faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Salux avança na estratégia de ajudar hospitais a aprimorarem a governança

governança.jpg
Em cenário onde o caminho para uma saúde sem papel é irreversível, a healthtech apostou em pesquisa e desenvolvimento para incluir em seu rodmap de produtos soluções que ajudam as instituições a realizarem uma gestão transparente e segura dos seus indicadores, alcançando disponibilidade e rastreabilidade das informações e processos cada vez mais digitais

A Salux, healthtech especializada em gestão hospitalar com cerca de 25 anos de mercado, visando democratizar a excelência e fazer uma transformação na saúde, está direcionando os seus esforços de desenvolvimento de soluções que ajudem de fato as empresas do setor a aumentarem a sua governança. A empresa, que acaba de receber um aporte de R$ 50 milhões e tem a missão de  solucionar problemas de saúde por meio da tecnologia, está ampliando o seu portfólio com duas novas soluções, que ajudam a responder desafios importantes do setor: disponibilidade e rastreabilidade das informações. 

Segundo Murilo Fernandes, CEO da Salux, a pandemia não só acelerou o processo de transformação digital nas instituições de saúde como evidenciou a necessidade de  adotar práticas de governança capazes de garantir uma gestão mais transparente, eficaz e com a correta utilização dos recursos. 

“A alta disponibilidade de indicadores para auxiliarem na tomada de decisão, bem como a rastreabilidade dessas informações, garantindo integridade, privacidade e segurança são aspectos que fazem cada vez mais a diferença em hospitais de todos os portes. No entanto, em especial, para as instituições menores que têm uma relação mais estreita com a busca por custo x efetividade, ou então, aquelas que desejam alcançar alguma acreditação internacional, por exemplo, são mais mandatórias ainda”, explica Fernandes.  

Inteligência e gestão de indicadores de desempenho

Dentro desse objetivo, a Salux investiu no aperfeiçoamento de sua solução de business intelligence - o SX Intelligence - que traz indicadores em tempo real, possibilitando a tomada de decisão baseada em evidências e informações tangíveis e permite ainda uma visibilidade operacional versus a estratégia definida. A solução, 100% repaginada, traz 37 painéis constando todos os indicadores que precisam ser acompanhados em uma instituição de saúde. Ou seja, além da tecnologia, a Salux agregou todo o seu conhecimento e expertise no que diz respeito aos principais gargalos hospitalares e, desta forma, conseguir ajudar os hospitais a identificarem o que precisam extrair de informação para garantir a governança. 

“Estamos propondo uma mudança de conceito. Normalmente, as instituições têm a ferramenta de BI, mas não sabem quais são os indicadores para os quais devem olhar. Não queremos só que esta seja mais uma solução no mercado. O diferencial é exatamente este: oferecer a tecnologia que habilita tudo e o conhecimento para disseminar a cultura analítica, o que se traduz em valor agregado para as decisões e gestão”. 

Os modelos de comercialização são bastante diferenciados e flexíveis, podendo ser escalonados e customizados à medida em que vai aumentando a complexidade e a exigência das análises, o que segundo o CEO, é uma forma de levar para hospitais menores, uma tecnologia e uma inteligência antes restrita aos grandes. Entre outras possibilidades, a solução oferece gestão estratégica de backoffice, indicadores de acreditação, cockpits assistenciais e personalização de Dashboards.

Rastreabilidade e segurança da informação 

Além da gestão dos indicadores, a Salux desenvolveu um assinador e emissor de certificados digitais de assinatura avançada  - SX Signature - que pode ser acessado diretamente no prontuário eletrônico, que ajuda a garantir a rastreabilidade, a confiabilidade e a segurança da informação, aspectos importantes na governança. Fernandes explica que esse sempre foi um desejo no mercado de saúde para a substituir a necessidade de emitir um certificado para cada profissional da saúde. 

 No modelo tradicional, onde é usada a certificação simples, além de ser um mais complexo e demorado, o certificado fica atrelado ao CPF do profissional assistencial, inutilizando o cadastro quando ele deixa a instituição. Sem falar dos custos que esse processo gera ao ter que emitir uma nova certificação. Com este modelo de assinatura avançada, a própria área de TI da instituição faz emissão do certificado  e também o desabilita quando necessário. 

Além das questões de governança, que permitem saber quem e quando assinou determinado documento, a certificação digital também elimina a necessidade imprimir os papéis para serem assinados, preparando os hospitais para o cenário saúde sem papel ou paperless. “Os processos digitais diminuem os custos e aumentam a eficácia e agilidade para todo  o processo. E, tudo o que é assinado digitalmente, por uma assinatura simples ou avançada, torna-se inviolável, o que traz segurança para o paciente e para o profissional de saúde”, finaliza. 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar