faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sírio-Libanês opera farmácia com automação robótica

sirio-libanes-opera-farmacia-com-automacao-robotica.jpg
- shutterstock
Com processo robotizado e integrado ao sistema de prescrição, o hospital espera reduzir a necessidade de manusear os medicamentos em até 70%

Em pleno projeto de duplicar a capacidade de atendimento da unidade Bela Vista até 2016 – projeto de mais de R$ 1 bilhão -, o Hospital Sírio-Libanês inicia operação de sua farmácia central totalmente automatizada, com objetivo de reduzir a necessidade de manusear os medicamentos em até 70%. 


LEIA MAIS

Rastreabilidade põe fim a reetiquetagem na farmácia hospitalar?

Regency IT, Q Data e SAP se unem por rastreabilidade de suprimentos

Stefanini investe em rastreabilidade de medicamentos

De acordo com o superintendente Corporativo do Hospital Sírio-Libanês, Gonzalo Vecina, este projeto é importante para garantir o sucesso da ampliação do hospital, pois envolve uma área crítica. “O novo sistema contribuirá para eliminar o desperdício, reduzir custos e otimizar nossas equipes de farmácia e de enfermagem,” afirmou Vecina em comunicado ao mercado.

A farmácia, ampliada em 25%, conta com sistemas compostos por dois equipamentos complementares (PillPick e BoxPicker): um deles faz a dispensação automática dos medicamentos para pacientes específicos em doses unitárias e o outro propicia o armazenamento seguro e a retirada das embalagens originais.

O software dos sistemas vai ser integrado ao sistema de prescrições já existente no hospital e prevê, além da redução no manuseio dos medicamentos, o maior controle e rastreabilidade do processo.

A nova farmácia também conta com dispensários eletrônicos instalados nas unidades de internação, para atender de forma mais rápida as necessidades emergenciais dos internados. Com seis dispensários instalados atualmente, o hospital planeja, até o início de 2015, ter um total de 12, além de tubos pneumáticos, constituindo uma rede propulsionados por ar comprimido, utilizados para envio de medicamentos em caráter de urgência.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar