com representantes da nossa equipe comercial e de Sucesso do Cliente, dispostos a tirar todas as dúvidas de quem estiver por lá e apresentar um pouco de nossas soluções. Como nas participações anteriores, essa certamente será uma ótima oportunidade para interagir com o público e perceber as queixas de quem acompanha o paciente no dia a dia", afirma o CEO da CM Tecnologia, Fernando Soares.

Sobre a CM Tecnologia

CM Tecnologia é uma startup de health tech, focada no desenvolvimento de softwares e soluções para melhorar a experiência de pacientes de hospitais, clínicas e laboratórios, em marcação de consulta, acompanhamento de resultados, entre outros. Fundada em 2012, a empresa está em constante busca por inovação para aumentar a eficiência na elegibilidade na autorização de exames e consultas realizadas por planos de saúde, oferecendo módulos integrados no sistema de gestão (ERP), independente do sistema, a fim de entregar uma solução totalmente conectada.

Verzani& Sandrini estará em palco principal na Helthcare Inovation Show (HIS)

o-que-e-a-telemedicina-e-com-ela-facilita-a-gestao-hospitalar-810x540

Além de promover debates sobre gestão e tecnologia, empresa apresentará ferramenta que aumenta a eficácia do serviço de limpeza nos estabelecimentos de saúde, o sistema Namoa

A Helthcare Inovation Show 2019 (HIS), que acontece nos dias 18 e 19 de setembro, em São Paulo, contará este ano com a participação especial do da Verzani & Sandrini, umas das principais empresas do país do segmento de segurança e facilities. O grupo será responsável no dia 19, das 9h às 18h, pelo palco principal do evento que promoverá discussões sobre temas relacionados à inovação e tecnologia na área de Facilities Management. O espaço receberá profissionais de destaque no mercado que participarão de painéis de debates, palestras e ainda apresentarão cases relacionados ao tema.

O diretor da Divisão de Saúde do grupo VS, Maurício Almendro, será o moderador do painel sobre a Digitalização da Gestão de Facilities, que contará com a presença de representantes de importantes empresas ligadas ao setor de saúde. “Este ano vamos reunir profissionais de empresas que são referência no mercado para discutir e apresentar as tendências na área de facilities para hospitais e afins”, destaca o executivo.

O evento também será uma oportunidade para a VS apresentar o sistema Namoa, uma ferramenta inovadora que já foi adotada por mais de 115 clientes em todo o país. Seja pelo aplicativo ou pelo portal na web, ela faz a gestão online dos processos, reduzindo o tempo de execução dos check lists em até 65%. Ela ainda permite o rastreamento de equipamentos e das áreas de controle e manutenção, além de criar uma base de dados. Mais de 100 mil check lists já foram executados graças à tecnologia, que elimina o preenchimento de relatórios seja no papel ou em Excel.

“Somos especialistas no segmento de facilities management e temos como foco identificar as reais demandas dos nossos clientes para fornecer as soluções de que eles realmente necessitam. Estamos sempre inovando como forma de oferecer o melhor serviço e o melhor custo-benefício”, explica Gauthama Nassif, diretor de Inteligência, Mercado e Inovação do Grupo VS.

Ao todo, a HIS deve reunir mais de 200 palestrantes que vão atualizar o público presente sobre inovação, tecnologia, empreendedorismo, negócios, finanças, entre outras novidades na área. Além de muito conteúdo, o evento ainda reunirá diversos expositores que apresentarão as últimas novidades e terão a oportunidade de gerar novos negócios.

Sobre o Grupo Verzani & Sandrini

Fundado em 1967, o Grupo Verzani & Sandrini tornou-se referência nacional na prestação de serviços. Composto atualmente pelas empresas VS Serviços, VS Segurança, VS Tech, VS Parking, Veman, Prolim e JR Higienização, a organização opera em todo o Brasil, contando atualmente com 42 mil colaboradores. O Grupo VS dedica-se a desenvolver soluções completas, baseadas em altos padrões de qualidade e ampla tecnologia. Com uma estrutura sólida baseada em responsabilidade social, capacitação profissional e excelência no atendimento, a companhia mantém uma trajetória de sucesso e garante a satisfação de clientes e colaboradores.

Bionexo marca presença no Helthcare Innovation Show

palestrassenac_interna

Em sua 2ª participação no evento, empresa será responsável por uma manhã de debates sobre análise de dados, saúde e tecnologia

Entre os dias 18 e 19 de setembro, a Bionexo, health tech que oferece soluções digitais para gestão em saúde, participará do Healthcare Innovation Show, evento com múltiplas agendas de conteúdo que reúne líderes de saúde da América Latina para apresentar as principais tendências e novidades tecnológicas do setor.

De 9h a 12h40 do dia 19, a Bionexo será a curadora de um palco no qual reunirá líderes de empresas globais como Amazon e Temasek Holdings para discutir a importância da análise de dados para a gestão de saúde e de tecnologias como as assistentes virtuais para os sistemas de saúde. "Será um espaço importante para expormos nosso atual momento de expansão e fomento de novas tecnologias", diz Rafael Barbosa, CEO da Bionexo.

O ano de 2019 significa mudança de patamar para a health tech. Apenas no primeiro trimestre, foram feitas 103 novas contratações de colaboradores e atingiu-se um crescimento de mais de 95% em novos contratos, se comparado ao mesmo trimestre do ano anterior. Ainda em 2019, a companhia está investindo R$ 30 milhões apenas para o desenvolvimento da área de tecnologia e pretende dobrar sua equipe de colaboradores na área.

"Estamos aumentando significativamente nosso time de tecnologia dedicado ao desenvolvimento de soluções digitais. Pretendemos acelerar as iniciativas ligadas à inovação e incorporar novas tecnologias com potencial disruptivo para o setor", afirma Rafael Barbosa, CEO da Bionexo.

Desde seu nascimento, a health tech brasileira tem construído um ecossistema crescente de clientes em busca de transparência, eficiência e inteligência e, 19 anos após sua fundação, seu marketplace conecta cerca de 1.700 instituições de saúde e mais de 10.000 fornecedores de insumos, com R$ 12 bilhões de transações anuais. A companhia é líder na construção de soluções digitais em nuvem para saúde e no fomento à inovação no setor, contribuindo decisivamente para a profissionalização e digitalização da cadeia de saúde no Brasil, Argentina, Colômbia, México e Espanha.