faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Finlandeses desenvolvem vacina intranasal para COVID-19

vacina intranasal.jpg

A Rokote Laboratories Finland está desenvolvendo uma vacina intranasal contra Covid-19 utilizando tecnologia de transferência de genes. A empresa, que surgiu das Universidade da Finlândia Oriental (UEF) e da Universidade de Helsinque (UHEL), está atualmente buscando investimentos para apoiar o desenvolvimento e a comercialização do imunizante, com uma fase de testes em humanos devendo ocorrer nos próximos meses.

A tecnologia foi desenvolvda pelo professor da Rokote, Seppo Ylä-Herttuala, e basicamente funcionada com uma fita de DNA clonada dentro de um portador de adenovírus, incitando as células da nasofaringe a produzir a proteína do vírus SARS-CoV-2. A vacina não carrega nenhum vírus real, mas desencadeia uma resposta imunológica no corpo.

O método de terapia genética tem sido usado com sucesso em ensaios clínicos para tratamento de certos tipos de câncer e doenças cardiovasculares. A própria vacina, que começou a ser desenvolvida na primavera de 2020, também se mostrou eficaz em estudos preliminares in vivo com animais.

Como o Covid-19 é transmitida pelas vias aéreas, a equipe afirma que uma vacina administrada por via nasal deve induzir uma resposta imunológica mais ampla do que a injeção por agulha. Ylä-Herttuala explica: "As vacinas injetadas por via intramuscular produzem anticorpos IgG (imunoglobulina G) na corrente sanguínea, mas as vacinas nasais também produzem uma resposta IgA que protege as membranas mucosas. Presumimos que isso também pode impedir que aqueles que receberam a vacina transmitam o vírus”.

A tese segue um relatório do NCBI de 2016, que delineou algumas das vantagens das vacinas intranasais. A Rokote também argumenta que, embora já exista um programa de vacinação em andamento, novas tecnologias devem ser desenvolvidas para proteger contra novas cepas do vírus, particularmente porque as vacinas atuais estão exibindo eficácia variável contra mutações emergentes. Acesse aqui para maiores informações.

TAG: Hospitalar
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar