faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Dasa anuncia estudo para investigar papel da imunidade celular contra Covid-19

dasa.png
A Dasa, maior rede de saúde integrada do país, e o Hospital Santa Paula, de São Paulo (SP), anunciam um estudo exploratório para investigar o papel da imunidade celular na evolução da infecção pelo SARS-CoV-2.

Liderada pelas infectologistas Lígia Pierrotti, da Dasa, e Cristhieni Rodrigues, do Hospital Santa Paula, a pesquisa avaliará o impacto da imunidade celular em 50 pacientes com diagnóstico de Covid-19, que apresentam os principais desfechos da doença: entrada em unidade de terapia intensiva, necessidade da ventilação mecânica e óbito. 

O estudo será feito pelo teste QuantiFERON, que avalia a resposta celular específica ao SARS-CoV2, semelhante aos testes já utilizados na rotina clínica para Tuberculose e Citomegalovirus. A partir da observação do perfil e da intensidade da imunidade celular de cada participante, as pesquisadoras vão correlacionar este dado com o prognóstico e desfecho de cada paciente. Lígia Pierrotti explica que o objetivo é identificar possíveis marcadores da imunidade celular com melhor ou pior evolução dos pacientes.  

O grande desafio é justamente identificar quem são os pacientes com potencial de desenvolver a Covid-19 de forma mais grave. Isso porque a grande maioria dos portadores da doença evoluem sem complicações e, mesmo entre os hospitalizados, há uma prevalência alta daqueles que não precisarão de terapia com oxigênio, ou que precisam, mas não terão a necessidade de serem internado em UTI. Apenas uma minoria dos contaminados evolui para as formas mais graves da Covid-19 e óbito. Com a pesquisa, a proposta é ajudar a responder, por meio da análise de imunidade celular, o que distingue esses pacientes.   

Também no contexto da imunidade celular, a Dasa, em parceria com a Unifesp, está desenhando uma pesquisa que visa responder qual é o papel da imunidade celular pós-vacina contra Covid-19. Como essa imunidade ocorre e como é possível quantificá-la também serão metas do projeto que está em delineamento entre as duas Instituições.    

Indicamos como porta-voz a médica infectologista da Dasa, Lígia Pierrotti. 

Sobre a Dasa 

A Dasa é a maior rede de saúde integrada do país e, atualmente, cuida da jornada de mais de 20 milhões de pessoas por ano. Criada para ser a saúde que as pessoas desejam e que o mundo precisa, a Dasa está presente em todas as etapas de cuidado. Acredita na gestão da saúde – e não apenas da doença – e atua sob a ótica da navegação preventiva, preditiva e personalizada.  

Firme na abordagem high tech + high touch, a Dasa acredita na jornada de saúde que integra medicina diagnóstica, hospitais de alta complexidade, genômica, oncologia, coordenação de cuidados, atenção primária e secundária, telemedicina e pronto atendimento. Além disso, propõe uma navegação sem atritos na jornada da saúde, tanto para pacientes quanto para médicos, incluindo também soluções integradas de saúde corporativa, por meio do Dasa Empresas, e o cuidado de seus mais de 40 mil colaboradores.  

Somos 250 mil médicos parceiros, 16 hospitais referências (considerando rede própria, crescimentos inorgânicos e os deals que ainda estão sob aprovação dos órgãos reguladores), e mais de 59 marcas entre medicina diagnóstica e hospitais, distribuídas em mais de 900 unidades no Brasil. Somos Dasa e somos para toda a vida. Para mais informações, acesse: www.dasa.com.br

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar