faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

A Área Regulatória e a Resseção Econômica

Em primeiro lugar, como cidadão brasileiro cumpre-me parabenizar o atual governo pelo imenso esforço em afundar o país com o intervencionismo excessivo, aparelhamento político da máquina administrativa

e das agências reguladoras além das medidas econômicas equivocadas.

Não é preciso ser Economista

tampouco especialista em análise econômica e política para perceber que o país

tem perdido atratividade de investimentos e que a nossa indústria está em pleno

retrocesso. Conseguimos cunhar o termo “desindustrialização” nos últimos anos.

Bem, obviamente, os Marcos

Regulatórios têm auxiliado, e muito, para que o país se torne menos atraente a

investimentos estrangeiros, assim como para que menos empresários brasileiros

invistam seus recursos na área da Saúde. Embora os números apontem para um

crescimento populacional positivo, a maior expectativa de vida e o nítido

envelhecimento da população, ainda assim poucos têm arriscado investir nessa

área.

Uma grande maioria alega que as

barreiras regulatórias fazem do Brasil uma ilha. Poucos conseguem romper essa

barreira. E quando o fazem, se deparam com uma burocracia infernal para manter

as empresas operantes.

Os Marcos Regulatórios que

deveriam servir para se criar um ambiente seguro e positivo aos investidores e

pacientes, obteve o efeito inverso e afastou o dinheiro do mercado da saúde.

Inúmeras empresas estão fechando ou em dificuldades operacionais e financeiras

incríveis.

A politização excessiva das

Agências Reguladoras, e a ANVISA não é de forma alguma uma exceção, ajudaram,

em muito, a atingirmos esse estado de coisas que hoje enfrentamos. Se nós, como

sociedade civil organizada, não nos mobilizarmos de forma pacífica, legal, mas absolutamente

contundente, só nos restará ver naufragar os esforços de centenas de empresas

que ainda remam contra essa maré negativa, de forme absolutamente heroica.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar