faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Design na saúde: healthtech brasileira conquista prêmio alemão com wearable para diagnóstico de distúrbios neurológicos

Article-Design na saúde: healthtech brasileira conquista prêmio alemão com wearable para diagnóstico de distúrbios neurológicos

Brain4care
Pioneira, tecnologia de healthtech oferece o monitoramento por meio de wearable que auxiliam a qualificação de diagnóstico de distúrbios neurológicos

A healthtech brain4care recebeu uma das mais importantes premiações internacionais da área. Com a tecnologia 2.0 de monitorização não invasiva da complacência intracraniana, a empresa conquistou o prêmio IF Design Award, na categoria Medical/Healthcare.

Organizada pelo iF International Forum Design GMbH, essa premiação é reconhecida mundialmente como um selo de excelência, avaliando o impacto global do design.

“Esse prêmio é uma evidência de que avançamos muito nos últimos anos. Nossa tecnologia 2.0 mostra que deixamos de ser uma startup com ideias promissoras e uma oferta inicial para nos tornarmos uma healthtech que entrega uma resposta de valor, com alta efetividade e impacto na vida das pessoas”, afirma Renato Abe, diretor de marketing da brain4care.

Wearable para o monitoramento de distúrbios neurológicos: como funciona?

Por meio de um sensor posicionado externamente na cabeça do paciente, o dispositivo capta todas as movimentações da caixa craniana – garantindo ao médico uma análise minuciosa de informações que antes só eram possíveis por meio de procedimentos invasivos.

As análises ficam ainda mais ágeis e fáceis de entender por conta do algoritmo da tecnologia, que consolida todas as informações em gráficos e relatórios transmitidos em minutos para o dispositivo móvel do médico.

Lançado em 2023 durante o Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva, o dispositivo já está presente em mais de 75 clínicas e hospitais. Seu design, assinado por Gustavo Chelles e Romy Hayashi da Chelles & Hayashi Design, tem evoluído continuamente para melhorar a experiência do usuário e a eficácia da solução.

“Com base nas observações de nossos clientes e de nosso amadurecimento em relação à tecnologia, implementamos uma série de melhorias que facilitam a utilização correta e o conforto do paciente, além de elevar ainda mais a efetividade da solução”, afirma o diretor de marketing da brain4care.

As melhorias incluem uma interface com LEDs para facilitar o posicionamento e aperto do sensor, estabilização do sinal e uma banda de fixação ajustável para maior conforto do paciente, adaptável tanto para crianças quanto para adultos.

Outro destaque importante é a sua autonomia, que permite o monitoramento contínuo de até 10 horas. Além disso, a tecnologia não utiliza descartáveis, o que a coloca alinhada aos valores de sustentabilidade.