faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Desenvolvimento sustentável e o futuro do ecossistema da saúde é tema de painel de discussão do CBEXs no primeiro dia da Hospitalar

Article-Desenvolvimento sustentável e o futuro do ecossistema da saúde é tema de painel de discussão do CBEXs no primeiro dia da Hospitalar

Crédito: Divulgação CBex_Jeane.jpg
No primeiro dia do congresso, a CEO do Fleury, Jean Tsutsui compartilhou a visão de ESG da empresa

Nesta terça-feira, dia 23, a Hospitalar foi palco de uma roda de discussões com representantes do CBEXs, Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde. O evento contou com a presença do o deputado federal Luiz Antônio Teixeira Júnior, conhecido como Doutor Luizinho, recentemente nomeado Secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ), o Deputado Federal Pedro Westphalen e Francisco Balestrin, Presidente do SINDHOSP e idealizador do CBEXs do Brasil e  Jeane Mike Tsutsui, CEO do Grupo Fleury.

Uma das preocupações do CBEXs é promover um ambiente propício para o diálogo e o desenvolvimento para que soluções “inovadoras” possam ter espaço, tempo e incentivo para serem pensadas de maneira sustentável. Por meio do engajamento de profissionais experientes e influentes, o CBEXs contribui para a evolução do setor, buscando novas perspectivas e oportunidades de melhorias.

ESG: Pode ser uma estratégia de competitividade e sustentabilidade nas instituições de saúde

O Fleury encara as práticas ESG como movimento estratégico e como campanhas internas ajudam para que uma implantação aderente possa acontecer. "As metas ESG estão diretamente ligadas à remuneração no Grupo Fleury, atrelar bônus a metas faz com que toda prática seja difundida na cultura da empresa", explicou Tsutsui. Importante destacar, também, a importância do controle e da transparência desses movimentos. "Não há gestão, sem mensuração. É importante medir e regular toda e qualquer mudança", finaliza Tsutsui.

Durante toda a apresentação a visão e modo como a ESG é vista pelo Fleury ficou clara, com seriedade. O futuro pede ações conscientes e integrativas.

 

Se interessou pelo conteúdo? Se credencie e venha conferir o evento presencialmente no São Paulo Expo.