faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Analytics e dados ajudam na redução de custos dos hospitais

shutterstock_367579028
Entidades se valem de relatórios baseados em D&A para redução de internações hospitalares e menos complicações nos tratamentos.

O mercado de saúde começa a olhar para dados e ferramentas de analytics como aliados para diagnósticos mais precisos e rápidos, menores taxas de reinternação e para que o tratamento de saúde tenha o menor impacto possível na rotina das pessoas. E todos esses benefícios levam, consequentemente, a uma melhor eficiência operacional e à redução de custos assistenciais.

A maior parte das organizações de saúde norte-americanas está no meio do caminho em direção à maturidade de dados e analytics (ou D&A, pela sigla em inglês). Estimuladas pelo Affordable Care Act (ACA), ou Obamacare, instituem Registros Eletrônicos de Saúde (EHRs, da sigla em inglês) e se valem de relatórios baseados em analytics para melhores resultados no curto prazo, tais como redução de internações hospitalares e menos complicações nos tratamentos.

Mas a caminhada segue em passos lentos. Estudo publicado recentemente pelo HealthLeaders Media indica que 69% dos respondentes estavam "completamente comprometidos" em utilizar o D&A para a gestão de saúde populacional, apesar de muitos não terem avançado nos primeiros estágios da formulação da estratégia e do investimento em infraestrutura e tecnologia. Outro levantamento, feito pela KPMG, mostra que 21% das entidades ainda estão na fase de planejamento da jornada, contra uma pequena porcentagem - 10% - que já diz ter progredido no uso avançado de ferramentas para coleta de dados e análise preditiva.

Quem se vale da estratégia obtém benefícios diretos. Estudo recente da HIMSS Analytics revela que 48% dos respondentes tomam decisões mais rápidas e acuradas usando plataformas de analytics, ao passo que 47% atribuem a redução de custos ao uso estratégico do D&A. Por fim, conforme o CMS Hospital Compare Score, 63% dos hospitais disseram que os analytics ajudaram a diminuir as taxas de readmissão dos pacientes.

De forma geral, D&A auxilia os hospitais a:

  • atingir transparência nos processos clínicos e tarefas operacionais;
  • reduzir períodos de permanência;
  • minimizar complicações;
  • aumentar a satisfação do paciente.

Uso

Um obstáculo emergente para o uso do D&A é a adoção de uma plataforma efetiva que facilite a interoperabilidade entre EHRs e os sistemas legados. Esse é considerado um verdadeiro desafio, já que tal tecnologia deveria alinhar as exigências atuais de demanda e liquidez dos dados sem perder o critério básico de proteção à privacidade do paciente e ao compliance da HIPPA (Health Insurance Portability and Accountability Act).

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar