faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como o 5G vai revolucionar o acesso à saúde

5g na saúde.jpg
Representantes de healthtechs comentam possibilidades dessa tecnologia.

Desde o início da pandemia muitos setores sofreram mudanças para se adaptar à nova realidade, o de saúde foi um dos que mais teve que mudar e que ainda deve sofrer uma grande revolução com influência do 5G, quinta geração de internet móvel sem fio, que promoverá um aumento de até 100 vezes na velocidade de navegação e download, sem a necessidade de fibra.

Um dos principais avanços que tivemos neste sentido está a adesão à telemedicina, que antes não era permitida no Brasil. Michael Ruah, CEO e cofundador da SouSmile, destaca que a modalidade era vista como algo que poderia ser prejudicial aos pacientes e aos profissionais liberais. Porém, colocar o modelo em prática mostrou que os pacientes podem ter acesso há muitas opções de serviços e profissionais, que não é necessário um grande investimento em plataforma e as consultas podem ser feitas via ferramentas como o WhatsApp. A telemedicina será uma das vertentes da saúde que mais será impactada positivamente com a implementação do 5G, com chamadas mais estáveis e com maior acesso à internet para as regiões mais remotas.

Para o empreendedor, a maior mudança que a SouSmile teve com a chegada da pandemia foi justamente o formato híbrido. “Em março de 2020 veio o lockdown e as nossas lojas, que ficam a maioria dentro dos shoppings, ficaram fechadas. Como tínhamos milhares de pacientes que precisavam seguir com o tratamento, demos início a consultas virtuais e criamos no nosso site a avaliação pré-tratamento online. Isso virou parte do nosso modelo mais perene e a telemedicina, de uma forma geral, é algo que deve perpetuar mesmo com o fim da pandemia, trazendo um leque muito maior de possibilidades para os nossos pacientes”, finaliza.

Outra tendência de mudança muito significativa que está caminhando para acontecer é a integração de dados dos pacientes e o surgimento de super apps que oferecem vários serviços de saúde em uma única plataforma. Gustavo Mariozzi, COO da Beep Saúde destaca que a pandemia acelerou a adesão de tecnologias que antes não eram muito aceitas. Para a Beep, que desde 2016 já trabalhava na tese de atender os pacientes no conforto de suas casas, com um serviço de excelência e sem cobrar taxas por isso, a tendência é aumentar cada vez mais os serviços oferecidos e as regiões de atendimento. “Queremos ser uma one-stop-shop de saúde nos próximos anos, com mais serviços agregados dentro de uma mesma plataforma para que as pessoas pensem em saúde e já lembrem da Beep. Nós pretendemos ser a startup que resolve todo os problemas de saúde de forma integral e em poucos cliques”, afirma.

O 5G permitirá um aperfeiçoamento da jornada do paciente, integrado à internet das coisas, que na medicina também é chamada de IoMT (Internet of Medical Things). Através de dispositivos integrados, como os smartwatches, assistentes virtuais e demais wearables, será possível conectar milhares de dispositivos, sem que isso interfira na qualidade da transmissão, possibilitando uma análise rápida e integrada dos dados do paciente para o entendimento da sua jornada e um delineamento do seu cuidado com o paciente no foco de toda decisão. Terapias para tratamento de condições neurológicas e de saúde mental poderão ser aperfeiçoadas com a realidade virtual e a realidade aumentada.

E é neste sentido que o Gympass também está buscando evoluir a sua plataforma. Desde 2020 o Gympass tem o objetivo de tornar o bem-estar universal. Para isso, expandiram a atuação, com aplicativos e profissionais parceiros que olham para diferentes âmbitos: atividade física, saúde mental, nutricional e financeira. “Hoje as empresas podem oferecer um produto que, independente de onde estejam os colaboradores, é possível incentivar hábitos saudáveis. Estamos sempre em busca de criar serviços personalizados, agregando tecnologia e inteligência artificial tanto para o cliente final quanto para as empresas, para que possam gerar insights para manter este cuidado com as pessoas”, diz Priscila Siqueira, Líder do Gympass no Brasil.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar