faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

GAP na saúde é preenchido por healthtechs que investem em tecnologia e atendimento on-line

telemedicina portal saúde business.png
Cia da Consulta já realizou cerca de 60 mil consultas online desde março 2020 e utiliza a telemedicina como forma de oferecer qualidade e saúde para todo o país

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o mais completo sistema de saúde pública do mundo. No entanto, desde o ano passado com a pandemia, tem apresentado dificuldade no atendimento de consultas médicas. Nesse contexto, a Cia da Consulta, rede de medicina inteligente que atua com clínicas presenciais na cidade de São Paulo e atendimento em telemedicina para todo o Brasil, atua minimizando o GAP na saúde que existe entre o sistema público e o privado. A healthtech já realizou aproximadamente 60 mil consultas on-line e vem observando um crescimento de 20% mensal desde o início da pandemia, em março de 2020. 

“É notável o GAP na saúde no Brasil entre quem usa o SUS e quem possui plano de saúde. Por isso, oferecemos um preço mais baixo com atendimento de qualidade para as pessoas, e isso atinge o público que buscava outra forma de atendimento médico”, destaca.

 

Divulgação: Cia da ConsultaVictor Fiss, CEO - consultório 1 - crédito  Divulgação Cia da Consulta-min.jpg

Victor Fiss, CEO da Cia. da Consulta

Dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados em dezembro de 2019, revelam que os gastos  com a saúde no Brasil são equivalentes a 9,2% do PIB. O desembolso das famílias com o segmento é equivalente a 5,4% e, o país está entre os 10 principais mercados de saúde no mundo. A pandemia, que teve início no Brasil em março de 2020, impulsionou o segmento das healthtechs e, o setor de consultas e exames de diagnósticos são os principais meios pelos quais as pessoas acessam as startups. 

Com o isolamento social, a telemedicina tornou-se um dos principais métodos das healthtechs atenderem, de forma eficiente, a população de modo geral, sendo necessário apenas que o paciente tenha acesso à internet. Em abril deste ano, o atendimento on-line conquistou um ano de autorização da prática no Brasil, por causa da crise sanitária da pandemia. “A regulamentação da telemedicina estava sendo adiada por aqui mas, mais cedo ou mais tarde, iria acontecer. É comprovada a eficácia do acompanhamento médico on-line. Por isso, introduzimos o teleatendimento na Cia. da Consulta em março de 2020. Não podíamos esperar a volta das consultas presenciais, tínhamos que continuar oferecendo qualidade e atendimento para os pacientes da rede”, explica o empresário. 

As startups atuam por meio de sistemas inteligentes, usando tecnologia, dados e inteligência artificial, onde acabam resolvendo gargalos importantes na saúde. “Aqui na Cia temos uma tecnologia própria que oferece soluções para planos de saúde e empresas, além de facilitar o atendimento on-line. Nascemos em 2017 e registramos um crescimento médio de cerca de 240% ao ano. Pretendemos realizar uma nova captação em breve para continuarmos os investimentos na saúde”, finaliza Victor Fiss. 

TAG: healthtech
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar