faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Os 10 ensinamentos de ‘’A Gestão Segundo Bill Gates’’

bill-gates-dicas-para-empreendedores-gestao
Gates tem seus ensinamentos de empreendedorismo frequentemente divulgados e seguidos por quem também almeja e admira seu sucesso, querendo se destacar também em seus campos de trabalho. Segundo o livro A Gestão Segundo Bill Gates, de Des Dearlove, há 10 pontos importantes da administração de Gates que devem ter atenção. [Leia mais]

Conhecido como um dos homens mais influentes e ricos do mundo, ocupando a famosa lista da Forbes por 18 anos, Bill Gates é alvo da fascinação de grande parte dos empreendedores de diversos portes e segmentos pelo seu sucesso e inovação.

Bill Gates concebeu, juntamente com Paul Allen, seu amigo de infância, a empresa Microsoft, sendo responsável pela criação do Windows e um dos desbravadores na criação de produto que mudaria o estilo de vida do mundo moderno: o PC. Suas primeiras realizações foram impressionantemente alcançadas aos 19 anos, quando ainda cursava a Universidade de Harvard.

Gates tem seus ensinamentos de empreendedorismo frequentemente divulgados e seguidos por quem também almeja e admira seu sucesso, querendo se destacar também em seus campos de trabalho. Segundo o livro A Gestão Segundo Bill Gates, de Des Dearlove, há 10 pontos importantes da administração de Gates que devem ter atenção. São eles:

1. Esteja no lugar certo na hora certa

A primeira parceria da Microsoft foi com a IBM, nos anos 80. A empresa de hardware, querendo entrar no mercado de computadores pessoais, terceirizou o sistema operacional, acreditando que o segmento de plataformas não tivesse grande importância. Primeiramente, a companhia procurou a Digital Research Inc., que estava executando o Apple II. Porém, o contato da empresa na época estava de férias. Gates aproveitou a ausência do concorrente e fechou com a negociação com a IBM.

Para entregá-los um sistema operacional para a parceria, Gates comprou um software criado por uma empresa pequena por 50 mil dólares, fez melhorias transformando-o no MS-DOS e vendeu o produto licenciado por 8 milhões de dólares. Com o domínio do mercado, ele sempre foi capaz de reconhecer as oportunidades, potencializa-las e aproveitá-las. 

2. Apaixone-se pela tecnologia

Conhecer todas as áreas da empresa e sua linha de produção é uma estratégia de grandes empreendedores. O empreendedor sempre soube falar com os programadores, mantendo uma comunicação aberta com funcionários e, assim, tendo sempre consciência de tudo que acontece em sua empresa. Bill Gates sabe a importância da tecnologia para qualquer área de especialização. Ele ainda reconhece a importância dos desenvolvedores de software. Na Microsoft, os experts técnicos são considerados mais importantes do que os administradores.

3. Não faça prisioneiros

Bill Gates tem como objetivo apresentar produtos de qualidade superior e serviços mais satisfatórios. Como consequência, consegue vencer a concorrência, aliado com suas técnicas de negociação e mantendo as personalidades fora das decisões comerciais.

4. Contrate gente muito inteligente

Uma expressão muito utilizada na Microsoft é "gente com alto QI", servindo para designar pessoas inteligentes. Gates sempre recrutou os melhores estudantes recém saídos da universidade, dando a eles a motivação de trabalhar em uma grande equipe. A empresa dá aos funcionários outro incentivo através da possibilidade de adquirirem ações da companhia, cedendo a eles a oportunidade de ganharem muito dinheiro, enquanto a empresa também lucra.

5. Aprenda a sobreviver

A Microsoft investe no aprendizado de seus empregados, acreditando que a educação evita erros e repetições. Além disso, a empresa faz questão de receber o feedback de seus clientes, obtendo assim informações mais precisas sobre seus produtos e permitindo a participação dos clientes nas criações da empresa.  Na versão beta do Office 2010, por exemplo, os clientes davam o feedback em formato de fácil entendimento para a equipe, com divisões para comentários positivos e negativos. A empresa também é conhecida por receber bem as reclamações, além de arquivá-las, para que os erros possam ser corrigidos rapidamente.

6. Não espere agradecimentos

Gates aprendeu que o sucesso provoca inimigos, e que não há formas de se tornar o homem mais rico do mundo sem criar desavenças. O que pode ser feito é aproveitar a oportunidade como incentivo para se manter na liderança.

7. Assuma uma posição visionária

No mercado tecnológico há a importância de estudar o futuro, aliando visão, sabedoria na área e modo peculiar de sintetizar dados. Com essas ferramentas, ele consegue identificar tendências e assim, criar estratégias e produtos inovadores.

8. Cubra todas as bases

Um dos motivos de sucesso de Bill Gates se deve ao fato de ele não ter se limitado somente ao Windows, tendo a capacidade de gerenciar diversos projetos simultaneamente. Muitos produtos tiveram sua assinatura, como o Microsoft Office, MSN, Internet Explorer e XBox. Porém, mesmo com sua diversidade, Gates continua sempre focado no seu campo de negócio, com a ideia de conquistar totalmente o domínio da computação.

9. Construa uma empresa do tamanho de um byte

Gates sempre tenta manter a sensação de uma companhia pequena, dividindo a Microsoft em unidades melhores. Com essa estratégia, ele consegue valorizar cada equipe, fazendo com que os funcionários promovam sua eficácia e permitindo um melhor controle da empresa. Ele observou também que grupos menores costumam ter a comunicação interna aprimorada. 

10. Nunca, jamais perca a bola de vista

Em um mercado em constante mudança como a computação, o foco é a qualidade mais importante. Os produtos sempre virarão obsoletos, e estar atento a mudanças pode levar ao diferencial que coloca uma empresa no topo.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar