faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sitemap


Articles from 2003 In October


Interclínicas oferece novo modelo de gestão

A Interclínicas, operadora de planos de saúde, anuncia um novo modelo de gestão, em que seus planos serão transformados no que a empresa denomina Gestão de Fundo para Saúde. Com isso, as empresas que optarem pela Interclínicas implantarão uma nova cultura em seu contexto, tendo em vista que a saúde é a segunda maior linha de despesas de uma companhia, atrás apenas da folha de pagamentos. Pelo novo modelo, a Interclínicas avalia as características do empresário que quer aderir à rede credenciada, o perfil de saúde desejado, procura entender os hábitos de utilização e a perspectiva de investimento no negócio. "Até hoje a forma de se vender planos de saúde corporativos era chegar na empresa, perguntar quantas vidas seriam asseguradas, e dar o preço. A partir de agora o que faremos será primeiro uma análise detalhada do perfil dos funcionários do cliente, e só depois indicar o melhor investimento a ser feito", explica Luiz César Ambrogi Gonçalves, vice-presidente da Interclínicas.
Depois do negócio fechado, a empresa passa a ter acesso a relatórios gerenciais mensais, em vez de apenas receber o boleto de pagamento. Os informativos mostram o posicionamento do cliente em relação aos recursos utilizados.
Plano Diamante - A Interclíncias também está lançando um novo plano de saúde, baseado no conceito utilizado pelos seguros de automóveis. Com valor do plano mais barato, o cliente define a franquia que deseja pagar, entre R$ 2,5 mil e R$ 15 mil. Ao utilizar a rede credenciada de médicos, o usuário paga um valor mais baixo negociado pela Interclínicas. Se o custo ultrapassar a franquia definida, o seguro cobre.

Fiocruz firma parceria com a Glaxo

A única vacina do Programa Nacional de Imunizações (PNI) que ainda era importada pelo Ministério da Saúde (MS), a tríplice viral, passará a ser produzida pela Fiocruz a partir de 2004. Um acordo firmado ontem com o laboratório Glaxo Smith Kline (GSK) garante cinco anos de transferência de tecnologia, em que profissionais da Fiocruz aprenderão a técnica adequada para a produção do imunizante. O Brasil vai economizar US$ 15 milhões nos próximos cinco anos com a nacionalização da produção da vacina, utilizada contra sarampo, rubéola e caxumba. A previsão é de que 20 milhões de doses deverão ser fabricadas em 2004, alcançando a marca de 110 milhões durante os cinco anos de vigência do contrato. O acordo foi assinado pelo presidente mundial da GSK, Jean Stéphenne, pelo secretário Nacional de Vigilância em Saúde do MS, Jarbas Barbosa, e pelo presidente da Fiocruz, Paulo Buss. A cerimônia ocorreu no terreno - em obras - do futuro Centro de Produção de Antígenos Virais, no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro.
A transferência de tecnologia será gerenciada por um Comitê Consultivo composto de representantes da GlaxoSmithKline Biologicals e do Instituto de Bio-Manguinhos. Este acordo amplia um relacionamento já existente e que teve início em 1998 quando a SmithKline Beecham e a Fiocruz assinaram um acordo para a produção e comercialização da vacina contra Bacilo de Influenza Hemófilos tipo B (Hib), que causa meningite.
Além dos 20 milhões de doses da tríplice viral fruto do acordo, o Centro de Produção de Antígenos Virais de Bio-Manguinhos fabricará no próximo ano cinco milhões de doses da vacina dupla viral, contra sarampo e rubéola. Nos laboratórios da Fiocruz estão sendo pesquisadas sete outras vacinas, contra malária, esquistossomose, dengue, leptospirose, leishmaniose, hepatite C e tuberculose.
O Centro integra o Complexo Tecnológico de Vacinas de Bio-Manguinhos, que é o maior produtor de imunizantes da América Latina e um dos maiores do mundo, com capacidade de preparação de cerca de 200 milhões de doses anuais. Em 2004/2005, a Fiocruz, em parceria com o Instituto Butantan, começará a produzir a vacina Penta Brasil, uma associação das vacinas DTP, HiB e da hepatite B.

Pernambuco sedia Congresso Mundial de Neurorradiologia Intervencionista

Pernambuco será sede do 7º Congresso da Federação Mundial de Neurorradiologia Intervencionista e Terapêutica, do dia 2 a 5 de novembro. É a primeira vez que o Brasil é escolhido pela comunidade internacional para ser palco do evento que reúne os maiores especialistas de todos os continentes.
Cerca de 400 médicos intervencionistas vão discutir e apresentar tratamentos para as mais diversas patologias, com destaque ao tratamento de aneurisma cerebral por embolização. O presidente do Congresso também é brasileiro: o neurorradiologista intervencionista Ronie Leo Piske, do Hospital Beneficência Portuguesa, de São Paulo.
Serão abordadas ainda as patologias vasculares em adultos e crianças, malformações vasculares cerebrais (MAV), agioplastia cérvico-craniana e malformações vasculares da medula.
No evento será lançado um novo stent intra-craniano para tratamento de aneurisma e AVC; há novas espirais cobertas com medicamentos para tratamento de aneurisma; técnicas percutâneas para tratamento de dor na coluna; tratamento de patologias vasculares em crianças; tratamento de aneurisma por embolização, entre outros tratamentos para patologias graves.
O X Congresso da Academia Brasileira de Neurocirurgia será realizado em seguida, de 5 a 8 de novembro, no mesmo local. O evento será realizado no Summerville Beach Resort, em Muro Alto, Porto de Galinhas, PE, das 8 às 18h.

Equipamento permite neurocirurgias sem incisão

O Hospital Santa Paula, de São Paulo, já realizou cerca de 300 cirurgias cerebrais com o equipamento Gamma Knife, da empresa holandesa Leksell, adquirido pela instituição em 1999. O diferencial é que o aparelho permite a realização de neurocirurgias de alta complexidade sem qualquer incisão, a partir do uso de feixes de raios gama. O método diminui os riscos para o paciente. O Dr. Miguel Canteras, neurologista responsável do Hospital Santa Paula, explica que doenças como o câncer, metástases, neuralgia do trigêmeo e até mesmo mal de Parkinson podem ser melhor diagnosticadas e tratadas sem necessidade de uma intervenção cirúrgica tradicional, uma vez que a região do cérebro é delicada e ainda carente de estudos.
"O paciente ganha em segurança, menor exposição a riscos comuns e em qualidade de vida, já que o pós-operatório de uma cirurgia com raios gama é mais tranquilo e rápido", afirma Canteras. Segundo ele, complicações como infecções, hemorragia, perda de líquor e reações adversas à anestesia geral são praticamente inexistentes.
O tratamento com o Gamma Knife baseia-se na emissão de 201 feixes de raios gama. O médico atua exatamente sobre o local da lesão, dispensando a retirada da caixa craniana e evitando o comprometimento de áreas adjacentes do cérebro.

Congresso Brasileiro de Telemedicina começa domingo

Começa no próximo domingo, 2 de novembro, o I Congresso Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde. O evento vai até 4 de novembro e será realizado no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. O tema central é a discussão sobre o uso das tecnologias disponíveis no mercado para a prática da medicina a distância. O congresso será composto por conferências, mesas redondas e workshops em que serão abordados diversos tópicos relacionados à telemedicina e à telessaúde. A palestra de abertura será proferida por Daniel Sigulem, com o tema "A Prática Médica Digital". Também serão apresentadas experiências reais de telemedicina no Hospital Sírio Libanês, na Faculdade de Medicina da USP e na Rede Brasileira de Combate ao Câncer.
Aspectos jurídicos e éticos da telemedicina também estarão em pauta, além da relação com a educação à ditância, ensino e pesquisa, robótica e internet. A programação do evento prevê ainda uma conferência sobre a integração latino-americana das ações de saúde pela telemedicina, delineando um perfil das iniciativas neste sentido em diferentes países da região.
Serviço
Evento: I Congresso Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde
Data: 02 a 04 de novembro 2003
Local: Centro de Convenções Rebouças - CCR
Endereço: Av. Rebouças, 600, São Paulo - SP
Informações e inscrições: tel/fax: (11) 3079-0544, e-mail: swinter@zaz.com.br

HCor aposta em psicologia hospitalar

Para promover uma melhor recuperação de pacientes internados, além de otimizar o atendimento qualitativo, o Hospital do Coração (HCor), de São Paulo, tem investido na psicologia hospitalar como estratégia de gestão. Um estudo da instituição mostrou que 70% das pessoas que sofrem infarto são estressadas. Já quanto a pacientes que passam por consultas, 80% delas apresentam níveis de estresse alto ou muito alto. A vivência de situações de constante estresse podem levar ao desenvolvimento de hipertensão arterial (popularmente conhecida como pressão alta), aumento do colesterol, ateriosclerose e doença coronariana, entre outros. Por esse motivo, o HCor conta em seu programa de check-up com uma forte atuação da equipe de psicologia hospitalar.
A própria notícia da doença e da internação já é uma situação que desencadeia um estado de medo, ansiedade e estresse. Nessa hora, o psicólogo especializado auxilia o paciente a lidar com esses sentimentos, trabalhando de uma forma que irá tranqüilizá-lo e fazê-lo sentir-se seguro e mais confiante no tratamento a que será submetido, o que, ao fim, irá refletir em sua recuperação.
Segundo a chefe do setor de Psicologia do HCor, Silvia Maria Cury Ismael, a atuação do profissional em caráter preventivo pode contribuir para evitar o surgimento de muitas doenças, além de garantir uma melhora na qualidade de vida da pessoa. "Com uma orientação adequada, o paciente pode aprender a lidar com situações de estresse, por exemplo, promover uma mudança saudável em seu estilo de vida e prevenir doenças do estômago, enxaquecas, crises asmáticas e também problemas nas áreas de oncologia e cardiologia. Todos essas alterações têm ligação intrínseca com o estresse", conclui.
Alinhado a este tema, o Hospital do Coração promove nos dias 27 e 28 de novembro o VII Simpósio de Psicologia em Cardiologia, que contará a experiência do hospital a profissionais da área. o evento acontecerá no auditório do Hcor, na rua Desembargador Eliseu Guilherme, 147 ? Paraíso - São Paulo. Mais informações no telefone (11) 3887-6611 ramais 2209 / 2204

Relator aponta solução para orçamento da Saúde

O fim do impasse na Saúde pode estar próximo. O relator-geral do orçamento, deputado Jorge Bittar (PT-RJ), anunciou nesta semana uma solução para recompor a proposta orçamentária de 2004 para a área, defasada em aproximadamente R$ 4 bilhões. O objetivo é cumprir, no próximo ano, o piso constitucional do setor, de R$ 32,5 bilhões, informa a Agência Câmara. Para se atingir esse valor, os R$ 3,571 bilhões do Fundo de Combate à Pobreza serão retirados do montante de recursos destinados à Saúde. A verba, no entanto, será recomposta pelo remanejamento de R$ 2,678 bilhões de outras fontes do orçamento, como a Cofins; pelo corte de R$ 1,2 bilhão dos recursos destinados a investimentos na área de infra-estrutura; e pela destinação de R$ 800 milhões por meio de emendas de parlamentares, o que equivale a cerca de 30% das emendas.
A mudança facilita a votação do relatório preliminar do orçamento de 2004. Mas o governo ainda terá de negociar o número de emendas que os parlamentares poderão apresentar.
A solução foi apresentada em reunião entre deputados das Comissões de Saúde das Assembléias dos Estados e a Frente Parlamentar da Saúde. Jorge Bittar disse aos deputados estaduais que a fórmula para garantir os investimentos mínimos na Saúde, como determina a Constituição, foi conseguida após muitas contas e consultas aos Ministérios do Planejamento e Saúde e aos técnicos da Comissão de Orçamento da Câmara.
Os investimentos que sofrerão cortes ainda serão analisados, mas Bittar adiantou que programas que contribuem para o desenvolvimento e geração de empregos no País não serão prejudicados.

Grupo Saúde ABC tem novo diretor médico

Ao longo de 2003, o Grupo Saúde ABC tem promovido um amplo processo de profissionalização, expansão e modernização. Para isso, está realizando investimentos em infra-estrutura técnica e financeira, inovação de serviços e atendimento. Como parte dessas ações, a empresa acaba de contratar o profissional Benedito Jacob para o cargo de diretor médico. Formado em medicina e pós-graduado em Administração Hospitalar e Sistemas de Saúde, pela Fundação Getúlio Vargas, Benedito Jacob ingressou na área de administração hospitalar em 1995 e trará sua experiência de mais de oito anos para contribuir com a profissionalização do Grupo Saúde ABC.
Inicialmente um plano de saúde de 30 mil vidas dirigido ao ABC Paulista, a empresa ampliou sua área de atuação para o litoral, com apenas dois anos de atividades e, em 1999, adquiriu uma carteira de 40 mil associados residentes no ABC e nas regiões Mogiana e litoral do Estado de São Paulo. Atualmente, o Grupo conta com 170 mil vidas.
Um dos primeiros objetivos do profissional no Grupo Saúde ABC será trocar experiências com a equipe médica a fim de dar continuidade ao processo de aperfeiçoamento no atendimento da instituição.

Siemens lança arco móvel isocêntrico

A Siemens apresenta ao público do XXXV Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia seu novo produto para o segmento, o Siremobil Iso-C 3D. Trata-se de um arco móvel isocêntrico que possui rotação orbital em 190°, cujo feixe central permanece sempre no ponto de rotação do braço em "C". O recurso permite a geração de imagens tridimensionais precisas e ricas em detalhes, disponíveis em tempo real dentro da sala de cirurgia. O congresso acontece de hoje a 1º de novembro, em Recife-PE. O equipamento tem aplicação nos procedimentos cirúrgicos de ortopedia e traumatologia, e em cirurgias de coluna. O Siremobil Iso-C 3D pode ser usado na integração com navegação por meio da interface automática de transferência das imagens 3D, do arco para o sistema de navegação. Assim, as imagens geradas representam a situação e o posicionamento real e atual do paciente, oferecendo mais segurança ao cirurgião.
O novo recurso significa ainda uma redução de custos para o tratamento, pois dispensa a necessidade de exame de tomografia pós-operatório e também a repetição ou revisão do procedimento. O arco foi desenvolvido especificamente para o uso intra-operatório na reconstrução de superfícies de juntas e fraturas complexas. Uma das funções é orientar o médico na colocação de placas e parafusos.
Durante a rotação orbital em 190°, são registradas uma séria de projeções definidas em etapas angulares fixas. Com isso, um conjunto de dados 3D de alta resolução é gerado e fica disponível imediatamente. Em seguida, é possível realizar MPR (sigla em inglês de reconstruções multiplanares arbitrárias) em tempo real na sala de cirurgia. As características do Siremobil Iso-C 3D oferecem acesso quase ilimitado do paciente, sem aumentar o tempo de preparação e complexidade do procedimento.

Fiocruz anuncia curso de saúde pública em Pernambuco

O Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM), unidade de pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco, oferece 17 vagas a profissionais de nível superior da área de saúde para o Curso de Especialização em Saúde Pública. Segundo a Agência Brasil, as inscrições vão até o dia 10 de novembro. Esta é a 22ª edição do curso, que tem duração de dez meses em regime de tempo parcial. A taxa de inscrição é de R$ 50, que deve ser paga no Banco do Brasil, agência 2234-9, conta 94.261-8, em nome de FIOTEC. Para efetivar a matrícula, é preciso comparecer à Secretaria Acadêmica do Departamento de Saúde Coletiva do CPqAM (Nesc), em Recife, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h ou das 14h às 16h.
O edital completo sobre o Curso de Especialização em Saúde Pública pode ser consultado no site do CPqAM (link abaixo). Maiores informações pelo telefone (81) 3302-6511 ou pelo e-mail seac@cpqam.fiocruz.br.