faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

beeIT lança FoodCare: aplicativo visa reduzir desperdício de alimentos em hospitais

Article-beeIT lança FoodCare: aplicativo visa reduzir desperdício de alimentos em hospitais

aplicativo-foodcare-beeit.png
Novo aplicativo mapeia consumo de refeições com interatividade dos colaboradores e análises clínicas, visando uma gestão alimentar mais eficiente e sustentável.

A beeIT lançou oficialmente seu novo aplicativo FoodCare, especializado em mapear o desperdício de comida em hospitais e instituições de saúde. O FoodCare utiliza a interatividade dos funcionários que recolhem as bandejas, além das análises clínicas e restrições nutricionais dos pacientes, para otimizar a gestão alimentar. 

Sandro Pinheiro, CEO da beeIT, destaca a importância da colaboração dos funcionários no uso do aplicativo. "No FoodCare, o colaborador que recolhe a refeição tem um papel crucial, adicionando informações sobre o percentual consumido ou não consumido. Com esses dados, análises clínicas e restrições nutricionais dos pacientes, podemos obter números reais e criar ações personalizadas para uma gestão estratégica e eficiente", explica Pinheiro. 

A ideia de desenvolver o FoodCare surgiu após a análise de dados confiáveis sobre desperdício de comida em hospitais. "Identificamos uma demanda urgente que, se atendida, poderia ter um impacto significativo no faturamento das instituições, na sociedade e no meio ambiente a médio e longo prazo", acrescenta Pinheiro. 

Uma pesquisa de destaque avaliada pela beeIT foi "Desperdício de Alimentos Intra-hospitalar", realizada pela Scielo Brasil em 2006. O estudo, conduzido na Unidade de Alimentação e Nutrição do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, revelou que cerca de 30% das refeições servidas aos pacientes são descartadas, com 15% das bandejas retornando intactas. O prejuízo financeiro anual pode chegar a até US$ 300 mil em uma instituição de saúde com números semelhantes. 

Além dos aspectos financeiros, Pinheiro enfatiza a questão da fome no Brasil. Segundo o Instituto Fome Zero, no 4º trimestre de 2023, 20 milhões de pessoas estavam em situação de insegurança alimentar grave. "É inadmissível que, em um país onde parte da população sofre com a falta de comida, haja tanto desperdício. Os impactos sociais disso são cruciais", destaca. 

Para testar o FoodCare, a beeIT implantou o aplicativo em fevereiro deste ano no Hospital Jaraguá, em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, e no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, Paraná, onde está funcionando inicialmente para médicos. "Os resultados do mapeamento têm sido ótimos", afirma Pinheiro. 

Baseando-se nas pesquisas da beeIT, que indicam que o desperdício de alimentos pode ficar entre 25% e 30%, um hospital como o Jaraguá, com 115 leitos, tem um prejuízo anual aproximado de R$ 360 mil com o descarte de restos e refeições. Pinheiro estima que, com as medidas adequadas desenvolvidas a partir do uso do app, essas perdas podem ser reduzidas entre 5% e 7%, resultando em uma economia de R$ 290 mil por ano. 

O FoodCare também oferece funcionalidades para acompanhantes de pacientes, permitindo a compra de refeições pelo aplicativo, similar a um IFOOD na área da saúde, com entrega no quarto. 

A novidade foi lançada oficialmente durante a Feira Hospitalar, que aconteceu durante os dias 21 e 24 de maio, no São Paulo Expo. 

Outra novidade apresentada pela beeIT no evento foi o Nutriun, um sistema de gestão clínica nutricional para a produção de refeições. "Ele possibilita o controle da rastreabilidade da bandeja com dupla checagem na pulseira do paciente, permitindo o controle do que está sendo ingerido e atuando no controle dos resíduos orgânicos", explica Pinheiro. 

"A Hospitalar foi um espaço fundamental para apresentarmos nossas soluções e como elas podem ser aplicadas nos hospitais. Nosso propósito é promover uma gestão inteligente, estratégica e com resultados para instituições de saúde, e estamos conseguindo alcançá-lo com excelência", finaliza o CEO.