Fundação Everis apresenta finalistas do Prêmio Empreenda Saúde 2019

palco HIS

Startups apresentarão suas soluções aos jurados no palco do Healthcare Innovation Show (HIS) – maior evento de Saúde da América Latina, que reúne os principais gestores nacionais para apresentar soluções tecnológicas inovadoras

O Prêmio Empreenda Saúde 2019, criado pela fundação everis, para apoiar e promover o empreendedorismo na área de saúde por meio de atividades em diferentes esferas da sociedade, acaba de anunciar os seis projetos finalistas desta quinta edição, que recebeu mais de 170 projetos de todo o Brasil.

As startups finalistas da premiação, que é apoiada pelo InovaHC, movimento que objetiva incentivar a inovação dentro e fora do Hospital das Clínicas (HCFMUSP), bem como de dois núcleos de inovação associados, InovaInCor e CITIC, farão uma apresentação de seus projetos no próximo dia 18 de setembro, no Healthcare Innovation Show (HIS), em São Paulo.

Na ocasião, os gestores nacionais da área da saúde, que buscam soluções tecnológicas e inovações, poderão conhecer melhor as seis finalistas:

  • ARM (Assistive Rehabilitation Machine) – um robô portátil de reabilitação neurológica e ortopédica, que ajuda os médicos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais a avaliar o progresso terapêutico dos pacientes que sofreram AVC (Acidente Vascular Cerebral) por meio de análises quantitativas de variáveis físicas, como força, velocidade e trajetória. Além disso, o robô estimula os pacientes a realizar movimentos funcionais associados a tarefas de Atividades de Vida Diárias (AVD) por meio de jogos virtuais com aspectos lúdicos, que contribuem de maneira significativa para a reabilitação de pacientes crônicos.
  • CleverCare – um sistema de gestão de saúde populacional com Inteligência Artificial, que tem planos de cuidado personalizáveis e escaláveis direcionados ao paciente. Permite que a pessoa interaja por meio de aplicativos de mensagens (SMS, Telegram, Whatsapp) com regras de cuidado personalizadas, conforme seu perfil, em uma linguagem natural, o que facilita sua adoção e uso. Adicionalmente, propicia aumento de eficiência operacional da avaliação do desfecho e gestão populacional, maior aderência ao tratamento e identificação precoce de fatores de risco e intercorrências. Utiliza programação neurolinguística (PNL) para interagir com a pessoa de forma fluida e personalizada e oferece feedback automático baseado em IA.
  • Dr. Wilson – uma plataforma móvel com Inteligência Artificial (IA) que produz texto e voz, idealizada em uma curadoria especializada em infectologia e prevenção de doenças tropicais. Seu objetivo é o combate e a prevenção de 20 doenças que, com base em estudos da Organização Mundial da Saúde, são as mais devastadoras da humanidade. Está disponível em cinco idiomas para todos os países do mundo, com adaptações locais de conteúdo. Surgiu no inovaBra habitat, espaço de coinovação do Bradesco, por meio de uma parceria entre uma pessoa física e duas startups lá incubadas.
  • Mobile Feedback – um sensor de biofeedback portátil, que controla jogos em smartphones e gera informações para profissionais de saúde. Com dimensões pequenas, este sensor capta, por meio de três terminais conectados à pele, a atividade muscular da pessoa e produz um sinal que é transmitido via bluetooth para um aplicativo, que transforma os dados recebidos em um gráfico customizável, por intermédio do qual é possível ajustar a leitura da atividade muscular, para que esta possa se converter em comandos que controlam os jogos no smartphone. A velocidade e a dificuldade dos jogos são customizáveis para adequarem os desafios às capacidades dos pacientes. O sistema armazena todos os dados durante o uso do equipamento e produz gráficos que possibilitam o acompanhamento a evolução do tratamento.
  • Neurobots – um exoesqueleto controlado pelo cérebro capaz de recuperar pacientes de AVC, que não conseguem mais evoluir a partir de técnicas convencionais. Trata-se de uma prática mental, na qual o paciente se imagina como se estivesse movendo sua mão afetada, mesmo que não consiga movimentá-la. Desta forma, o sistema identifica o padrão cerebral e ativa o exoesqueleto que fecha e abre sua mão novamente para a execução de exercícios. É comprovado que ao realizar este exercício por 40 minutos durante duas semanas é possível alterar conexões neurais de forma permanente, estruturando uma nova via neural, que auxilia na recuperação da mão.
  • Novo Stent Válvula Expansível de Poliuretano – uma nova prótese cardíaca (Stent Válvula), que pode ser implantada por cateter, sem necessidade de cirurgia convencional. É expansível para poder ser colocado, de modo programado, com balões de diâmetros crescentes em pacientes pediátricos, que estão em fase em crescimento. Diferencia-se por utilizar “cúspides de poliuretano”, um material que não sofre mineralização ou calcificação, o que evita sua substituição precoce. É fabricado em impressora 3D customizada, de acordo com a anatomia do paciente

Estas iniciativas finalistas do Empreenda Saúde 2019, provenientes de todo o território nacional, concorrem nestas três categorias:

  • Melhoria da qualidade ou eficiência hospitalar – que promova o engajamento e a experiência do paciente dentro do ambiente hospitalar, bem como contribua para processos assistenciais e operacionais;
  • Orientação direta ao paciente - que inclua no ciclo de prevenção tratamento e monitoramento das condições de pessoas com algum tipo de enfermidade ou deficiência;
  • Impacto na rede de saúde - projetos com foco na saúde nos âmbitos de gestão, processos e inteligência.

“Felizmente, todos os anos os projetos apresentados se mostram cada vez mais inovadores e bem-estruturados, com a busca efetiva de soluções para problemas sérios que afetam os pacientes, as empresas de saúde e a rede de saúde como um todo. Isto reforça a importância da iniciativa da fundação everis para garantir o empreendedorismo e a inovação na área de saúde nacional”, afirma Roberto Celestino Pereira, gerente de Iniciativas de Inovação da everis.

Guilherme Rabello, membro do conselho executivo do InovaHC e gerente do InovaInCor, completa que a seleção das startups finalistas desse ano trouxe uma variedade de propostas interessantes para a saúde e para o benefício dos pacientes. ”Ver a crescente qualificação dos projetos participantes e o valor que se busca agregar na transformação da saúde, da segurança dos pacientes e na melhora de processos assistenciais é muito gratificante”, comemora Rabello.

O grande vencedor será anunciado no final de outubro, e receberá um prêmio equivalente a R$ 50 mil reais, além de orientação profissional especializada da everis.

Este ano, o Empreenda Saúde terá uma novidade - o projeto vencedor representará o Brasil na everis Talent Week, na Espanha, evento no qual será anunciado o vencedor dos Prêmios everis Global, onde concorrerá com startups do mundo todo. A fundação everis cobrirá as despesas de viagem de um representante da startup vencedora. A escolha do ganhador ficará a cargo de uma comissão de avaliação e um corpo de jurados, compostos por membros renomados das áreas de ensino, pesquisa e inovação, e de empresários das mais diversas esferas da saúde no País.

Acesse e confira mais detalhes sobre o Prêmio Empreenda Saúde no site.

Sobre a Fundação everis

A fundação everis foi criada em 2001 com o objetivo de apoiar e promover o empreendedorismo. Ela devolve à sociedade o melhor que obtemos dela: o talento como motor do progresso. Por isso, realiza atividades em diferentes esferas da sociedade, nos países onde a everis está presente, na Europa e Américas, sempre comprometida com o desenvolvimento de pessoas e talentos.

A instituição apoia a pesquisa em áreas que necessitam de melhorias ou desenvolvimento com projetos em educação, ciência, inovação e empreendedorismo. Também presta trabalho voluntário, transformando projetos em proposições de valor para a sociedade para eliminar barreiras sociais, geográficas e econômicas que de outra forma impediriam seu desenvolvimento.

Sobre a everis

A everis é uma empresa do grupo NTT DATA, que oferece soluções de negócios, estratégia, desenvolvimento e manutenção de aplicações tecnológicas e outsourcing. A empresa, que desenvolve sua atividade nos setores de telecomunicações, instituições financeiras, indústria, serviços públicos, energia, administração pública e saúde, atingiu um faturamento de 1.173 milhões de euros no último ano fiscal. Atualmente, possui mais de 21.000 profissionais distribuídos em seus escritórios e centros de alto desempenho em 17 países. A consultoria pertence ao grupo NTT DATA, uma empresa líder no setor de TI e parceira global de inovação que possui 80.000 profissionais em mais de 40 países. A integração na NTT DATA permite que a everis amplie as soluções e serviços para seus clientes, aumente suas capacidades, recursos tecnológicos, geográficos e financeiros para poder dar as respostas mais inovadoras a seus clientes.

Sobre o Hospital das Clínicas, ICHC, InCor e Fundação Zerbini

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP) é o maior complexo de saúde da América Latina, contando com cerca de 2.400 leitos distribuídos entre os seus 8 institutos especializados e dezenas de laboratórios de pesquisa que respondem por uma parcela relevante da produção cientifica do país nas áreas da Medicina e Saúde.

Inaugurado em abril de 1944, o Instituto Central do Hospital das Clínicas (ICHC) deu origem ao HCFMUSP. Pioneiro em procedimentos médico-hospitalares, sua estrutura concentra a maior parte das especialidades do Complexo HC - 31 especialidades médicas e cirúrgicas - e conta com dois edifícios interligados: o precursor Edifício Central, com a Unidade de Emergência Referenciada; e o Prédio dos Ambulatórios (PAMB), inaugurado em 1981.

O Instituto do Coração (InCor) é um hospital público universitário de alta complexidade, especializado em cardiologia, pneumologia e cirurgias cardíaca e torácica. Além de ser um pólo de atendimento - desde a prevenção até o tratamento -, o Instituto do Coração também se destaca como um grande centro de pesquisa e ensino.

Com o objetivo de apoiar financeiramente o Instituto do Coração, em 1978, o professor Euryclides de Jesus Zerbini e colaboradores criaram a Fundação Zerbini, uma entidade sem fins lucrativos, responsável por captar, gerenciar e investir na estrutura do próprio InCor os recursos advindos da prestação de serviços da instituição na Assistência, Ensino e Pesquisa em cardiologia e pneumologia.

Blanc Hospital completa um ano de atividade em Porto Alegre

Blanc Hospital completa um ano de atividade em Porto Alegre

Há um ano a cidade de Porto Alegre ganhava um novo hospital especializado em cirurgias. O Blanc Hospital, localizado no bairro Santana, já conquistou a credibilidade de oferecer aos médicos, pacientes, familiares e colaboradores uma experiência diferenciada. Além de aumentar a capacidade de atendimento em saúde na capital, com mais de 8 mil cirurgias realizadas em 15 especialidades médicas, o Blanc apresentou recentemente ao seu corpo de especialistas uma importante novidade na esfera da tecnologia e segurança.

Liderada pelos sócios Charles Berres, Luis Felipe Ducati e Rodrigo Wobeto, o hospital investiu mais de R$ 1 milhão para a implementação do Centro de Materiais e Esterilização, o CME. No local é concentrada toda a limpeza, organização e inspeção do instrumental que será utilizado no hospital. O centro funciona como uma espécie de “linha de produção”. Após ser usado em cirurgia, o instrumental vai ao CME e é depositado em máquinas específicas para serem esterilizados. Feito isso, o material é separado, inspecionado e organizado para ser encaminhado às máquinas de esterilização. Isso é a parte importante na aplicação do protocolo de segurança, que proporciona que em 15 minutos a sala de cirurgia seja higienizada e liberada para o médico.

Segundo Rodrigo Wobeto, sócio e fellow do Instituto Javier de Benito (Barcelona) e da Clínica Daniel Baker (Nova York), esta novidade traz segurança e ganho para todos os envolvidos no processo. “Os riscos ao paciente são objetivamente minimizados, enquanto médico e equipe ganham com a segurança e praticidade da higiene de seu local de trabalho”, explica. Isso tudo faz parte da ampliação do padrão Blanc, que inclui as 15 especialidades médicas (Bucomaxilo facial, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica e Reparadora, Cirurgia Torácica, Dermatologia, Gastroplastia, Ginecologia, Mastologia, Neurocirurgia, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrino, Proctologia, Urologia e Vascular) à disposição do público, assim como mais de dez opções de convênios.

Novidade: o primeiro centro de especialidade do Blanc

Ainda na esteira da comemoração de um ano, o Blanc Hospital também apresentou ao público seu primeiro centro de especialidade. O Centro Blanc de Dor e Cirurgia Endoscópica de Coluna é focado em procedimentos minimamente invasivos. Esse método reduz o risco de agressão aos tecidos do corpo e aumenta a assertividade no tratamento da doença. Seguindo o padrão Blanc de atendimento, o Centro apresenta todas as características de excelência encontrada nos melhores lugares do mundo, como os mais avançados recursos tecnológicos como microscopia, vídeo e sistemas cirúrgicos percutâneos.

O propósito do centro através das cirurgias minimamente invasivas é alcançar resultados mais qualificados com cada vez menos riscos e ônus para o paciente. Como a dor pós-operatória e o tempo de hospitalização e retorno à rotina de trabalho. O Centro é liderado pelos Doutores Ernani Abreu, formado em cirurgia da coluna no Brasil e Estados Unidos, membro da Sociedade Brasileira de Traumatologia e Ortopedia , Sociedade Brasileira de Coluna, Sociedade Norte Americana de Coluna ,ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia minimamente Invasiva, dedicado desde 1992 a estas técnicas e Fernando Schmidt, neurocirurgião com especialização na Alemanha , Membro da Sociedade Brasileira de Coluna, Sociedade Brasileira de Neurocirurgia ,Fellow em procedimentos intervencionistas de dor FIPP - WIP, e pós-graduação em cirurgia endoscópica pela USP/Ribeirão Preto.

Segundo Dr. Ernani Abreu, o Centro Blanc de Dor e Cirurgia Endoscópica de Coluna está apto a fazer o tratamento dos três principais grupos de dores na coluna. "Tanto os pacientes que sofrem com a dor nociceptiva, ou seja, aquela que tem derivação de uma lesão contínua nos tecidos, ossos, músculos ou ligamentos, quanto aqueles que padecem de dor neuropática, aquela causada por lesões ou não funcionamento pleno do sistema nervoso central ou periférico, encontrarão aqui o lugar ideal para o tratamento", analisa.

Conforme Charles Berres, membro titular em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e um dos sócios do hospital, o Centro combina em todos os aspectos com o “Conceito Blanc”, que inclui a excelência em todas as etapas do atendimento ao paciente. Para o sócio, essa característica já foi absorvida pelos pacientes.

- O público já percebeu que aqui ele encontra excelência em todas as etapas do atendimento. O novo Centro é mais um passo do Blanc na consolidação de seu perfil junto ao mercado. E mais: é uma nova alternativa que contribui diretamente com o desenvolvimento da saúde do estado do Rio Grande do Sul.

O Centro Blanc de Dor e Cirurgia Endoscópica de Coluna inclui diversas técnicas, como Cirurgia da Hérnia de Disco Lombar por vídeo, cirurgia Percutânea das Hérnias Discais e procedimentos percutâneos. Há à disposição também aos pacientes tratamento de dor e Denervação Facetária com Radiofrequência, Fixação Dinâmica da Coluna Lombar, Artrodese Lombar Minimamente Invasiva, assim como Bloqueios e Infiltrações. Além disso, o Blanc Hospital conta com 13 salas de cirurgia, duas UTIs, 34 leitos de recuperação e médicos intensivistas 24 horas que dá estrutura para a realização de todos os procedimentos a serem realizados pelo Centro.

Mater Dei participa de Exercício Simulado de Emergência

simulado-mater-dei

A Rede Mater Dei de Saúde participou, como único Hospital privado do Estado, do Exercício Simulado de Emergência Sistêmica, promovido pela BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. O objetivo foi capacitar a Rede e os profissionais, para atuar com excelência em situações de emergência com múltiplas vítimas.

O simulado contou com a participação dos órgãos de segurança pública de Minas Gerais, do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) de Belo Horizonte, do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), além dos hospitais responsáveis pelo atendimento às vítimas, entre eles duas unidades da Rede Mater Dei, o Hospital Mater Dei Santo Agostinho e o Hospital Mater Dei Contorno, que receberam vítimas do acidente simulado, por via terrestre e aérea.

Para o atendimento, foram mobilizados médicos, enfermeiros, técnicos, recepcionistas, equipe de portaria/segurança e outros profissionais. O exercício simulou um acidente na rodovia LMG 800, em frente ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, envolvendo um atropelamento de pedestres por um caminhão transportando combustível, e uma colisão entre o caminhão e um ônibus com passageiros.

A Vice-presidente Assistencial e Operacional da Rede, Márcia Salvador Géo, falou sobre a importância do exercício. “Entendo que essa é uma oportunidade importante e essa parceria vem contribuir com os nossos exercícios anuais de simulação de catástrofes, que já é prática na Rede há muitos anos. Inclusive com a BH Airport. É quando testamos nossos processos para lidarmos com situações reais de emergências mantendo o nosso compromisso com os nossos clientes”, explica.

As atividades foram acompanhadas e avaliadas pelo setor da Qualidade, responsável pela coordenação do simulado, juntamente com as gestão dos Prontos-socorros. Ao final da atividade, todos os processos foram avaliados dentro do Plano de Emergências Sistêmicas da Rede Mater Dei de Saúde.

Anahp reúne especialistas para discutir rastreabilidade de medicamentos no Brasil

pilula_rastreamento

Inscrições já estão abertas para workshop, dia 19 de setembro, em São Paulo

A Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) abre espaço para o debate sobre o atual momento e perspectivas de implantação do sistema de rastreabilidade de medicamentos no País. A entidade realiza dia 19 de setembro, em São Paulo, o workshop Rastreabilidade de medicamentos: desafios e impactos para a cadeia da saúde. O evento acontece das 9h às 16h no auditório do Hospital Santa Catarina e as inscrições, que são gratuitas, já podem ser feitas por aqui.

Mesmo com avanços importantes, a rastreabilidade de medicamentos no Brasil ainda encontra desafios a serem superados, como o de implementar processos complexos e definir normas e padrões. A criação há 10 anos do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) foi um passo importante, mas ainda não garante mecanismos eficientes de monitoramento dos fármacos produzidos no País.

Por outro lado, projetos piloto de iniciativa da indústria farmacêutica e hospitais avançam e servem de modelo para a definição de regras para todo o setor, na medida que buscam oferecer informações confiáveis sobre autenticidade, procedência, validade, armazenagem comercialização e distribuição de medicamentos.

Para discutir o tema, a Anahp já tem confirmada as presenças de Cristiano Gregis, especialista em Regulação e Vigilância Sanitária da Anvisa, Nilson Malta, gerente de Automação Hospitalar do Hospital Israelita Albert Einstein, Marcelo Sá, da Associação Brasileira de Automação, Leonardo Cesconetto, da GAM Distribuidora de Medicamentos e Perfumaria, e Vidal Zapparoli Castro Melo, do Grupo de Automação Elétrica em Sistemas Industriais. O evento será aberto pelo CEO da Anahp, Marco Aurélio Ferreira.

Sobre a Anahp

A Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) é uma entidade representativa dos principais hospitais privados de excelência do País. Criada em 11 de maio de 2001, durante o 1° Fórum Top Hospital, em Brasília, e fundada em setembro do mesmo ano, a Anahp surgiu para defender os interesses e necessidades do setor - bem como expandir as melhorias alcançadas pelas instituições privadas para além das fronteiras da Saúde Suplementar, favorecendo assim todos os brasileiros. Atualmente a Anahp ocupa uma função estratégica no cenário político e institucional, principalmente, no desdobramento de temas essenciais à sustentabilidade do sistema. Representante de hospitais reconhecidos pela certificação de qualidade e segurança no atendimento hospitalar, além de promover ações que transcendam os interesses das instituições associadas. A Anahp está preparada para fortalecer o relacionamento setorial e contribuir para a reflexão, ampla e irrestrita, sobre o papel da saúde privada no país.

Hospital Alemão Oswaldo Cruz inaugura emergência 24 horas na Unidade Vergueiro

Hospital Alemão Oswaldo Cruz inaugura emergência 24 horas na Unidade Vergueiro

Hospital, que foi o primeiro do País a contar com modelo de negócio disruptivo para oferta de serviços com custos fechados, agora passa a atender casos de urgências e emergências médicas de pacientes particulares e de planos de saúde

Dando continuidade ao seu plano de expansão, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz inaugura o Pronto Atendimento da Unidade Referenciada Oswaldo Cruz Vergueiro, na região central da Capital Paulista, ampliando a oferta de serviços com previsibilidade de custos para casos de urgências e emergências médicas de pacientes particulares e de planos de saúde. A abertura do serviço atesta o amadurecimento do modelo de remuneração lançado pela Instituição em 2017, quando a Unidade foi o primeiro hospital do país a implantar o modelo de preços pré-definidos para a realização de tratamentos e procedimentos.

O Pronto Atendimento estará disponível para pacientes adultos e adolescentes acima de 14 anos nas seguintes especialidades: cardiologia, cirurgia cardíaca, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia geral, cirurgia digestiva, cirurgia plástica, cirurgia torácica, mastologia, cirurgia vascular, clínico geral, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia. hepatologia, nefrologia, neurocirurgia, neurologia, oncologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pneumologia e urologia. Além dos consultórios, o espaço contará com leitos de observação, incluindo leito de isolamento, sala de gesso, sala de medicação e sala de exames. A expectativa é realizar 5 mil atendimentos por mês.

O modelo de remuneração disruptivo estabeleceu uma mudança de pensamento para o setor, trocando o modelo fee for service -- ou seja, de custo por volume de produção em cada caso atendido -- por pacotes fechados de preços. Isso também permite que o corpo clínico atue de forma comprometida e alinhada com os mais de 500 protocolos clínicos e assistenciais pré-estabelecidos e que visam o melhor tratamento e o melhor desfecho possível para o paciente.

“A abertura da Unidade Referenciada Oswaldo Cruz Vergueiro teve uma ótima recepção do mercado e responde aos atuais desafios econômicos do país, apresentando um padrão sustentável, com melhor custo-efetivo por conta da previsibilidade de preço para as operadoras e pacientes, e que garante o melhor resultado operacional para as instituições que têm acesso à qualidade médica-assistencial de excelência do Hospital. A abertura do Pronto Atendimento reforça o sucesso do modelo e a certeza de estarmos atuando com pioneirismo para melhorar o setor e com diálogo muito bem estabelecido com as operadoras de saúde”, afirma o Dr. Luiz Henrique de Almeida Mota, diretor da Unidade Referenciada Oswaldo Cruz Vergueiro.

Segundo o Diretor da Unidade, o Hospital, localizado no bairro da Liberdade, já se tornou referência em excelência assistencial para importantes operadoras de saúde de grande porte do país. “Hoje, atendemos na nossa unidade Bradesco Saúde, Mediservice, SulAmérica Saúde, Cassi, Omint, GAMA Saúde, Unimed Seguros, Afresp, Cassi, Nipomed, Interclinicas.

Desde a inauguração, foram realizadas cerca de 37 mil consultas, 6.800 procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade e aproximadamente 16 mil exames em seu Centro de Diagnósticos por Imagens.

Sobre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Fundado por um grupo de imigrantes de língua alemã, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz é um dos maiores centros hospitalares da América Latina. Com atuação de referência em serviços de alta complexidade e ênfase nas especialidades de oncologia e doenças digestivas, a Instituição completa 122 neste mês. Para que os pacientes tenham acesso aos mais altos padrões de qualidade e de segurança no atendimento, atestados pela certificação da Joint Commission International (JCI) -- principal agência mundial de acreditação em saúde --, o Hospital conta com um corpo clínico renomado, formado por mais de 3.900 médicos cadastrados ativos, e uma das mais qualificadas assistências do país. Sua capacidade total instalada é de 805 leitos, sendo 582 deles na saúde privada e 223 no âmbito público. Desde 2008, atua também na área pública como um dos cinco hospitais de excelência do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) do Ministério da Saúde.

Saúde de Campinas ganha em qualidade e precisão com aparelho de primeira linha que acaba de chegar ao Hospital Vera Cruz

hospital vera cruz

Recurso tecnológico permite identificar e tratar diversos problemas referentes ao sistema circulatório

Campinas acaba de ser equipada com o angiógrafo Artis Q-Zen, aparelho para procedimentos diagnósticos e terapêuticos no sistema cardiovascular que evita diversas cirurgias, inclusive em crianças. Numa iniciativa do Hospital Vera Cruz, Campinas passa a ser a primeira cidade no Estado de São Paulo a oferecer a alternativa e um dos poucos municípios do País a dispor do equipamento, que é de última tecnologia e recém-lançado no Brasil.

De acordo com o cardiologista Silvio Gioppato, coordenador do Laboratório de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Hospital Vera Cruz, o instrumento traz embutido recursos tecnológicos que permitem identificar e tratar diversos problemas referentes ao sistema circulatório, seja no cérebro, artérias, válvulas do coração, intestino e rins. "É como um raio x top de linha e de alta performance que realiza procedimentos via cateter, podendo desobstruir aortas coronárias, trocar válvula aórtica e até corrigir defeitos congênitos cardíacos em crianças, tudo isso sem cirurgia", explica.

Gioppato comemora o momento pelo qual a medicina passa, em que a tecnologia oferece ferramentas para que diversas intervenções sejam minimamente invasivas. "O resultado são ações mais simples, de menor risco, mais rápidas, precisas e seguras", pontua.

O cardiologista compara uma ponte de safena tradicional à atual angioplastia coronária. Enquanto na conhecida ponte de safena o paciente recebe um corte no peito e anestesia geral, na angioplastia coronária é feito somente anestesia local e um furo de 2 milímetros pulso ou na virilha do paciente, por onde o cateter cardíaco é inserido.

Antes o pós-operatório era de 5 a 7 dias de internação e um mês para retornar às atividades normais cotidianas. Com o uso do Artis Q-Zen, fabricado pela Siemens, o paciente fica de um a dois dias internado e volta à rotina em uma semana.

O Vera Cruz investiu R$ 3 milhões na aquisição do aparelho. O objetivo da instituição é manter o padrão aprimorado de atendimento e trabalho, que busca a excelência e iniciativas de vanguarda em todos os processos do hospital.

Sobre o Hospital Vera Cruz

Em 75 anos de existência, o Hospital Vera Cruz é reconhecido pela qualidade de seus serviços, capacidade tecnológica, equipe de médicos renomados e por oferecer um atendimento humano que valoriza a vida em primeiro lugar. O Vera Cruz dispõe de 167 leitos distribuídos em diferentes unidades de internação, em acomodação individual (apartamento) ou coletiva (dois leitos) e UTIs e maternidade. A Instituição conta também com setores de Quimioterapia, Hemodinâmica, Câmara Hiperbárica Monoplace, Radiologia (incluindo tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, ultrassonografia e Raio X), e laboratório com o selo de qualidade Fleury Medicina e Saúde.

Em outubro de 2017, a Hospital Care tornou-se parceira do Vera Cruz tendo 65% das ações. Os outros 35% se mantém com 115 médicos acionistas. Em pouco mais de um ano, a aliança registra importante avanço na prestação de serviços gerado por investimentos em inovação e tecnologia. Em médio prazo, o grupo prevê expansão no atendimento com a criação de dois novos prédios erguidos na frente e ao lado do hospital, totalizando 17 mil m2 de áreas construídas a mais.

Há 30 anos o Vera Cruz inaugurou e mantém a Fundação Roberto Rocha Brito, referência em treinamentos e cursos de saúde na Região Metropolitana de Campinas, tanto para profissionais do setor, quanto para leigos, e é uma unidade credenciada da American Heart Association.

Anvisa aprova novo medicamento para tratamento da hepatite B em adultos

figado

Vemlidy®, medicamento da farmacêutica Gilead Sciences para tratamento da hepatite B crônica em adultos.

Estima-se que 257 milhões de pessoas em todo o mundo vivam com infecção da HBV crônica e apenas 9% foram diagnosticadas

A Anvisa acaba de publicar a aprovação de Vemlidy® (tenofovir alafenamida), da Gilead Sciences, para tratamento da hepatite B em adultos - há 10 anos não havia aprovação de um novo medicamento para esta doença. O Vemlidy® possui nova versão do tenofovir (chamada de TAF) que oferece maior estabilidade plasmática. Isso significa que há redução de até 89% da substância na corrente sanguínea do paciente, garantindo menos efeitos adversos durante tratamento.

“A aprovação do Vemlidy® pela Anvisa significa mais um grande passo no tratamento da hepatite B no Brasil. O fármaco tem a mesma eficácia do tenofovir antigo em capacidade de suprimir a quantidade de vírus. Porém, com a vantagem de ser absorvido pelo intestino sem ficar muito tempo no plasma (sangue) e sem que os rins precisem eliminá-lo, o que pode causar danos no órgão e perda de massa óssea ”, explica Dr. Eric Bassetti, gastroenterologista e diretor médico associado da Gilead Sciences.

A eficácia e segurança do Vemlidy® foi testada em mais de 1.200 pacientes com hepatite B em dois ensaios clínicos durante dois anos. Foi comprovada a melhora na segurança renal e redução da possibilidade de perda de massa óssea, que pode levar à osteopenia e osteoporose e, consequentemente, aumentando o risco de fraturas. O medicamento é de uso oral, o que facilita a administração.

Hepatite B (HBV)

A hepatite B é causada pela infecção de um vírus, o HBV, que pode causar grave dano hepático, cirrose e câncer no fígado e ainda levar à morte quando não controlado adequadamente. Geralmente é transmitido pelo sangue por meio do compartilhamento de seringas e agulhas, escova de dente, lâmina de barbear, hemodiálise, relações sexuais sem o uso de preservativos ou pela transmissão vertical (mãe para o feto no útero).

Existe uma vacina indicada para adultos ou crianças, em 3 doses, e está disponível no Sistema Único de Saúde. Esta fornece proteção em longo prazo para pessoas que não foram infectadas com o vírus.

Muitas vezes, a doença não apresenta sintomas. Mas, em alguns casos, o organismo aponta alguns sinais como: dores abdominais, urina escura, fadiga extrema, vômito, icterícia (olho amarelo) e náuseas.

O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais, incluindo o teste rápido disponível na rede pública, necessita de apenas uma gota de sangue e fica pronto em poucos minutos. Em alguns casos, pode haver a necessidade de biópsia do fígado ou exames para avaliar se há comprometimento no órgão. O exame é obrigatório para todas as gestantes.

Embora ainda não exista cura para a hepatite B crônica, existe tratamento que reduz o risco de complicações e diminui a possibilidade de transmissão. Nem todas as pessoas infectadas terão necessidade de fazer o tratamento.

O HBV é uma epidemia crônica mundial que afeta cerca de 257 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, são mais de 218 mil, segundo os dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado em 2018. O Brasil e a Organização Mundial de Saúde possuem planos de eliminar a hepatite B como problema de saúde pública até 2030.

Referências: 1. VEMLIDY® Bula do Produto, Brasil: Gilead Sciences, aprovada em Setembro de 2019.

2. MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Departamento de Doenças de condições crônicas e infecções sexualmente transmissíveis. Boletim Epidemiológico. Brasilia: [s. n.], 2019. Disponível pelo site. Acesso em: 3 set. 2019.

Sobre a Gilead Sciences

A Gilead Sciences é uma biofarmacêutica dedicada à pesquisa, desenvolvimento e comercialização de terapias inovadoras para prevenção, tratamento e cura de doenças potencialmente fatais, como HIV/Aids, hepatites virais, entre outras. A Gilead foi responsável por grandes conquistas para a saúde e a qualidade de vida ao oferecer o primeiro regime antirretroviral em comprimido único para o tratamento do HIV/AIDS, além de ter revolucionado o tratamento da hepatite C com o primeiro medicamento que apresentou a possibilidade de cura da doença. Presente no Brasil desde 2013 com sede em São Paulo, a Gilead possui operações em mais de 35 países, com matriz em Foster City, Califórnia, nos Estados Unidos.

Prati-Donaduzzi estuda implantar novas tecnologias em sua área de atendimento

Abrafarma_Prati-Donaduzzi

Farmacêutica paranaense participou do Abrafarma Future Trends, maior congresso do varejo farmacêutico

A Prati-Donaduzzi, maior produtora de medicamentos genéricos do Brasil*, marcou presença na 6ª edição do Abrafarma Future Trends, congresso do setor farmacêutico organizado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

O evento, encerrado na quarta-feira (4), no Transamérica Expo Center, em São Paulo, discutiu inovação tecnológica nas estratégias de varejo e os impactos da inteligência artificial na prestação de serviços clínicos e de saúde. O congresso reuniu cerca de 4 mil executivos de indústrias e das 25 maiores redes de farmácias que, juntas, representam 44% do mercado brasileiro de medicamentos.

Durante a feira, o diretor comercial da Prati-Donaduzzi, Walter Batista, disse que a empresa avalia novos investimentos na área de atendimento, para melhorar ainda mais sua prestação de serviço. “Temos aproximadamente 300 pessoas em nosso call center, mas ainda é pouco para atender a demanda. Estamos desenvolvendo parcerias para implantar chatbots e outras tecnologias que nos ajudarão a ampliar nossa atuação”, disse.

“Sabemos o quanto a inteligência artificial pode contribuir para melhorar nosso atendimento, por isso, estamos estudando o cenário para saber quais ferramentas podemos implementar”, reforçou o diretor-presidente da Prati-Donaduzzi, Eder Fernando Maffissoni.

Relacionamento

De acordo com Maffissoni, além da observação das tendências do mercado, um dos principais objetivos da indústria paranaense durante o Congresso foi reafirmar seu bom relacionamento com as redes farmacêuticas.

“Foi um momento importante para manutenção do relacionamento. O evento da Abrafarma nos dá uma visão estratégica, pois conseguimos entender os planos dos nossos clientes para o próximo ano, e em cima dessas informações, nos estruturar para atendê-los melhor”, afirmou.

Durante a 6ª edição da Abrafarma Future Trends a Prati-Donaduzzi também apresentou o Sensilatte, produto indicado para intolerantes à lactose, e que foi desenvolvido para melhorar a qualidade de vida das pessoas diagnosticadas com à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados.

O executivo destacou que um dos diferenciais do produto é a tecnologia orodispersível, ou seja, que dissolve na boca sem a necessidade de ingestão da água. “O Sensilatte é importante em nosso portfólio e optamos em trazê-lo para o evento, pois entendemos que os clientes aqui presentes têm maior capilarização”, afirmou Maffissoni.

Evento 

O Abrafarma Future Trends, contou com 60 horas de atividades com palestrantes do Brasil e do exterior. Dentre as palestras destacou-se a do diretor geral da Amazon no Brasil, Cleber Morais, que falou sobre a computação em nuvem e como o compartilhamento de dados pode ajudar a indústria de saúde a aprimorar a experiência dos clientes; e a proferida pelo médico cancerologista, Drauzio Varella, que falou sob o tema “Uma visão da saúde brasileira”.

SOBRE A PRATI-DONADUZZI

A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica 100% nacional, é especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos genéricos. Com sede em Toledo, oeste do Paraná, produz, aproximadamente 11,5 bilhões de doses terapêuticas por ano e gera aproximadamente 4,3 mil empregos. É considerada a maior produtora de medicamentos genéricos do Brasil* e pretende incrementar em 15% seu faturamento e capacidade produtiva em 2019.

*IQVIA MAT JUL/2019 PMB + NRC Doses Terapêuticas

FEMME - Laboratório da Mulher, anuncia abertura de nova unidade no bairro de Perdizes, em São Paulo

Fachada Perdizes

Consolidando ainda mais um momento de expansão da marca após a transação comercial com o fundo de investimento L Catterton, realizada no final de 2018, o FEMME – Laboratório da Mulher, anuncia a abertura de mais uma unidade, dessa vez em Perdizes, bairro localizado na zona oeste da cidade de São Paulo.

Com início das operações marcado para o dia 20 de Agosto, a nova unidade tem como objetivo reforçar o posicionamento do FEMME em relação ao atendimento de excelência oferecido exclusivamente ao público feminino. A unidade, que tem 1200 metros quadrados, foi totalmente planejada para que as clientes se sintam acolhidas e, por meio dos diferenciais de atendimento, decoração e processos operacionais, recebam o propósito da marca, o “Amor por ela”.

A unidade Perdizes seguirá todos os padrões estabelecidos pela da marca, contando com equipe altamente capacitada, atendimento diferenciado e máquinas e equipamentos de última geração.

A partir de 20 de Agosto, qualquer exame realizado na unidade poderá ser agendado pelo telefone (11) 3050-9043 ou pelo próprio site do laboratório. Assim como já acontece nas demais unidades FEMME, o atendimento é totalmente personalizado e pode ser realizado por meio de convênios credenciados ou de forma particular.

Atualmente, o laboratório já conta com outras seis unidades, sendo cinco na cidade de São Paulo e uma em Osasco. Até o final de 2019, o FEMME dará continuidade ao seu plano de expansão, com abertura de outras novas unidades que oferecerão atendimento exclusivo à saúde da mulher.

Setor farmacêutico participará de comitê do Ministério da Economia

carlos_da_costa

Iniciativa visa a criar canal de comunicação direta entre governo e varejo

Em participação especial no Abrafarma Future Trends, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, anunciou em primeira mão medidas para estimular o desenvolvimento do varejo nacional e do canal farma. Uma delas é a formação de uma Mesa Executiva do Varejo com líderes do setor, cujo objetivo será o de estabelecer um canal de comunicação direto do governo para discutir questões que afetam a atividade. A Abrafarma poderá participar deste comitê.

O dirigente também revelou detalhes do projeto Loja sem Placa, que prevê a inserção dos dados fiscais e cadastrais dos estabelecimentos na nuvem, com a finalidade de reduzir a burocracia nos processos de abertura e fiscalização dos pontos de venda. O dirigente também ressaltou o compromisso em reduzir a carga tributária sobre medicamentos, aproximando-a, em um primeiro momento, do patamar de 20%.

“O Brasil precisa deixar de vilanizar os empresários e adotar iniciativas que estimulem a liberdade de empreender e a geração de empregos, especialmente em um segmento tão pujante como o comércio farmacêutico”, destaca. Com a participação de mais de 4,4 mil empresários e dirigentes, o Abrafarma Future Trends teve início no dia 3 e terminou nesta quarta-feira, dia 4, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

Sobre a Abrafarma

Fundada em 1991, a Abrafarma reúne as 25 maiores redes de farmácias do país, que contam com mais de 7,8 mil lojas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. As redes associadas representam 44% das vendas de medicamentos no país. A associação tem como objetivo o aprimoramento das empresas filiadas, a preservação da imagem institucional, o relacionamento com entidades públicas, governo e fornecedores, além de apoio jurídico e pesquisa de mercado para o aperfeiçoamento das atividades.