faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Merck se destaca em setor farmacêutico no prêmio Mulheres na Liderança

TAG: Gestão
merk mulheres liderança.png

O prêmio Mulheres na Liderança, realizado anualmente pela Editora Globo em parceria com a ONG Women in Leadership in Latin America (WILL), busca identificar como está a equidade de gênero em empresas no Brasil. A premiação se embasa sobre o estudo do mesmo nome, realizado pela Ipsos a pedido da WILL. A Merck, líder em ciência e tecnologia, se destacou no setor farmacêutico, ficando com o segundo lugar na categoria.

O resultado reforça o compromisso da empresa com a meta para igualdade de gênero dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU. “Estamos empenhados em melhorar a equidade de gênero na Merck Brasil. Para isso, contamos com nosso programa Mulheres na Liderança (Women In Leadership - WIL), que define a meta de alcançar a igualdade neste sentido em posições de liderança até 2023“, explica o dr. Luiz Magno, Diretor Médico da Merck no Brasil e líder do WIL (Women in Leadership) – programa interno que visa aumentar o número de mulher em posição de liderança na empresa.

Diversas ações para concretizar o programa – como mentoria para mulheres, representação equitativa de gênero nos processos seletivos e criação de grupos de discussão femininos com o apoio de líderes da Merck – estão em andamento na Merck e, em 2019, a empresa assumiu u o compromisso de ter pelo menos uma mulher ao final de cada processo seletivo, bem como de garantir uma participação equilibrada de homens e mulheres em programas de desenvolvimento.

Na premiação da Editora Globo, foram mais de 160 empresas participantes e o relatório final, conduzido pela IPSOS, apontou avanços na luta pela igualdade de gênero nas organizações. Um dos dados mostrou que 93% das empresas participantes possuem uma política formal de promoção da equidade, com metas claras e ações planejadas ou realizam ações pontuais e específicas para a promoção da equidade de gênero.

Além do programa WIL, a Merck também instaurou o projeto Com Elas: moderados por líderes mulheres, os grupos de discussão compostos por mulheres e realizados em todas as unidades deram às participantes a oportunidade de compartilhar suas histórias de vida, seus desafios e superações, em um ambiente empático e de acolhimento. As colaboradoras mães também tiveram uma importante conquista em 2020, com a inauguração de salas de aleitamento no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Barueri, para que possam extrair e armazenar o leite materno de forma correta e segura.

Além de todos os avanços internamente, em 2020, a Merck foi a 1a farmacêutica a aderir a campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica, idealizada pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por conta do aumento de casos de feminicídio na pandemia.

"Como uma empresa signatária dos Princípios de Empoderamento Feminino da ONU Mulheres, disponibilizamos o nosso time de Campo que realiza cerca de 500 visitas ao dia em farmácias de todo o Brasil para reforçar as mensagens da campanha aos balconistas e farmacêuticos que podem ajudar essas mulheres vítimas de violência doméstica", afirma Thais Motta, Gerente de Trade Marketing da Merck e líder do Grupo de Trabalho de Mulheres em posição de Liderança.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar