faz parte da divisão da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Minas Gerais bate recorde em número de beneficiários de planos médico-hospitalares

plano médico-hospitalar.png
Estado superou o Rio de Janeiro e agora é o segundo maior do País, com 5,6 milhões de vínculos, aponta análise do IESS

Minas Gerais se sobressaiu em volume de novas adesões de planos médico-hospitalares nos 12 meses encerrados em setembro deste ano e acumula 5,6 milhões de beneficiários, número recorde desde o início da série histórica da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em 2000. O estado registra, ainda, alta de 4,3% de vínculos, indicador acima da média nacional (3,5%), revela a Análise Especial da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB) nº 75, desenvolvida pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).       

O estado tem se destacado quando se trata de novos contratos, comportamento registrado especialmente após os meses iniciais da pandemia da Covid-19. Entre junho de 2020 e setembro deste, ano houve aumento de 624 mil beneficiários. Essa aceleração fez com que Minas ultrapassasse o Rio de Janeiro em número de vínculos, se fixando como o segundo maior estado em número de pessoas com plano de saúde médico-hospitalar – atrás apenas de São Paulo com 18,1 milhões.         

Vale lembrar que, entre setembro de 2016 e março de 2020, o estado se manteve estável em relação a número de beneficiários, média de 5 milhões de vínculos. Na comparação anual, entre setembro de 2021 e deste ano, no entanto, houve aumento de 232,7 mil contratos com registro de alta durante dez meses consecutivos.

De acordo com dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro de 2022 havia registro de 21,7 milhões de habitantes em Minas Gerais. Desta forma, cerca de 1 a cada 4 moradores (26%) possuíam um plano de assistência médico-hospitalar.

José Cechin, superintendente executivo do IESS, observa que os planos coletivos empresariais puxaram o bom desempenho registrado em Minas Gerais. “Apenas nos 12 meses encerrados em setembro passado, foram 219 mil adesões nesta modalidade, reflexo do emprego formal no estado, que registrou 230,8 mil novas oportunidades, alta de 5,4%, acima, inclusive, do registro de adesões a planos (4,3%)”, afirma

Em setembro de 2002, o número de pessoas inseridas em planos médico-hospitalares no Brasil atingiu a marca de 50,2 milhões no País (crescimento de 3,5% em 12 meses), sendo que, do total, 30,4 milhões pertencem a região Sudeste.

Clique aqui para ver a Análise Especial da NAB 75 na íntegra.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar