faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Logística é fundamental para a democratização da saúde em áreas remotas

Diante de infraestruturas danificadas, a expedição de kits emergenciais de saúde requer agilidade e boa gestão

Em um

País que conta com uma população de 202,7 milhões de pessoas, distribuídas em

mais de 5.570 municípios, levar serviços de saúde a todos os locais é um grande

desafio. Além de mão de obra e recursos em grande escala, é preciso assegurar

uma infraestrutura mínima em regiões remotas, como é o caso da Amazônia, onde

populações vivem às margens dos rios e cujo acesso se dá essencialmente por

meio de transporte fluvial.

 

Todas as

possíveis emergências precisam ser mapeadas antecipadamente, a fim de provisionar,

armazenar e disponibilizar adequadamente tudo o que se faça necessário para uma

boa assistência médica.

 

Esse

desafio está sendo enfrentado pelo Governo Federal, com o Programa de

Construção de Unidades Básicas de Saúde Fluviais (UBSF). No ano passado, foi

inaugurada a primeira UBSF do Amazonas, batizada de Igaraçu, para atender as

populações ribeirinhas dos rios Madeira, Madeirinha, Autaz-Açu, Canumã,

Abacaxis e Sucunduri.

 

Na

extensão da embarcação, que tem 24 metros de comprimento, a unidade conta com

consultórios para atendimento médico, de enfermagem e odontológico. Também

possui farmácia, laboratório e salas de vacinas, curativo, coleta de material e

esterilização. O corpo profissional é composto por médico, enfermeiro, técnico

de enfermagem e de laboratório, dentista e auxiliar ou técnico de Saúde Bucal,

além dos agentes comunitários de saúde que residem e exercem suas atividades

nas comunidades próximas aos rios.

 

Para que

todo esse aparato seja mantido em funcionamento, é preciso contornar obstáculos

como adversidades do clima e dificuldades de transporte. Qualquer falha tem um

impacto de tempo e custo muito maior do que em unidades próximas aos centros

urbanos. Por isso, somente um bom projeto logístico pode garantir o que temos

como mantra: que o paciente certo receba o medicamento na dose e hora certas.

Mayuli

Fonseca, Diretora de Novos Negócios da UniHealth Logística Hospitalar - http://unihealth.com.br/

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar