faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Hospital Alemão Oswaldo Cruz é certificado pela ONU por incentivo à saúde mental de seus colaboradores

Article-Hospital Alemão Oswaldo Cruz é certificado pela ONU por incentivo à saúde mental de seus colaboradores

hospital-oswaldo-cruz-onu-saude-mental.png
Hospital Alemão Oswaldo Cruz é certificado pela ONU por incentivo à saúde mental. A conquista faz parte do Movimento Mente em Foco, iniciativa do Pacto Global da ONU para promoção à saúde mental de 10 milhões de trabalhadores brasileiros. Entenda mais!

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi recentemente reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das instituições brasileiras que desenvolvem ações em prol da saúde mental de seus colaboradores. Este reconhecimento faz parte do Movimento Mente em Foco, uma iniciativa do Pacto Global da ONU que certifica instituições brasileiras que combatem o estigma social relacionado à saúde mental. Desde 2023, o Hospital integra o Mente em Foco, que visa ampliar a discussão sobre o tema e estimular as empresas a implementarem ações concretas para criar um ambiente corporativo saudável. 

Esta é a primeira vez que um prêmio desse tipo é realizado pelo Movimento de Direitos Humanos da estratégia Ambição 2030 do Instituto. No início de 2024, foi lançado um edital para reconhecer as empresas brasileiras que realizam boas práticas de saúde corporativa. O Hospital Alemão Oswaldo Cruz é a única instituição hospitalar entre os 58 ganhadores e se destacou na categoria “Promover ações de incentivo à saúde mental a partir de demandas identificadas”. 

Veja também: Hospital Alemão Oswaldo Cruz reduz em 42% afastamentos de colaboradores com autocuidado e análise ergonômica

O prêmio reconhece o conjunto de fluxos operacionais e ações de apoio psicológico desenvolvidos para os cerca de 3,8 mil colaboradores do Hospital ao longo dos últimos anos. As principais iniciativas destacadas pela ONU fazem parte das ações estratégicas da Diretoria de Pessoas, Sustentabilidade e Responsabilidade Social, realizadas pelo Centro de Atenção à Saúde e Segurança do Colaborador (CASSC) e pelo Saúde Integral (Atenção Primária da instituição), também oferecido para empresas.

Esses serviços foram criados para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, reduzir as taxas de absenteísmo e os custos com saúde suplementar, promovendo uma gestão racional da saúde populacional. 

Impacto das iniciativas e gestão de pessoas

“É com muita responsabilidade e orgulho que recebemos esse reconhecimento da ONU. Faz parte da nossa missão sermos protagonistas no desenvolvimento da saúde, entregando a melhor experiência e resultado não apenas para os nossos pacientes, mas também para o bem-estar e qualidade de vida da nossa força de trabalho”, afirma Maria Carolina Lourenço Gomes, diretora-executiva de Pessoas, Sustentabilidade e Responsabilidade Social do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. 

Maria Carolina acrescenta que esse reconhecimento está alinhado à agenda ESG da Instituição, que depende diretamente da mobilização de seus colaboradores e lideranças para servir à vida e impactar a saúde brasileira. Por isso, a gestão de pessoas, pautada pelos pilares de cultura organizacional e bem-estar, segue central no planejamento estratégico do Hospital, fortalecendo valores como respeito e cuidado com os colaboradores. 

Entre as boas práticas premiadas pelo Pacto Global da ONU estão o aumento de 58% na adesão ao serviço de telepsicologia oferecido aos colaboradores pelo plano de saúde do Hospital entre 2021 e 2023, a redução de 28% nos afastamentos previdenciários superiores a 15 dias por problemas moderados ou graves relacionados à saúde mental, e um total de 5.635 acessos ao ícone de apoio psicológico disponível na intranet da Instituição. 

Leia também: Câmara dos Deputados firma acordo para suspender cancelamentos de planos de saúde

A premiação também reconhece a sistematização do apoio aos gestores do Hospital, que envolve entrevistas periódicas das lideranças com profissionais do CASSC para identificar pontos de sofrimento emocional a serem trabalhados em cada setor. Esse diagnóstico permite uma atuação personalizada dos profissionais do CASSC conforme a necessidade de cada área do Hospital, além de entrevistas individuais com os colaboradores. 

“Essa iniciativa tem o propósito de apoiar o gestor no apontamento de melhorias para a saúde mental do time”, afirma José Domingos Neto, gerente médico em Saúde Ocupacional do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. 

Angélica Cardoso Martins, psicóloga do CASSC, complementa que as intervenções psicológicas nas áreas fomentam um ambiente psicologicamente seguro, propiciando escuta ativa e acolhimento de questões relacionadas à saúde mental, permitindo que os colaboradores expressem livremente seus valores, atitudes e percepções. Com isso, é possível ressignificar os sentimentos e reconstruir, em conjunto com eles, aquilo que causa dor e sofrimento emocional. 

A psicóloga reitera que a atenção à saúde emocional dos colaboradores permanece constante, inclusive quando eles são assistidos pelo serviço de telepsicologia oferecido pelo plano de saúde. 

Formação de Socorristas em Saúde Mental

No próximo dia 10 de junho, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz iniciará a terceira turma do curso de Formação de Socorristas em Saúde Mental, destinado a profissionais interessados em aprender a identificar e apoiar situações de conflito causadas por transtornos mentais. O curso capacita os alunos para prevenir o sofrimento mental em ambientes coletivos, de trabalho ou família. 

É a primeira vez que o curso é aberto a profissionais individuais. As duas primeiras turmas, em 2021 e 2022, foram destinadas exclusivamente a empresas. Totalmente online, o curso tem duração de três semanas, com uma carga horária de 16 horas/aula divididas em atividades ao vivo. 

Confira: Autismo e operadoras de saúde: nem mocinho, nem vilão

Discutir abertamente o tema e promover ações efetivas de melhoria no cuidado com a saúde mental em diversas camadas da sociedade tem um importante impacto econômico, pois contribui para a redução de custos com afastamentos de trabalho e promove mais qualidade de vida para os profissionais. 

A Formação de Socorristas em Saúde Mental é dividida em quatro módulos de aprendizado, com atividades ministradas por médicos do corpo clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e especialistas convidados. Eles abordarão conceitos, sinais e sintomas de transtornos mentais, e os impactos da alimentação, do estilo de vida e do meio ambiente na saúde emocional do brasileiro. 

Com a capacitação, os alunos poderão identificar pessoas em situação de risco em saúde mental e atuar com a melhor abordagem em momentos de crise. 

Quer ficar por dentro de mais notícias sobre a gestão da saúde mental no Brasil? Então acompanhe Saúde Business!